Atualidades, Novidades

Novos Da Vinci: ladies first

SIHH_IWC_01_Da_Vinci_Tourbillon_Retrograde_Cronographe

A IWC retoma o código de design dos anos 1980 e apresenta a icónica coleção Da Vinci reinventada para 2017. Com uma caixa clássica e formato redondo, vários dos modelos são destinados ao público feminino. A inspiração para o nome da coleção veio do artista que, justamente, personifica a simbiose entre técnica e beleza enquanto cientista e artista incontornável do Renascimento.

Em 1969, a IWC Shaffhausen apresentou a primeira versão da linha Da Vinci, o primeiro relógio de pulso com o movimento quartzo ‘Beta 21’, totalmente fabricado na Suíça, numa caixa em ouro hexagonal. Este pioneirismo marcou o nascimento de uma família de relógios que aliava a capacidade de investigação e invenção dos engenheiros da casa a uma estética artística.

SIHH_IWC_13_Da_Vinci_Automatic_Moon_Phase_36

IWC Da Vinci Automatic Moon Phase 36. © IWC Schaffhausen

Na Feira de Basileia de 1985, a IWC surpreendeu o público com um calendário perpétuo que quase não precisava de correção manual até ao ano de 2499, sendo acertado exclusivamente através da coroa num mecanismo desenvolvido por Kurt Klaus, o lendário Mestre Relojoeiro da casa. Este foi o primeiro relógio de pulso com uma caixa de cerâmica de óxido de zircónio preta resistente a riscos e desgaste.

SIHH_IWC_22_Da_Vinci_Mosaic

Um mosaico Da Vinci que inspirou alguns dos elementos decorativos dos novos modelos Da Vinci da IWC. © IWC Schaffhausen

Em 2007 a coleção Da Vinci, totalmente remodelada, adquiriu a forma tonneau. Fazia parte dessa linha o Da Vinci Cronógrafo, o primeiro cronógrafo manufaturado e desenvolvido in-house.

Agora, quase 50 anos depois do lançamento da primeira coleção, a IWC continua a fazer a ponte entre o espírito inventivo e a estética artística.

Novidades 2017

SIHH_IWC_18_Da_Vinci_Automatic_36_soldads

A nova coleção Da Vinci Automatic (da esquerda para a direita): Ref. IW458312; Ref. IW45830; Ref. IW4583078; Ref. IW458309; Ref. IW458310. Todos relógios equipados com movimento automático, com 42 horas de reserva de corda. © IWC Schaffhausen

Como novidades 2017, a marca lançou modelos a pensar no público feminino — para as senhoras foram criados os Da Vinci Automatic 36 (três ponteiros data) e o Da Vinci Automatic Moon Phase 36 (com indicação das fases da Lua) —, mas também modelos que não passam apenas pelos pulsos de senhora, como o Da Vinci Automatic. A nova coleção apresentada conta, ainda, com o cronógrafo ‘Laureus Sport for Good Foundation’, que sublinha a consciência social da marca, e duas preciosidades da técnica e da estética, um calendário perpétuo com cronógrafo e um cronógrafo retrógrado com turbilhão.

Se o Da Vinci Automático 36 cativa pelo seu elegante design, já o Da Vinci Perpetual Calendar e o Da Vinci Tourbillon Rétrogade Cronograph oferecem novos calibres IWC com criativas soluções técnicas e estéticas, e inovadoras combinações de complicações. Aos olhos salta imediatamente a data com quatro dígitos.

SIHH_IWC_06_Da_Vinci_Perpetual_Calendar_Chronograph

Da Vinci Perpetual Calendar Chronograph com caixa em ouro rosa (Ref. IW392101). © IWC Schaffhausen

O Da Vinci Lady Cronógrafo vem na longa tradição da marca fundada em 1868 que, desde os últimos anos de 1870, criou regularmente um importante portefólio de relógios femininos, sobretudo, entre os anos 1920 e os anos 1950, relógios artisticamente concebidos com diamantes.

Este modelo, com várias versões lançadas desde 1988, tornou-se num dos relógios femininos mais bem sucedidos da marca de Schauffhausen.

Da Vinci Chronograph Edition ‘Laureus Sport For Good Foudation’

SIHH_IWC_08_Da_Vinci_Chronograph_ Edition_Laureus_Sport_for_Good_Foundation

IWC Da Vinci Chronograph Edition ‘Laureus Sport For Good Foudation’. © IWC Schaffhausen

A colaboração com a Laureus Sport for Good Foundation, que impulsiona e transmite uma melhor perspetiva de futuro a crianças e jovens carenciados, vem desde 2006. Todos os anos a IWC lança um relógio especial em que parte da receita reverte a favor de projetos em vários países. Uma das características destes relógios assenta no facto de a IWC lançar todos os anos concursos de desenho para crianças e jovens, sendo o desenho vencedor gravado na parte posterior do relógio. O vencedor deste ano, Hou Ye, de 12 anos, vem da China e tem uma deficiência mental que lhe limita as suas capacidades motoras, mas tem como objetivo participar nos Jogos Paralímpicos de Inverno 2017.

Uma coleção especialmente para mulheres, com design, valor de manufatura, mas também acessórios como diamantes e braceletes modernas. «Com a nova coleção Da Vinci queremos voltar a reforçar a consciência das mulheres na marca, que representam uma parte considerável dos amantes de relógios» referiu Franziska Gsell, responsável do marketing da IWC Schaffhausen. ET_simb

Save

Save