Em Foco, Relógios

EM FOCO | Golden Bridge Stream Bridge Automatic by Corum

Corum_GoldenBridgeStreamBridgeAutomatic

Vejo tanta coisa quando olho para este relógio. Ao primeiro olhar admira-se a sua arquitetura, o seu design, as suas formas. De seguida, reparo num detalhe que sugere a gaiola pombalina que estruturou as casas de Lisboa após o terramoto, ou a estrutura dos pilares da ponte sobre o Tejo, filha da ponte Golden Gate de S. Francisco que, afinal, inspirou a sua criação… e só muito depois se perde tempo a ver as horas. É que há tanta coisa tão apaixonante nesta peça de arte micromecânica e de ourivesaria, e tantas referências culturais e relojoeiras, que ver as horas em semelhante objeto parece coisa demasiado prosaica. Eis o novo Golden Bridge Stream Bridge Automatic da Corum.

Inspiração Streamline Moderne

Corum_Golden Bridges

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic. © Corum

Lançado este ano, o Golden Bridge Stream Bridge Automatic da Corum é a mais recente versão inspirada na criação do mestre relojoeiro italiano Vincent Calabrese que desenhou o original nos anos 70 do século passado. Essa autêntica revolução da ‘ordem relojoeira’, que ajudou a sedimentar a especificidade da marca, foi apresentada em 1980 e ditou um novo estilo e uma nova estética relojoeira.

Inspirado num movimento da arquitetura americana dos anos 30, que durou até aos anos 60, conhecido como Streamline Moderne, este movimento abandonou os ornamentos Art Deco em favor de linhas puras e aerodinâmicas que dessem a sensação de velocidade, agilidade e modernidade associadas ao fenómeno crescente da produção em massa e da industrialização.

Este conceito de arquitetura e estética desenvolveu-se como um estilo que se distingue pela forma como tudo flui. Toda a estrutura se destaca pelas virtudes do design límpido e linear, e pela suavidade das curvas – especialmente notórios no vidro do mostrador e do fundo do relógio.

Teatralidade mecânica

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Em vez de um movimento redondo colocado numa caixa redonda, o Corum Golden Bridge tinha, o seu movimento montado num singular eixo vertical exposto numa caixa retangular em vidro. O mesmo acontece com o novo Golden Bridge Stream Bridge Automatic. Uma apresentação de teatralidade mecânica no seu melhor. Não sendo as caixas retangulares raras na relojoaria – surge-nos imediatamente à memória o Reverso da Jaeger-LeCoultre ou o Gondolo da Patek Philippe – esta faz toda a diferença pelo impacto visual que provoca. Neste caso, estamos perante uma caixa em ouro rosa de 31mm por 52,5 mm.

Movimento linear

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Combinando micromecânica de ponta e arquitetura monumental, o movimento em forma baguete do Golden Bridge Stream forma uma ponte simbólica, visível e assumidamente inspirada na ponte Golden Gate de S. Francisco. A transparência do vidro de safira na frente e no verso revela todo o minucioso trabalho de relojoaria mas, também, o de ourivesaria – justamente na miniaturização da estrutura da ponte californiana.

Cuidadosamente manufaturado, cada componente deste movimento automático trabalha exemplarmente graças a duas massas paralelas que, ao deslizar, carregam o tambor de corda com a necessária energia. Um calibre cujo design se inspirou num modelo desenvolvido nos anos 50 do século passado pela Jaeger-LeCoultre.

Coroa

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Brdige Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Para acertar esta preciosidade relojoeira, a coroa encontra-se numa posição que, há partida, parece estranha – como tudo o mais no relógio – e difícil de manusear. Não o é, no entanto. Apenas não devemos usar a coroa como habitualmente, com o indicador e o polegar, bastando o polegar para puxar e rodar a coroa.

Bracelete e fecho

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

Corum Golden Bridge Stream Bridge Automatic © Susana Gasalho / Espiral do Tempo

O relógio vem equipado com correia em pele de crocodilo, complementado por fecho de báscula em ouro rosa, personalizado com a icónica chave, emblema da marca. Limitado a 88 exemplares e já disponível em Portugal por 66.000 euros, o novo Golden Bridge Stream Bridge Automatic surge como um modelo de enorme potencial gráfico que se assemelha num primeiro olhar a um precioso pequeno cofre ou caixa de relíquia, mas que se revela depois uma verdadeira e rica cápsula do tempo.

Deixamos a ficha técnica, mas consulte o site oficial da Corum para mais informações.

Características Técnicas

Corum
Bridges – Golden Bridge Stream Bridge Automatic
Edição Limitada: 88 exemplares

Referência/ B 313/03296 – 313.100.55/OFO2 SBOIR
Movimento/ Calibre CO 313 de corda automática; 26 rubis; 28.000 alt/h; reserva de corda de 40 horas; massa oscilante linear.
Funções/ Horas e minutos
Mostrador/ Estruturas em ouro 18kt
Caixa 31mm X 52.5 mm/ Retangular em ouro rosa.Vidro de safira antirreflexos. Estanque até 30 metros.
Bracelete/ Pele de aligátor de cor castanha com fecho de báscula em ouro rosa.
Preço/ € 60.000

O Golden Bridge Stream Bridge Automatic da Corum que tivemos em mãos foi gentilmente cedido pela Torres Joalheiros da Avenida da Liberdade, Lisboa.