Novidades, Relógios

NOVIDADES – SIHH 2017/ Jaeger-LeCoultre: a nossa seleção

Três edições especiais Master Control da Jaeger-LeCoultre para celebrar os 25 anos da linha: Master Control Date, Master Control Chronograph, Master Control Geographic. © Espiral do Tempo

Em Genebra — Em 2017, a Jaeger-LeCoultre apostou num simpático conjunto de modelos nas diversas coleções, num espetro que vai desde os mais funcionais e acessíveis aos trabalhos de sonho que enchem o olho e nos fazem sonhar. A linha Master Control merece algum destaque porque celebra 25 anos. Logo, foram lançadas edições especiais. Deixamos aqui a nossa seleção relativa aos instrumentos do tempo apresentados pela Grande Maison, com pequenas notas. Alguns serão alvo de maior atenção em breve.

jaeger-lecoultre_Master Collection

Três edições especiais Master Control da Jaeger-LeCoultre para celebrar os 25 anos da linha: Master Control Date, Master Control Chronograph, Master Control Geographic. © Espiral do Tempo

Depois de, em 2016, a Jaeger-LeCoultre ter celebrado o 85.º aniversário do Reverso, este ano a Grande Maison apresenta três edições especiais Master Control, para celebrar os 25 anos da linha: o Master Control Date, o Master Control Chronograph e o Master Control Geographic.

Os novos modelos não fogem de versões que já conhecemos na coleção — um cronógrafo, um wordltimer e um três ponteiros/data —, com caixas de aço entre os 39 mm e os 40 mm de diâmetro e indicações especialmente legíveis, em mostradores limpos com indicações contrastantes.

jaeger-lecoultre_Master_Chronograph

Jaeger-LeCoultre Master Control Chronograph. © Espiral do Tempo

No entanto, os mostradores argenté receberam um tratamento vintage e apontamentos azuis, bem como ponteiros abertos, num toque discretamente ousado que funciona muito bem. Em todos os modelos importa salientar que o mostrador está divido em setores com um tratamento bem distintivo: um anel exterior com acabamento escovado e um anel interior com tratamento granulado.

Os três Master Control estão equipados com calibres de corda automática e não são lançados enquanto edições limitadas.

Jaeger-LeCoultre Hybris Artistica Mystérieuse Tourbillon

Jaeger-LeCoultre_Hybris_Artistica_mysterieuse–Men_timepieces_01

Jaeger-LeCoultre Hybris Artistica Mystérieuse Tourbillon. © Jaeger-LeCoultre

Fora as novas edições especiais Master Control, da nossa parte podemos dizer que houve mais modelos que  nos chamaram a atenção. Por exemplo, no lado oposto em termos de segmento de preço e de complexidade, temos um fabuloso Hybris Artistica Mystérieuse Tourbillon — um relógio que, além de todo o trabalho artístico associado à caixa e mostrador, apresenta o tempo sem recurso a ponteiros. A hora é indicada por um turbilhão voador orbital; já os minutos são indicados por um triângulo de ouro. Ao mostrador em madrepérola é sobreposto um disco esqueletizado, num belíssimo trabalho que é depois replicado na caixa. O relógio está equipado com o movimento automático Calibre 941, com 441 componentes e 50 horas de reserva de corda.

Duomètre Chronograph Magnetite Grey

Jaeger-LeCoultre_Duometre_Chronographe

Jaeger-LeCoultre Duomètre Chronograph Magnetite Grey. © Jaeger-LeCoultre

Também a linha Duomètre — conhecida pelo seu movimento dual-wing — foi enriquecida com novas versões, nomeadamente o Duomètre Chronograph Magnetite Grey. Desta vez, a novidade passa por um mostrador cinzento, no tom similar ao da magnetite. Na verdade, a relação do tom do mostrador com o tom rosa da caixa, dos indexes e dos ponteiros resulta muito bem e gostamos sempre de destacar as aberturas na zona inferior da caixa que contribuem para enaltecer a excelente categoria técnica associada aos modelos Duomètre.

Além do cronógrafo, foram ainda apresentados, em versões com mostrador cinzento, o Duomètre Spherotourbillon e o Duométre Quantième Lunaire. Todos com caixa em ouro rosa de 42 mm e braceletes em pele de aligátor.

Jaeger-LeCoultre_Duometre_Chronograph_03

Jaeger-LeCoultre Duométre Quantième Lunaire. © Espiral do Tempo

Rendez-Vous Moon

jaeger-lecoultre_rendez-vous_moon_in_pink_gold

Jaeger-LeCoultre Rendez-Vous Moon. © Jaeger-LeCoultre

Como sabemos, a linha Rendez-vous é das  mais requisitadas pelos clientes da Jaeger-LeCoultre, mas os modelos Rendez-Vous Moon são realmente muito especiais. Se nos anos anteriores, tínhamos já assistido ao lançamento de modelos em azul e em vermelho, em 2017, foi apresentada uma romântica versão com mostrador escovado em tons de rosa velho e com caixa em ouro rosa. As fases da Lua são indicadas por uma janela sobredimensonada às 6 horas. Depois, destacamos também a reprodução das constelações, como já acontecia nos modelos anteriores. Com caixa cravejada de diamantes o Rendez-Vous Moon tem correia em pele de aligátor, a condizer com o tom do mostrador.

Reverso Tribute Moon

A coleção Reverso tem sempre algo para dizer. Mas, neste caso, não poderíamos deixar de salientar o Reverso Tribute Moon, com caixa em aço. À semelhança dos modelos lançados no ano passado, o relógio foi inspirado pelas linhas do original Reverso de 1931 e apresenta a indicação das fases da Lua e a data em dois mostradores relativos a dois fusos horários diferentes. O mostrador principal é branco com apontamentos azuis; já o verso volta a apresentar um tom antracite e um interessante trabalho decorativo em dois níveis; um disco às seis horas serve para indicação dia/noite. Um modelo que é sempre o relógio perfeito para os gentlemen dos nossos tempos.

jaeger-lecoultre_reverso_tribute_duoface_in_steel_02

Jaeger-LeCoultre Reverso Tribute Moon. © Espiral do Tempo

jaeger-lecoultre_reverso_tribute_duoface_in_steel_03

Jaeger-LeCoultre Reverso Tribute Moon. © Espiral do Tempo

Geophysic Tourbillon Universal Time

Jaeger-LeCoultre_Geophysic_Tourbillon_Universal_Time_02

Jaeger-LeCoultre Geophysic Tourbillon Universal Time. © Jaeger-LeCoultre

Depois de, em 2015, ter lançado a coleção Geophysic True Seconds com modelos de três ponteiros data e modelos Universal Time, a Jaeger-LeCoultre apresenta este ano o Geophysic Tourbillon Universal Time, um relógio com turbilhão voador que indica as horas em simultâneo em 24 fusos horários. Limitado a 100 exemplares, o novo relógio recupera o impactante mostrador do modelo Universal Time — com um mapa do mundo destacado a azul e prateado numa caixa de 41,5 mm.  Um disco com o nome das cidades permite a leitura do tempo nos mais diversos cantos do Planeta.

Jaeger-LeCoultre_Geophysic_Tourbillon_Universal_Time_01

Jaeger-LeCoultre Geophysic Tourbillon Universal Time. © Jaeger-LeCoultre

Consulte o site oficial da Jaeger-LeCoultre para mais informações

Save

Save

Save

Save