Em Foco, Relógios

EM FOCO – Girard-Perregaux Laureato

GP Laureato

 A década de 70 revelou uma forte inclinação para a contracultura através de um corte epistemológico com o passado classicista e uma rotura relativamente a padrões tradicionais. O Laureato da Girard-Perregaux foi um dos pontas de lança dessa nova tendência que ia contra o uso do formato redondo convencional mediante um design que fusionava caixa e bracelete em modelos de um material democrático (o aço), mas com acabamentos exclusivos (de alta-relojoaria). Cerca de 30 anos depois, a marca ressuscitou o Laureato numa coleção multidisciplinar, na qual se destaca o modelo de base que homenageia o original de 1975 e vários sucessores.

Em Foco originalmente publicado no número 59 da Espiral do Tempo (edição de verão 2017)

 

© Girard-Perregaux

A luneta dupla recortada octogonalmente sobre uma base redonda constitui o elemento de design mais identificativo no design integrado do Laureato. © Girard-Perregaux

Referências icónicas

© Espiral do Tempo / Paulo Pires

A decoração Clous de Paris do mostradror azul é discreta, mas muito bonita e acentua o efeito 3D com o conjunto das indicações. © Espiral do Tempo / Paulo Pires

Reza a lenda que o nome de batismo, sugerido pelo distribuidor italiano da Girard-Perregaux, surgiu na sequência de um polémico filme de culto de Mike Nichols protagonizado por Dustin Hoffman, Anne Bancroft e Katharine Ross: relata o caso amoroso de um jovem estudante com uma mulher madura (a Mrs Robinson da música de igual nome da dupla Simon & Garfunkel) e tinha por título italiano Il Laureat (tradução do original The Graduate). Mas trata- se apenas de uma lenda…

A força do design

© Espiral do Tempo / Paulo Pires

Nesta foto é bem visível a minúcia de acabamento da caixa, luneta e bracelete, laternando entre o escovado e o polido. © Espiral do Tempo / Paulo Pires

O Laureato destaca-se por uma luneta dupla recortada octogonalmente sobre uma base redonda. A integração da caixa e da bracelete com alternância de superfícies polidas/escovadas é bem representativa da época num design abraçado imediatamente pelos modernistas e gradualmente pelos clientes habituais, que desejavam uma alternativa robusta para modelos mais delicados ou grandes complicações vulneráveis: os anos 70 deram à luz uma nova geração de jet-setters com atividades desportivas mais exigentes que procuravam um relógio de prestígio que pudesse ser utilizado tanto num iate em alto-mar como à noite com smoking no casino…

Movimento de manufatura

© Espiral do Tempo / Paulo Pires

O fecho de báscula é personalizado com a gravação do logo da marca. © Espiral do Tempo / Paulo Pires

Dos mais de 30 modelos com quatro diferentes tamanhos (32, 38, 42 e 45) que formam a nova coleção Laureato lançada este ano, destaca-se o modelo automático ‘essencial’ de 42 mm com três ponteiros e data num mostrador azul picotado (em decoração Clous de Paris) — e que utiliza o novo calibre GP01800 (na versão GP01800-0013), formado por 191 componentes e com uma reserva de corda de 54 horas.

Algumas notas técnicas:

Girard-Perregaux
Laureato

Referência/ 81010-11-431-11A
Movimento/ Corda automática Calibre GP01800-0013, 54 horas de reserva de corda, 21.600 alt/h.

Funções/ Horas, minutos, segundos e data.
Mostrador/ Azul com motivo Clous de Paris.

Caixa Ø 42 mm / Aço, vidro e fundo em vidro de safira, estanque até 100 m.
Bracelete/ Aço com fecho de báscula

Preço/ € 11.500
Consulte o site oficial da Girard-Perregaux para mais informações sobre o Girard-Perregaux Laureato.

Relógio gentilmente para fotografar por: Torres Joalheiros