Novidades, Relógios

NOVIDADES – Os novos modelos Raymond Weil agora em Portugal

Raymond Weil

A Raymond Weil apresentou no sugestivo ambiente do Hard Rock Cafe, em Lisboa, as novidades da marca que começam agora a chegar a Portugal. Em destaque estiveram cinco modelos: o Freelancer David Bowie Limited Edition, o Freelancer Chronograph Gibson Les Paul, o Maestro The Beatles “Abbey Road” Limited Edition, o Shine Etoile e o novíssimo Freelancer Calibre 1212.

— 

Raymond Weil

O novo Freelancer Chronograph Gibson Les Paul em destaque num estojo que sugere o estojo da guitarra que inspirou o relógio. © Espiral do Tempo

A Raymond Weil tem surpreendido nos últimos anos com um reforço da sua posição no mundo da música, através do lançamento de modelos em edição limitada que prestam homenagem a personalidades incontornáveis ou que resultam de parcerias que fazem sentido, tendo em conta os meandros pelas quais a marca se move.

E 2017 não foi exceção.

A casa genebrina arriscou com novos modelos, mas também resolveu apostar em modelos de continuidade face a edições anteriormente lançadas.

Apresentadas oficialmente em Baselworld, no passado mês de março, grande parte das novidades começam agora a chegar a Portugal e foram essas novidades que a marca quis divulgar num evento que decorreu no Hard Rock Cafe, em Lisboa, (e que arrancou muito bem ao som de “Last Kiss” pela voz de Eddie Vedder) e no qual se salientou, em larga medida, a importância da música para a Raymond Weil.

Raymond Weil

As novas edições limitadas Freelancer Chronograph Gibson Les Paul e Maestro The Beatles “Abbey Road” da Raymond Weil. © Espiral do Tempo

Raymond Weil

No pedestal: Freelancer David Bowie Limited Edition da Raymond Weil. © Espiral do Tempo

Por aqui já abordámos alguns dos modelos apresentados, tais como o novo Freelancer Chronograph Gibson Les Paul, o novo Freelancer David Bowie Limited Edition e o novo Maestro The Beatles “Abbey Road” Limited Edition. No entanto, também o Shine Etoile, criado em parceria com a Repetto, e o novíssimo Freelancer Calibre 1212 estiveram em destaque.

Shine Etoile

Raymond Weil

Raymond Weil Shine Etoile. © Espiral do Tempo

O Shine Etoile foi lançado no âmbito de uma parceria com a Repetto, marca reconhecida, entre muitos outros aspetos, pela criação de artigos de sapatilhas de ballet e a principal surpresa no novo modelo feminino prende-se com a versatilidade associada à bracelete através de um sistema de troca fácil: no fundo do relógio, um botão desbloqueia uma anel que, ao rodar, permite retirar a bracelete com facilidade. Muito simples e prático. Esta opção justifica a as várias braceletes disponíveis para o modelo, concebidas no mesmo couro que a Repetto utiliza para os seus produtos.

Raymond Weil

Do lado direito podemos ver o Raymond Weil Shine Repetto; do lado esquerdo os novos Freelancer Calibre 1212. © Espiral do Tempo

O novo Shine apresenta uma delicada caixa de 32 mm  em aço e um mostrador galvanizado em tons de prata sugere o efeito dinâmico do tule tão associado ao mundo do ballet. Outro pormenor, passa pelos delicados ponteiros azuis e pela bonita e confortável bracelete em aço polido que permite a tal combinação com outras possibilidades de bracelete. O Shine está disponível também numa versão com luneta decorada com diamantes.

Raymond Weil Shine Etoile

Raymond Weil Shine Etoile. © Raymond Weil

Raymond Weil Shine

Raymond Weil Shine Etoile. © Raymond Weil

Freelancer Calibre 1212

O Freelancer Calibre 1212 é anunciado como o primeiro modelo a ser equipado com o novo calibre que a Raymond Weil criou em colaboração com a Sellita – o primeiro movimento exclusivo da marca, portanto. Basicamente, trata-se de um movimento completamente desenhado e desenvolvido pela marca genebrina, mas produzido pela fabricante de movimentos com sede em Le Crêt-du-Locle, nas montanhas do Jura.

Raymond Weil


Já nesta imagem, destaque para os novos Shine do lado direito e as versões Freelancer Calibre 1212 © Espiral do Tempo

A principal característica passa pela presença marcada do órgão regulador no mostrador às 6 horas porque, de resto, todo o relógio se distingue por uma marcada simplicidade com apenas indicação das horas e minutos. Batizado de Calibre RW1212 como referência ao código postal da sede da Raymond Weil, em Grand-Lancy, o novo modelo surge como um tributo aos 40 anos de espírito livre da marca suíça – importa referir que a Raymond Weil foi fundada em 1976 e tem permanecido independente e nas mãos da família que a criou. Quanto ao movimento propriamente dito, tem uma frequência de 28.800 vibrações por hora e uma reserva de corda de 38 horas. O rotor é adornado com o motivo “Côtes de Genève” e gravado com o logotipo da marca.

 

Raymond Weil Freelancer Calibre 1212

Raymond Weil Freelancer Calibre 1212 © Raymond Weil

Com caixa de 42,5mm em aço, o novo Freelancer Calibre RW1212 está disponível em diversas versões, com mostrador preto ou em tons de prata com caixa de aço e pulseira, ou com pulseira de couro, além de variações bicolores.

Preferências

Claro está que, posto isto, não poderíamos deixar de referir que entre as novidades, há sempre lugar para mencionar preferências. Na nossa opinão, continuamos fieis às convicções deste início de ano, com  a edição limitada dedicada a David Bowie e a edição limitada Freelancer Gibson Les Paul a constarem na nossa lista de eleição.

David Bowie Limited Edition

Freelancer David Bowie Limited Edition. © Espiral do Tempo/ Cesarina Sousa

Raymond Weil Freelancer_ChronoghraphlesPaul

Raymond Weil Freelancer Chronoghraph Gibson Les Paul. © Espiral do Tempo/ Cesarina Sousa

No entanto, também teremos de admitir um fraquinho pelo novo Maestro The Beatles “Abbey Road” Limited Edition, mas, neste caso, pela relação direta que tem com o primeiro modelo lançado pela marca de tributo aos ‘Fab Four‘ e porque 2017 celebra os 50 anos do álbum  Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. Eis assim uma razão simbólica que pode levar a adquirir esta edição limitada. Mesmo que no mostrador do relógio só encontremos a alusão ao incontornável Abbey Road …

(e sinceramente, olhando para a recheada capa do Sgt. Pepper’s, também não estamos bem a ver como poderiam viver, no mostrador de um relógio, tantas personalidades.

Quer dizer, poder até poderiam… afinal, não sabemos o que nos reserva o próximo ano.)

RaymondWeil_BeatlesLimitedEdition

Maestro The Beatles “Abbey Road” Limited Edition. © Espiral do Tempo

Consulte o site oficial da Raymond Weil  ou o site oficial da Torres Distribuição para mais informações.