Atualidades, Relógios

LEILÕES de GENEBRA- Day One (11/11/2017): Christie’s – Only Watch 2017

OnlyWatch

O nome diz tudo. O Only Watch trata-se de um leilão de beneficência bastante especial que é composto exclusivamente por peças únicas e irrepetíveis. Peças que são propostas diretamente por um grupo de marcas a cada dois anos com o intuito de angariar fundos para uma Associação Monegasca que tenta encontrar uma cura para a distrofia muscular de Duchenne, uma doença degenerativa para a qual infelizmente ainda não existe cura. 99% das receitas fluem assim diretamente para o esforço de encontrar uma cura para esta doença que afeta essencialmente jovens. Não é, pois, de estranhar o empenho das mais diversas marcas de primeira linha ao propor peças que gerem um elevado interesse.

qqq

O Montblanc 1858 Chronograph Tachymeter, a peça única que a Montblanc propôs para a edição de 2017 do Only Watch. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Este ano coube à Christies a oportunidade de organizar o Only Watch que se realizou ontem ao início da tarde na habitual sala do Four Seasons Hotel de Bergues, em Genebra, e no qual todas as 50 peças encontraram compradores.

A sessão começou, como esperado, às 14h30 em ponto com a chegada do Príncipe Alberto do Mónaco que foi recebido com uma sala completamente esgotada. As peças, propostas sem a habitual comissão de leiloeiro ou valor de reserva, sucederam-se a bom ritmo destacando-se uma mão cheia de lotes que foram claramente os protagonistas de uma sessão que totalizou a bonita soma de 10,776.500 francos suíços (€ 9,289,434).

aaa

O relógio escola produzido pelos alunos da Wostep, nomeadamente, Stephen Forsey, Speake Marin e Kari Voutilainen, foi arrematado por 50.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

O relógio escola produzido pelos alunos da Wostep e assinado por 16 ex alunos que são atualmente figuras de destaque da relojoaria suíça, alcançou os 50.000 francos. Entre outros assinam a peça Stephen Forsey, Speake Marin e Kari Voutilainen. Uma peça com importância, não só pelas assinaturas de relevo, mas também por se tratar do único relógio escola desta prestigiada instituição a ser “oferecido” a alguém que não se qualificou através do seu programa educacional.

jjj

Assinaturas dos 16 colaboradores que deram vida ao relógio Wostep leiloado este ano no Only Watch. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Um destes ex-alunos, Kari Voutilainen propôs um 28S, extremamente sóbrio, com mostrador negro mate que, com o lote nº 04, alcançou 75.000 francos.

kkk

Voutilainen apresentou-se a leilão também com um 28S de mostrador negro mate que alcançou 75.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

aaa

O fundo do 28S de Kari Voutilainen permite contemplar o mecanismo. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Mas a primeira verdadeira sensação da noite coube ao lote 06, um Tudor Black Bay Bronze One, ref. 7925/001, que com a sua combinação única de design, materiais e cores, provocou uma alegre disputa que terminou no extraordinário montante de 350.000 francos.

OnlyWatch

Já o título de estrela maior da sessão foi para o Patek Philippe ref. 5208T-010. Um exemplar único do celebrado modelo com repetição de minutos, fases da lua, cronógrafo central, indicação de dia e noite e calendário perpétuo de salto instantâneo, que neste caso se apresentava com caixa em titânio e mostrador azul com um padrão central em guillochée. Um caso raro na manufatura genebrina que alcançou 6.200.000 de francos num lance via telefone recebido da Ásia pelo chefe do departamento de relojoaria da Christies, John Reardon.

aaa

O Patek Philippe ref. 5208T-010: um exemplar único do celebrado modelo com repetição de minutos, fases da lua, cronógrafo central, indicação de dia e noite e calendário perpétuo de salto instantâneo. Alcançou a soma de 6.200.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

A MB&F de Maximilian Busser, que tinha proposto para o lote nº 16 uma versão única do HM 8, chegou surpreendentemente aos 210.000 francos, para o que terá contribuído o tipo de decoração que apelava claramente a um público feminino.

OnlyWatch

Uma das estrelas da noite era a colaboração entre a irreverente Urwerk e a Laurent Ferrier que deu origem ao excêntrico, mas elegante Arpal One. Apesar do belíssimo design da peça, que faz uso de uma liga criada exclusivamente para este relógio, os lances para o lote nº 20 não passaram dos 100.000 francos, apesar de o resultado ser considerado um sucesso.

qqq

100.000 francos foi o valor alcançado pelo Arpal, que resultou da improvável parceria entre a Urwerk e a Laurent Ferrier. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

A segunda estrela da noite coube ao lote nº 32 e a François-Paul Journe com o estonteante “Chronographe Monopoussoir Rattrapante Bleu”.  O relógio, com uma caixa em tântalo de 44 mm, incorporava um mostrador pouco habitual para este relojoeiro onde um telémetro laranja coabita com um taquímetro amarelo sobre um mostrador azul. O segundo lance para este relógio foi logo de 1.000.000 de francos, acabando por ser arrematado por um valor final de 1.150.000 francos.

aaa

O Chronographe Monopoussoir Rattrapante Bleu de F.P.Journe foi arrematado por 1.150.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Finalmente, e embora não tenha sido o último lote da sessão, o Audemars Piguet calendário perpétuo com caixa em cerâmica negra e mostrador azul com padrão “Grande Tapisserie” num azul “Skylight”, foi arrematado por 800.000 francos. Um valor que surpreendeu o público, pois não se esperava que o lote 47 alcançasse um valor tão elevado.

OnlyWatch

Para mais informações consulte o site oficial do Only Watch 2017 e o site oficial da Christies para ficar a par de todos os pormenores sobre os resultados.