Novidades, Relógios

NOVIDADES – A estreia portuguesa dos novos TimeWalker da Montblanc

Montblanc Timewalker_1

A Montblanc Portugal escolheu o espaçoso e automobilístico ambiente da Carclasse para dar a conhecer a nova linha TimeWalker. Aqui ficam as imagens e algumas impressões, com destaque para o TimeWalker Chronograph Rally Timer Counter em edição limitada e os cronógrafos automáticos da coleção regular.

Já se sabia oficialmente desde o mês de janeiro, no Salon International de la Haute Horlogerie – e também oficiosamente desde o final do ano passado, após a divulgação no habitual evento pré-SIHH organizado pela Montblanc na companhia de um selecionado lote de órgãos de comunicação (do qual a Espiral do Tempo faz  parte). A linha TimeWalker da Montblanc tinha levado uma tal volta que poucos pontos em comum ficaram da geração anterior – somente uns resquícios aqui e ali, e mesmo assim só reconhecíveis por um olho bem atento.

Fast forward de janeiro último até ao penúltimo dia de setembro, data da apresentação oficial da renovada linha TimeWalker em Portugal – com a Montblanc Portugal a escolher as instalações da Carclasse na Avenida Marechal Gomes da Costa, ali para os lados da Expo, para acolher um evento no qual deu a conhecer os vários modelos TimeWalker enquadrados por um par de belos convertíveis clássicos da Mercedes.

Montblanc Timewalker_1

Montblanc TimeWalker Chronograph Rally Timer Counter Limited Edition tem um preço de 38.300 euros. © Espiral do Tempo

Sob a batuta criativa de Davide Cerrato, a linha Timewalker perdeu decididamente o modernismo urbano que tão bem a caraterizava para ganhar elegância desportiva – passando a exibir uma aura claramente racing que não existia até agora na coleção da marca. Terá essa sido a opção ideal?

Na opinião do autor destas linhas, a primeira geração TimeWalker apresentava caraterísticas únicas que assentavam muito bem no perfil da Montblanc e que até poderiam servir de base estética para o modelo ‘conectado’ entretanto lançado (e que surgiu declinado no traçado da linha 1858); com boa vontade ainda se conseguem estabelecer pontos de contacto entre essa primeira geração do TimeWalker e a segunda agora desvelada: os algarismos do mostrador prateado e a arquitetura lateral algo reminiscente, por exemplo.

Montblanc Timewalker

O Montblanc TimeWalker Chronograph Automatic com bracelete em aço tem um preço de 4.300 euros. O mesmo modelo com correia em pele tem um preço de 4.100 euros. © Espiral do Tempo

Mas as novas lunetas rotativas em cerâmica preta mate com grelha lateral assegura ao ‘novo visual’ TimeWalker um look completamente novo e os detalhes a vermelho (nome por baixo do logo, ponteiro dos segundos com ponta Minerva, pontos cardeais) reforçam a vertigem da velocidade com muito estilo. De qualquer modo, extinguindo-se o tal modernismo urbano, foi muito importante para a Montblanc posicionar-se no mercado de modo a chegar à relevante clientela dos desportos motorizados e poder assumir uma estratégia de comunicação assente em parcerias associadas a essa temática – como o patrocínio do emblemático Goodwood Festival of Speed, em Inglaterra.

Montblanc Timewalker

Montblanc TimeWalker Chronograph Rally Timer Counter Limited Edition. © Espiral do Tempo

Por outro lado, para além das especialidades Rally Timer e TimeWalker Chronograph 1000 (ambas em edição limitada e mais destinadas a colecionadores), a base da remodelada linha TimeWalker é sobretudo formada pelo modelo automático de três ponteiros e por cronógrafos automáticos situados num patamar de preço convidativo para o grande público – e essa estratégia de preço afigura-se como primordial na política de expansão da marca no âmbito relojoeiro, tão evidente ao longo dos últimos anos e sobretudo a partir do momento em que Jérôme Lambert passou da Jaeger-LeCoultre para a Montblanc.

O primeiro preço da coleção é o Automatic Date, que surge em destaque na rubrica ‘Em Foco’ da edição impressa da Espiral do Tempo que está aí a rebentar nas bancas – e curiosamente, a versão de mostrador negro coloca em evidência a escala dos 0 aos 60 dos segundos e dos minutos (05 a 60), em detrimento dos habituais indicadores das horas; por sua vez, a de mostrador prateado privilegia as horas.

Montblanc Timewalker_1

Montblanc TimeWalker Chronograph Rally Timer Counter Limited Edition. © Espiral do Tempo

Em ambos os casos, o mostrador é galvanizado com efeitos raiados e acompanhado de um anel contrastante no perímetro. A caixa em aço de 41mm e estanque a 100 metros é encimada por um vidro convexo que sublinha o toque vintage – e pode ser acompanhada tanto por uma bracelete em aço de três elos como por uma correia em couro perfurado. A precisão do Calibre MB 24-17 é rigorosamente testada pelo Montblanc Laboratory Test 500, como a de todos os novos modelos TimeWalker.

Montblanc Timewalker

Montblanc TimeWalker Chronograph Automatic. © Espiral do Tempo

Como não podia deixar de ser, numa linha de índole decididamente racing os cronógrafos tinham obrigatoriamente de assumir importância fundamental. E na Carclasse dedicamos especial atenção aos dois TimeWalker Chronograph Automatic (mostrador preto e mostrador prateado, com bracelete em cauchu e bracelete em aço), que fomos fotografar nos estofos vintage dos dois belos Mercedes em exposição.

Por fim, também andámos a experimentar uma das especialidades em tiragem limitada – que foi a vedeta da soirée: o singular TimeWalker Chronograph Rally Timer Counter Limited Edition (100 exemplares em titânio), inspirado no antigo cronógrafo de bordo Rally Timer da Minerva (marca especializada em cronógrafos que foi adquirida pela Montblanc, beneficiando da correspondente manufatura) e dotado do calibre MB M16.29 com botão monopulsante. O mostrador apresenta contadores alinhados diagonalmente e o sistema de fixação da correia permite a mudança do pulso para a mão ou para a mesa. Uma nuance para reforçar toda a sua originalidade…

Consulte o site oficial da Montblanc para mais informações.