Em Foco, Relógios

EM FOCO | G-Shock MT-G1000D: ponto G

Casio G-Shock MT-G1000D

Pelo Espiral do Tempo Studio já passaram dezenas de modelos de uma longa lista de marcas, mas, desta feita, aconteceram agora duas estreias. Pela primeira vez, tive o prazer de fotografar um Casio e fui também desafiado a escrever algumas considerações sobre o relógio: o G-Shock MT-G1000D.

G-Shock MT-G1000D: o primeiro contacto

Casio G-Shock MT-G1000D

© Espiral do Tempo/ Paulo Pires

Casio G-Shock MT-G1000D

© Espiral do Tempo / Paulo Pires

Assim que se pega no relógio é inevitável sentir que o G-Shock MT-G1000D é um ‘monstro’ de robustez. A caixa (de aproximadamente 58,8 x 54,7 mm) é impressionante e também intimidadora para certos pulsos mas, ao mesmo tempo, a leveza do relógio e a fantástica articulação que a bracelete permite tornam-no ergonomicamente muito eficaz.

Primeiro desafio: ponteiros às 10h09

Casio G-Shock MT-G1000D

© Espiral do Tempo/ Paulo Pires

O primeiro desafio surgiu imediatamente: visto que o G-Shock MT-G1000D recebe a informação horária por satélite via localização GPS e através de ondas rádio, como se poderá ‘enganar’ este sistema, afim de se colocar os ponteiros nas 10h09 — a famosa posição ideal de ponteiros para fotografar relógios?

Uma consulta ao manual do utilizador, que acompanha o relógio, facilmente revela que o G-Shock MT-G1000D tem inúmeras funções que demoram tempo a descobrir — horas mundiais, segundo fuso horário, cronógrafo ascendente e descendente, bússola, data, dia da semana, alarme, indicação 24 horas e muitas outras… uff… mas descobri o que me interessava!

É possível, sim, enganar esta máquina e colocar os ponteiros na hora que eu quero, mas apenas porque ela se deixa enganar! Posicionando a coroa na segunda posição e fazendo uma combinação de pressão nos botões laterais, lá consegui fixar a hora. Isto para dizer que no G-Shock MT-G1000D tudo está previsto, tudo funciona, tudo bate certo com uma solidez que se sente ao manusear o relógio. Esta peça é feita para durar e para resistir.

Segundo desafio: antirreflexos

Casio G-Shock MT-G1000D

© Espiral do Tempo/ Paulo Pires

Mostrador negro, detalhes em azul e uma profundidade invulgar que tira claro partido dos 16,9 mm de espessura deste relógio. Indexes tridimensionais e todo um jogo de relevos colaboram para uma riqueza textural invulgar numa peça que, à partida, poderíamos ser levados a subestimar em relação aos acabamentos ou atenção pelos detalhes.

Pura ilusão, o Casio G-Shock MT-G1000D é muito bem construído e, sobretudo, muito bem acabado. Poucos detalhes escapam a uma lente macro e posso revelar que não encontrei quaisquer falhas no mostrador. Talvez poucos saibam, mas há uma situação recorrente em todas as peças que fotografo: o tratamento antirreflexos usado nos vidros nem sempre se comporta da melhor maneira quando exposto à luz direta do estúdio de fotografia.

Mais uma vez, o ‘nosso convidado especial’ passou com distinção. Em resposta à luz de estúdio direta, nuances azuis surgem no anel das cidades. Este surpreendente e propositado jogo cromático entre o negro, os cinzentos e o azul, é mais um daqueles detalhes que colocam o Casio G-Shock MT-G1000D num patamar de qualidade estética e de construção elevados.

Caixa

Casio G-Shock MT-G1000D

© Espiral do Tempo/ Paulo Pires

Casio G-Shock MT-G1000D

© Espiral do Tempo/ Paulo Pires

A caixa, composta por uma base e um topo em aço que protegem a secção central, em resina, onde está o mostrador e o mecanismo do relógio, reforçam a preocupação pela robustez, mas também pela estética deste modelo. Este ‘empilhar’ de três secções distintas permite, de facto, um reforço extra da secção central, ao mesmo tempo que mantém o peso total desta peça nuns inacreditáveis 198 gramas.

Sendo uma peça de grandes dimensões, a solução ergonómica encontrada pela Casio é excelente. A ausência das clássicas asas na caixa do relógio faz com que seja o primeiro elemento central da bracelete a peça responsável pelo articular de todo o conjunto. Esta peça é atravessada por um eixo horizontal que permite um melhor ajuste ao pulso.

Veredicto

Casio G-Shock MT-G1000D

© Espiral do Tempo / Paulo Pires

Se, pessoalmente, já era fã da linha G-Shock, esse sentimento ficou reforçado ao manusear e fotografar o topo de gama Casio G-Shock MT-G1000D.

Existe na relojoaria aquela célebre provocação, que diz: «se aos 40 não possuíres um Rolex, então não foste bem sucedido na vida».

Pois bem, irei eu arriscar agora uma máxima própria: se aos 40 não possuíres um Casio G-Shock então nunca foste cool na vida.

Casio G-Shock MT-G1000D

© Casio

Caraterísticas Técnicas

Casio
G-Shock MT-G1000D

Construção/ Triple G Resist (resistente ao choque, resistente à força gravitacional centrífuga e resistente a vibrações)
Estanqueidade/ 20 bar
Frequência de sinal GPS/ 1575,42 MHz
Frequência de rádio/ 77,5 kHz (DCF77: Alemanha); 60 kHz (MSF: Reino Unido); 60 kHz (WWVB: EUA); 40 kHz (JJY: Fukushima, Japão)/60 kHz (JJY: Kyushu, Japão); 68,5 kHz (BPC: China)
Receção de sinal GPS/ Calibração da hora (automática,* manual); obtenção de informação da posição (manual). *Os sinais GPS são recebidos automaticamente sempre que o relógio reconhece que se encontram disponíveis na área.
Receção de ondas de rádio/ Receção automática até seis vezes por dia (exceto para utilização na China: até cinco vezes por dia).

Funções
Horas mundiais/ Tempo padrão para 27 cidades (40 fusos horários; ligar/desligar horário de verão; troca automática para horário de verão); Tempo Universal Coordenado; troca entre hora local/hora mundial; acesso direto ao Tempo Universal Coordenado.
Cronómetro/ Unidade de medição: 1 segundo; capacidade de medição: 24 horas
Temporizador em contagem decrescente/ Unidade de medição: 1 segundo; amplitude da contagem decrescente: 1 minuto a 24 horas.
Alarme/ 1 alarme diário independente.
Outras funções/ Correção automática de ponteiros (ponteiro das horas, dos minutos e dos segundos), alerta de pilha fraca, indicador do dia e da data, calendário totalmente automático, luz LED (super illuminator).
Fonte de energia/ Sistema de energia Tough Solar (sistema de alimentação solar)
Operação contínua/ Cerca de 19 meses com a função de poupança de energia* ativa após carregamento total. *Poupança de energia após um determinado período num local escuro.
Tamanho da caixa/ Aprox. 58,8 x 54,7 x 16, 9 mm
Peso total/ Aprox. 198 g.

Galeria de imagens

 

Consulte o site oficial da Casio para mais informações.

Save

Save

Save

Save