Relógios

SIHH 2016/ Pilot’s Watches: Companheiros de bordo

Big Pilot’s Heritage Watch 55 © IWC Schaffhausen

Em Genebra — A IWC escolheu 2016 para afinar a sua conhecida linha de relógios de piloto precisamente no ano em que celebra o 40.º aniversário do seu primeiro exemplar dedicado à aviação. Do enorme Big Pilot Heritage com 55 milímetros de diâmetro ao Pilot’s Watch Automatic com apenas 36 milímetros, a marca de Schaffhausen apresentou versões de todos os tamanhos para todos os gostos no recente Salão Internacional da Alta Relojoaria.

A International Watch Company  sucintamente conhecida no mundo da relojoaria através da sigla IWC  tem por hábito renovar ciclicamente as suas coleções e apresentar anualmente as novidades no Salão Internacional da Alta Relojoaria. Depois do Da Vinci, do Ingenieur, do Portofino e do Aquatimer, já seria de esperar que 2016 teria de ser o ano do Pilot… até porque se cumprem 40 anos sobre o lançamento do primeiro modelo da marca elaborado a pensar na aviação.

IWC Pilot's watches

© Miguel Seabra / Espiral do Tempo

E, como não podia deixar de ser, o espaço da marca de Schaffhausen no Palexpo estava decorado de modo condizente com a temática dominante  com um Spitfire, o famoso avião de caça britânico da Segunda Guerra Mundial, a dominar por completo a entrada e uma sala interior a replicar as messes dos oficiais.

IWC Pilot’s Watch

© IWC Schaffhausen

A nova coleção foi pensada para afinar pormenores em modelos existentes, desde detalhes nos mostradores até às correias, e lançar também um conjunto de novas versões. No cômputo geral e tendo em conta um total que ultrapassa as 20 referências, a oferta diversificou-se e passou a incluir também modelos de dimensões mais reduzidos sem os considerar ‘de senhora’  afinal de contas, a IWC faz gala em reafirmar a sua vocação masculina na estratégia de comunicação e há que contar com a maior pequenez de pulso da clientela asiática. Por isso, talvez a maior surpresa tenha sido o lançamento do Pilot’s Watch Automatic com 36 milímetros… quando, historicamente, os relógios de aviador até são de consideráveis dimensões.

Pilot’s Watch Automatic 36

Pilot’s Watch Automatic 36 © IWC Schaffhausen

No extremo oposto está uma nova variante do Big Pilot’s Watch, que desde 1940 se apresentava como o maior relógio jamais concebido pela IWC o Big Pilot’s Heritage ostenta um diâmetro colossal de 55 milímetros e será sobretudo uma peça de coleção, sendo também apresentado numa versão mais ‘usável’ de 48 milímetros. Vários dos relógios de aviador concebidos para as forças aéreas na Segunda Guerra Mundial apresentavam enormes dimensões mas não eram destinados para os pilotos propriamente ditos e nem sequer idealizados para o pulso  eram mais instrumentos de observação muito precisos que se apertavam sobre a perna dos elementos da tripulação que efetuavam os bombardeamentos.

Big Pilot’s Heritage Watch 55

Big Pilot’s Heritage Watch 55 © IWC Schaffhausen

Se o Pilot’s Watch Automatic de 36 milímetros decididamente não foi pensado para ser preso à perna, o Big Pilot’s Heritage de 55 milímetros não foi seguramente pensado para pulsos normais  talvez para pulsos de grandes dimensões (e pernas de bombardeiros?) ou para ser usado sobre a combinação de voo/blusão (de aviador). Perante os dois extremos da coleção com uma separação de 19 milímetros de diâmetro entre si, justificava-se plenamente uma fotografia comparativa. E aqui está ela, salientando a enorme diferença de tamanho.

IWC Pilot’s Watch

Big Pilot’s Heritage Watch 55 e Pilot’s Watch Automatic 36 © Miguel Seabra / Espiral do Tempo

A estratégia de Georges Kern, CEO da marca, por trás do Pilot’s Watch Automatic 36 e do Pilot’s Watch Mark XVIII prende-se com o alargamento da oferta para clientes masculinos ou femininos de pulsos mais estreitos e num segmento mais acessível, disponibilizando modelos emblemáticos de uma marca prestigiada a um preço mais baixo do que os restantes elementos da família Pilot. O Pilot’s Watch Mark XVIII é o mais recente herdeiro de uma nobre linhagem extremamente popular na Segunda Guerra Mundial e nos tempos que lhe sucederam.

Pilot’s Watch Mark XVIII

Pilot’s Watch Mark XVIII © IWC Schaffhausen

Os primeiros relógios de aviador IWC dos anos 1930 e 1940 estabeleceram padrões técnicos e estéticos muito próprios — e os seus mostradores marcaram o visual dos modelos ditos de piloto.


Quatro décadas no ar

O primeiro Pilot da IWC foi lançado em 1936 e dispunha já de um robusto vidro, uma luneta giratória com ponteiro de registo de leitura rápida, um mecanismo de marcha antimagnético e grafismo adequado a uma fácil leitura, associado a ponteiros e algarismos bem contrastantes e fosforescentes sobre mostradores negros. A partir de 1940, a IWC passa a fabricar o seu modelo de aviador (Calibre 52 T.S.C.) segundo as exigências dos comandos militares, com movimento manufaturado e ponteiro grande dos segundos. E de acordo com a norma específica de precisão aplicável aos cronómetros, para além das exigências técnicas da época para um relógio de navegação e observação militar. Com um diâmetro de caixa de 55 milímetros e um peso de 183 gramas, foi o mais volumoso de todos os relógios de pulso jamais construídos pela IWC… até ser igualado este ano.

Big Pilot’s Watch, Ref. IW431, 1940

Big Pilot’s Watch, Ref. IW431, Calibre 52 T.S.C., lançado em 1940. © IWC Schaffhausen

O visual instrumental inspirou os desenhadores da IWC do pós-guerra também na conceção do Mark 11, fabricado a partir de 1948 com o calibre de corda manual 89. O mais famoso dos modelos Pilot da manufatura de Schaffhausen foi idealizado para a Royal Air Force, sendo utilizado por oficiais da força aérea britânica ao longo de mais de três décadas; o movimento revestia-se de uma caixa interior de ferro macio que protegia o mecanismo contra campos magnéticos nefastos para a precisão.

IWC Mark 11, Calibre 89

Lendário Mark 11, Calibre 89, lançado em 1948. © IWC Schaffhausen

A tradição dos relógios de aviador da IWC proseguiu em 1988, com o Aviador Cronógrafo. E em 1992 seguiu-se o emblemático Pilot Doppel Chronograph com mecanismo rattrapante idealizado por Richard Habring . O Mark XII sucede ao Mark 11 em 1994, ano em que a IWC inova com o lançamento de um relógio completamente preto e em cerâmica que adota códigos estéticos e um material que só entraria em voga quase duas décadas depois. O Pilot UTC estreou-se em 1998 e também marcou a sua época com o ajuste das horas e da data a partir da coroa. Em 2002, foi retomada a tradição do Big Pilot com um modelo que na altura parecia enorme e com um movimento automático Pellaton dotado de sete dias de autonomia.

IWC Pilot’s Watch

Pilot’s Watch Mark XII e Pilot’s Watch Chronograph (Ref. W3705), lançados em 1994 © IWC Schaffhausen

A partir de 2003, a linha Pilot passou a ser alargada a variantes em edição limitada – começando com a Spitfire dedicada ao caça e avião de reconhecimento britânico que se tornou herói na Batalha de Inglaterra. Em 2006, a IWC passou a prestar homenagem ao poeta e piloto francês Antoine de Saint-Exupéry (desaparecido em missão no ano de 1944). E em 2007 nasceu a variante Top Gun, cujo lendário nome deriva de um curso especial da United States Navy Fighter Weapons School, o Strike Fighter Tactics Instructor.

IWC Pilot’s Watch

IWC Pilot’s Watch UTC, de 1998, e IWC Pilot’s Watch ‘Top Gun’, de 2002. © IWC Schaffhausen

Todas essas diferentes linhas e variantes foram renovadas na nova esquadrilha Pilot apresentada no SIHH. Christian Knoop, o diretor criativo da IWC, confessou que «Desde o início que era para nós vital que os modelos Heritage fossem fiéis ao original: desde o design do mostrador e a cor dos algarismos luminescentes até à forma dos ponteiros de pá de rotor às correias de couro rebitadas. É como se déssemos um salto no tempo para os primórdios da aviação — mas com uma tecnologia relojoeira IWC mais moderna». Incluindo calibres de manufatura dentro de caixas em titânio com uma caixa interior de ferro macio para proteção contra campos magnéticos.

Big Pilot’s Watch

Big Pilot’s Watch © IWC Schaffhausen

Christian Knoop refere também que houve um cuidado especial com os mostradores: «Refletimos sobre o design do mostrador dos Relógios Aviador clássicos, sobre como nos poderíamos aproximar do original estabelecido pela IWC na forma do Big Pilot e do Mark 11? Queríamos regressar ao visual original, que assentava na clareza do mostrador. Toda a nossa gama de relógios de aviador se baseia no original e por isso,também decidimos recuperar o algarismo ‘9’, que tinha desaparecido dos mostradores da linha Pilot em 2006. Também o triângulo de marcação regressou ao seu lugar habitual, nas ‘12 horas’, abaixo da indicação dos minutos». Também a ‘data tripla’, que foi introduzida em 2012, desapareceu em favor de uma janela tradicional (que mostra um único dia).


Estreia mundial

Entre os novos modelos Pilot apresentados pela IWC está um particular cronógrafo que a marca indica como sendo estreia mundial — os fusos horários do Pilot Timezoner Cronograph podem ser ajustados pela primeira vez através da luneta, tal como a data.

Pilot’s Watch Timezoner Chronograph

Pilot’s Watch Timezoner Chronograph © IWC Schaffhausen

Para a concepção do Pilot Timezoner Cronógrafo (ref. IW395001), os engenheiros da IWC combinaram três tecnologias a partir do conceito de movimento adquirido à Vogard: o anel das cidades, o anel rotativo com mola que não pode ser movido inadvertidamente e o sistema externo e interno de anéis rotativos dos Aquatimer (linha de mergulho da IWC) que transmite o movimento rotativo para o interior do relógio. No entanto, a alegação de que se trata de um sistema inédito esbarra um pouco no modelo worldtimer que a Richard Mille também apresentou com ajuste dos fusos horários a partir da luneta…


Séries limitadas

Big Pilot’s Watch Annual Calendar Edition 'Le Petit Prince'

Big Pilot’s Watch Annual Calendar Edition ‘Le Petit Prince’ © IWC Schaffhausen

As variantes ‘Antoine de Saint-Exupéry’ (desde 2006) e ‘Le Petit Prince’ (desde 2013) desempenham um papel especial na linha Pilot, com os quais a IWC Schaffhausen recorda o escritor/piloto francês e a sua famosa obra O Principezinho. O Big Pilot Calendário Anual Edição ‘Le Petit Prince’ (ref. IW502701) junta a aviação à escrita, a tecnologia à poesia: o rotor de ouro maciço na parte posterior do relógio mostra a famosa imagem do Pequeno Príncipe no seu pequeno asteroide.

Big Pilot’s Watch Annual Calendar Edition 'Le Petit Prince'

Big Pilot’s Watch Annual Calendar Edition ‘Le Petit Prince’ © IWC Schaffhausen

Pilot’s Watch 'Le Petit Prince'

Edições limitadas da série ‘Petit Prince’: o Big Pilot Aviador (ref. IW500916), o Pilot Chronograph (ref. IW377714) e o Pilot Mark XVIII (ref. IW327004). © Photopress/IWC

Dotados de um mostrador castanho-tabaco e uma correia de couro com costura creme e que remete para o fato de aviador de Saint-Exupéry, o Big Pilot Calendário Perpétuo Edição ‘Antoine de Saint-Exupéry’ (ref. IW503801) e o Pilot Duplo Cronógrafo Edição ‘Antoine de Saint-Exupéry’ (ref. IW371808) também são emblemáticas variantes com valor de coleção.

Big Pilot’s Watch

Big Pilot’s Watch Calendário Perpétuo Edição ‘Antoine de Saint-Exupéry’ © IWC Schaffhausen


Correias e braceletes

A renovação da linha Pilot incluiu também um repensar das correias e braceletes. «Equipamos quase todos os relógios Pilot com correias em couro de alta qualidade da Santoni», afirma Christian Knoop, «de modo a juntarmos a tradição à elegância contemporânea — as correias do Pilot sempre foram compostas por pele de vitela ou de couro resistente, tal como as correias do Big Pilot eram assim compostas. Mas demos-lhe nova vida com a patina exterior típica da Santoni, que faz com que a pele completamente nova pareça ter já alguns anos de uso cuidadoso, e com um forro em pele macia com a cor laranja pela qual a Santoni é conhecida».

    Pilot’s Watch Perpetual Calendar Digital Date-Month Spitfire © Photopress/IWC

Pilot’s Watch Perpetual Calendar Digital Date-Month Spitfire © IWC Schaffhausen

Para além de correias em pele, o Pilot Chronograph Spitfire e o Pilot Automatic 36 podem ser equipados com braceletes em aço inoxidável com links parcialmente polidos.

Pilot’s Watch Chronograph Spitfire

Pilot’s Watch Chronograph Spitfire © IWC Schaffhausen

Com tanta diversidade distribuída em mais de uma vintena de modelos distintos, a questão que se põe é: já tiraram o brevet? ET_simb