Atualidades, Relógios

LEILÕES de GENEBRA – Day 2 (12/11/2017): Phillips – The Geneva Watch Auction: SIX

Patek Philippe

A Phillips divide habitualmente o seu leilão de Genebra em duas sessões. A primeira parte do “The Geneva Watch Auction: SIX”, ainda no sábado, sucedeu-se à febre Heuer, sendo a segunda sessão realizada já no domingo tendo-se prolongando quase até às 22h00.

Com a ajuda do “efeito” Aurel Bacs, o leilão da Phillips foi mais uma vez capaz de gerar uma boa expectativa, apesar da enorme ressaca sentida ainda por muitos após a venda do Rolex Daytona Paul Newman “Paul Newman” em Nova Iorque, e que pulverizou o recorde do mundo para um relógio de pulso ao alcançar o incrível montante de 17,8 milhões de dólares.

E a estrela da noite acabou por ser o lote 182 representado pelo Omega Turbilhão de 1947. Um protótipo que antecedeu uma pequeníssima série de sete modelos e que, pela sua estética depurada e calibre 30 l com turbilhão de 7,5 minutos (um dos primeiros num relógio de pulso), gerou uma disputa que alcançou 1.180.000 francos. O valor mais elevado alguma vez alcançado por qualquer Omega.

omega

O Omega “Tourbillon 30 I” de 1947 alcançou o valor mais elevado alguma vez alcançado por um Omega: 1.180.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Mesmo assim, o marca de Bienne teve de partilhar os seus louros com três modelos da Patek Philippe e um da Rolex, como foi o caso da ref. 6062 (lote 138), um modelo extremamente raro que alcançou 550.000 francos.

rolex

O lote 138, um Rolex de cerca de 1953, alcançou os 550.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Do lado da Patek Philippe, o lote 165 propunha a sedutora ref. 3970R com a vantagem de ser proveniente da coleção de Eric Clapton. Uma conjugação que acabou por valer 295.000 francos.

patek

O Patek Philippe ref. 3970 R de 2007 e que integrava a coleção de Eric Clapton, alcançou os 295.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

2.300.000 francos foi o valor alcançado pela ref. 2499, igualmente da Patek Philippe. Um valor justificado pela raridade e também pelo estado de conservação irrepreensível deste modelo com o número de lote 187. Uma verdadeira viagem no tempo.

patek2

O Patek Philippe ref. 2499 de 1971 subiu aos 2.300.000 francos. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Finalmente o lote 231 era composto pela ref. 2497, em ouro branco, cujo estado de conservação excecional lhe valeu o cognome “The Excepcional White”. O modelo encontrou um novo proprietário que, no entanto, teve de deixar 1.900.000 francos para o poder levar para casa.

patek3

O Patek Philippe ref.2947 de 1954, The Exceptional White, foi leilado por 1.900.000 francos suíços. © Carlos Torres/ Espiral do Tempo

Consulte o site oficial da Philipps para mais informações sobre os relógios e resultados do leilão.

Nota: todos os valores apresentados não incluem a comissão de leiloeiro.