Atualidades, Relógios

ATUALIDADES – Private selling exhibition by Christie’s: relógios vintage Patek Philippe

Christies_SellingExhibiton

Paralelamente à The Watch Art Grand Exhibition New York 2017 da Patek Philippe, a Christie’s promove uma private selling exhibition de relógios vintage da marca genebrina. São mais de 300 relógios disponíveis para venda nas galerias Christie’s Rockefeller Plaza.

Imagem de abertura: Patek Philippe. ref. 533R em ouro rosa, manufaturado em 1942 e vendido em 1943. © Christie’s

Não há coincidências. E, neste caso, não há mesmo.

No âmbito da The Watch Art Grand Exhibition New York 2017 da Patek Philippe, que arranca ontem, a Christe’s New York promove uma iniciativa de private selling de relógios vintage da marca genebrina. Não se trata de um leilão. Mas sim, de uma seleção rigorosa de relógios que estão disponíveis para venda imediata, por valores que vão dos $5.000 até cerca de $5 milhões.

“O conceito é bastante simples” – refere John Reardon, responsável internacional pelo departamento de relógios da Christie’s - “Com milhares de colecionadores e entusiastas Patek Philippe que convergem em Nova Iorque, no mês de julho, este é o momento perfeito para celebrar tudo o que envolve a Patek Philippe, ao mesmo tempo que oferece aos colecionadores a oportunidade de verem e de adquirirem relógios excecionais com qualidade de museu. A procura por relógios vintage nunca foi tão elevada, e esta exposição oferece aos compradores a oportunidade de virem a adquirir um pedaço da história da Patek Philippe.”

Anel Patek Philippe de James Ward Packard.

Anel Patek Philippe de James Ward Packard. © Christie’s

A exposição que a Christie’s New York promove apresenta, assim, cerca de 300 instrumentos do tempo que refletem o desenvolvimento da marca genebrina, desde relógios únicos a complicações, nomeadamente, cronógrafos, calendários, passando por modelos Nautilus, Ellipse, Calatrava e relógios produzidos no domínio do departamento de pesquisa avançada.

Para complementar a mostra de peças disponíveis para venda, a Christie’s reuniu ainda cerca de 20 relógios de grande importância histórica, incluindo modelos raros nunca antes apresentados. “Apresentamos ao público, pela primeira vez, a bengala Patek Philippe de James Ward Packard e um anel-relógio da marca. A bengala apresenta um relógio embutido, com um movimento gravado com o nome de Packard. Também o anel tem um movimento e a caixa com o nome de James Ward Packard”, explica John Reardon.

Patek Philippe. 18k rose gold ref.5020R-1

Calendário perpétuo Patek Philippe Perpetual Calendar, ref. 2438. © Christie’s

Os relógios estarão em exibição nas galerias Christie’s Rockefeller Plaza 20 (New York, NY 10020) durante o período que decorre a The Watch Art Grand Exhibition New York 2017, promovida pela própria Patek Philippe, e cuja visita o responsável da Christie’s ac0nselha:

“Antes de nos virem visitar, eu recomendaria primeiro uma visita à The Art of Watches Grand Exhibition New York da Patek Philippe que desvenda o mundo da produção histórica e moderna da marca”.

Patek Philippe. ref. 533R em ouro rosa, manufcturado em 1942 e vendido em 1943

Patek Philippe. ref. 533R em ouro rosa, manufcturado em 1942 e vendido em 1943. © Christie’s

A “Private Selling Exhibition” é ainda complementada por palestras, visitas guiadas por John Reardon (todos os dias pelas 14 horas) e por workshops de relojoaria abertos ao público

Mas tudo isto não fica por aqui. Se estamos a falar de duas grandes exibições que vão animar Nova Iorque durante  dez dias e que serão um verdadeiro banquete para aficionados da marca, fique também a saber que entre 13 e 27 de julho, a Christie’s promove ainda online um leilão com 85 instrumenros do tempo… Patek Philippe, como é óbvio.

Consulte o site oficial da Christie’s para saber tudo o que se vai passar.