Novidades, Relógios

Novidades 2017/ F.P.Journe apresenta o Vagabondage III, com segundos digitais saltantes (uma estreia mundial)

FPJourne_Vagabondage_III_01

A F.P. Journe entra com o pé direito em 2017 ao apresentar, como grande novidade, o elemento que completa a trilogia Vagabondage. Declinado em dois modelos de edição limitada — caixa em ouro rosa e caixa em platina — o novo Vagabondage III dá que falar pela indicação saltante dos segundos digitais. Uma estreia mundial.

FPJourne_Vagabondage_III_03

© F.P. Journe Invenit et Fecit

É difícil resistir à fascinante dança do turbilhão nos relógios de pulso. O movimento suave, elegante e contínuo da pequena gaiola captura a nossa atenção de imediato e faz com que os nossos olhos não se aborreçam por estar ali uns minutos a contemplá-lo.

FPJourne_Vagabondage_III_07

© F.P. Journe Invenit et Fecit

Mas parece-me que o turbilhão poderá deixar de ter o monopólio da atenção no que diz respeito a danças em relojoaria (pelo menos durante algum tempo). É que a F.P. Journe acaba de apresentar uma verdadeira proeza técnica, numa estreia mundial que também captura os nossos olhos quase da mesma forma que o turbilhão: os segundos digitais saltantes. Aqui estão eles em grande azáfama no novo F.P. Journe Vagabondage III, apresentado, ontem, nas instalações da marca, em Genebra:

F.P. Journe Invenit et Fecit Vagabondage III

O relógio agora apresentado é o terceiro membro de uma linhagem que nasceu em 2006 e que, na altura, foi criada para um leilão de caridade, mas depois alargada ao público em edição limitada. O nome ‘Vagabondage’ estava relacionado com o design do mostrador, num efeito aleatório, à margem nas coleções do mestre francês. A caixa plana em formato Tortue® era outra das características distintivas do Vagabondage I, bem como a indicação saltante das horas num disco central.

Anos depois, foi apresentado o Vagabondage II, com o mesmo formato de caixa e acrescentava à indicação saltante das horas a indicação saltante dos minutos, numa plataforma central com pequenos segundos às 6 horas. Tendo em conta a energia necessária para as funções saltantes, o relógio estava equipado com um tambor específico e um remontoir d’égalité (um mecanismo de força constante, do qual já falámos por diversas vezes, e que tem como objetivo garantir uma melhor distribuição e gestão da energia).

Agora, o terceiro elemento da trilogia não tem só o mérito de apresentar as horas e os segundos saltantes (e que mérito); o Vagabondage III acaba por apresentar um design de mostrador muito interessante — mais apelativo esteticamente do que os anteriores Vagabondage — que revela por completo as suas entranhas e permite acompanhar o hipnótico movimento dos discos dos segundos.

FPJourne_Vagabondage_III_soldad2

Vagabondage III com caixa em platina. O movimento, à boa maneira de F.P. Journe é concebido em ouro rosa de 18 quilates. Foto: F.P. Journe Invenit et Fecit

Importa dizer que o mérito de indicar num relógio horas e minutos saltantes — algo nunca feito em relojoaria mecânica — se deve ao elevado consumo de energia que estas complicações requerem. Mas François-Paul Journe gosta de perseguir aquilo que é considerado impossível e tem conseguido fazê-lo à sua distinta maneira com relógios extraordinários. O Vagabondage III é a prova disso mesmo.

Tal como os modelos anteriores, o Vagabondage III tem uma caixa plana no formato Tortue® (45.2 x 37.6 x 7.84 mm, um tamanho considerável) que guarda o patenteado movimento mecânico Calibre 1514 de corda manual especificamente criado para esta edição limitada e que bate a uma frequência de 21.600 alt/h. Como seria de esperar, é o remontoir d’égalité que controla a gestão da energia, completando uma revolução por minuto.

FPJourne_Vagabondage_III_05

Calibre 1514 desenvolvido pela marca em exclusivo para esta edição limitada. Em ouro rosa e decorado minuciosamente, como F.P.Journe já nos habituou. Foto: F.P. Journe Invenit et Fecit

O mostrador oferece vista para o movimento (em ouro de 18 quilates) graças a uma zona central em vidro fumado na qual se distinguem as horas, numa janela às 10 horas e os segundos em duas aberturas às 6 horas. O ponteiro central serve para indicar os minutos, numa escala interior que se encontra na periferia do mostrador interior. Já uma base em metal serve de moldura ao mostrador e é nela que, na posição da 1 hora, se encontra a reserva de corda, indicada por um ponteiro azul. Mais uma vez, e da mesma forma que o Vagabondage I e o Vagabondage II, não há qualquer referência à marca no rosto do relógio.

FPJourne_Vagabondage_III_08

O F.P. Journe Vagabondage III aqui na versão em platina (limitada a 69 peças). Foto: F.P. Journe Invenit et Fecit

O Vagabondage III está disponível numa edição de 68 peças em ouro vermelho e numa edição de 69 peças em platina. Como estamos perante uma trilogia, a marca dá prioridade de aquisição aos proprietários das edições anteriores. O preço ainda não foi anunciado. ET_simb

Consulte o site oficial da F.P. Journe Invenit et Fecit para mais informações.

Artigos Relacionados