Novidades, Relógios

NOVIDADES | Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph (primeiras impressões, fotos e preço)

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph 05

A Montblanc irá apresentar oficialmente na edição de 2018 do SIHH dois novos membros na coleção TimeWalker equipados com movimento de manufatura: o TimeWalker Manufacture Chronograph e o TimeWalker Rally Timer Chronograph Limited Edition 100. Hoje destacamos o primeiro.

Temos acompanhado com crescente interesse a evolução da coleção de relógios Montblanc. Marca germânica reconhecida essencialmente por ser líder no segmento das canetas, viu a sua estratégia relojoeira totalmente redefinida em 2014 quando Jérôme Lambert, antigo responsável máximo da Grande Maison Jaeger-LeCoultre assumiu o comando, em Hamburgo, da Montblanc. O ritmo frenético das apresentações e uma vontade de desenvolver novidades mecânicas altamente sofisticadas com preços competitivos, permitiu à Montblanc conquistar um lugar muito merecido no mundo restrito da bela relojoaria. E, este ano, a marca assumiu novas ambições ao redesenhar por completo a linha TimeWalker.

Outrora com códigos estéticos modernos e elegantes, a coleção TimeWalker, apresentada em janeiro passado no Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH), surgiu com novos modelos claramente inspirados pelo mundo automóvel e pela herança da Manufatura Minerva – um tema bem destacado na edição de inverno 2017 da Espiral do Tempo. 

Adquirida em 2006 pela Montblanc, a Minerva especializou-se no início do século XX na medição de tempos curtos, tendo chegado a desenvolver instrumentos de precisão capazes de medir o 1/5 de segundo em 1911, aumentando para 1/100 em 1916. É interessante notar que a Heuer revindica igualmente esta precisão, no mesmo ano, com a introdução do Mikrograph. Poderia ter havido algum tipo de consórcio técnico que juntou várias manufaturas, à semelhança do que aconteceu em 1969 com o  cronógrafo automático Calibre 11?

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph. © Montblanc

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph. © Montblanc

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph

Consolidando ainda mais o caráter desportivo clássico da coleção, o diretor do polo relojoeiro da Montblanc, o italiano David Cerrato, levou o exercício do “revivalismo” um pouco mais longe ao lançar recentemente mais dois modelos TimeWalker que serão apresentados oficialmente na abertura do SIHH 2018, no próximo dia 15 de janeiro: o Timewalker Manufacture Chronograph e o Timewalker Rally Timer Chronograph Limited Edition 100. No pulso tivemos, durante uns instantes, o primeiro.

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph num wristshot Espiral do Tempo. @ Hubert de Haro

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph num wristshot Espiral do Tempo. @ Hubert de Haro

Na fotografia que tirámos numa sessão exclusiva de apresentação das novidades da marca para 2018, o mostrador vincadamente vintage salta à primeira vista. Com totalizadores negros às 3, 6 e 9 horas, sob um fundo branco casca de ovo, (assinatura dos mostradores Panda) e alternância entre indexes e numerais, este cronógrafo “tri-compax” de aço está equipado com o calibre de manufatura Montblanc 25.10 de corda automática, composto por 232 componentes e com uma frequência de 4 hertz (28.800 alt/h). Além das horas, minutos, pequenos segundos e cronógrafo, o relógio indica ainda a data por meio de uma janela perto das 4 horas.

Lembramos que o atual TimeWalker Chronograph apresenta o mecanismo Montblanc 25.07, baseado no Sellita SW500, por isso, o desenvolvimento de um calibre próprio de manufatura foi argumento mais do que suficiente relevante para surgir no nome do relógio. Por outro lado que quase que podemos apostar que este novo movimento cronográfico com roda de colunas e embraiagem vertical passará a equipar futuros modelos da marca. O fundo em aço apresenta uma inserção em vidro de safira esfumado que permite apreciar o movimento.

Com um diâmetro ideal de caixa de 43 milímetros, a sensação no pulso torna-se ainda mais agradável graças à correia de couro castanha sfumato diretamente produzida pelos ateliers Montblanc Pelletteria, em Florença. A luneta em cerâmica negra inclui a clássica escala taquimétrica em branco, mais um detalhe do espírito desportivo do relógio.

 

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph equipado com o calibre MB M16.29. © Montblanc

Montblanc TimeWalker Manufacture Chronograph equipado com o calibre MB M16.29. © Montblanc

O Timewalker Manufacture Chronograph deverá ser disponível a partir de setembro de 2018, com um preço aproximado de 5.000 euros. Um valor perfeitamente adequado a um modelo equipado com mecanismo de manufatura, e um estilo vincadamente vintage.

Não temos dúvidas de que este ‘panda germânico´irá seduzir muito além dos aficionados da bela relojoaria.

Consulte o site oficial da Montblanc para mais informações.

Características Técnicas

Montblanc
TimeWalker Manufacture Chronograph

Referência/ 118488
Movimento/ Mecânico de corda automática Calibre MB 25.10 de manufatura, 46 horas de reserva de corda, 28.800 alt/h, roda de colunas.
Funções/ Horas e minutos ao centro, pequenos segundos às 6 horas, escala taquimétrica na luneta, segundos do cronógrafo ao centro, totalizadores de 30 minutos, e 12 horas às 3 e às 9 horas.
Caixa Ø 43 mm e 15, 2mm de espessura/ Aço, vidro de safira com tratamento antirreflexos dos dois lados, fundo em aço com inserção de vidro de safira esfumado.
Mostrador/Dito ‘Panda’ com fundo branco e contadores pretos, número arábicos com revestimento Super-LumiNova®, ponteiros dauphine luminescentes. Ponteiro dos segundos do cronógrafo com seta Minerva na extremidade.
Bracelete/ Calfe, perfurada e em tom castanho envelhecida.
Preço/ € 5.000