Em Foco, Relógios

EM FOCO | F.P.Journe Octa Quantième Perpétuel

F.P. Journe_Octa_Quantieme_Perpetuel_Entrada

Edição impressa | Legibilidade, simplificação e complexidade. Termos que, num relógio como o Octa Quantième Perpétuel, do mestre François-Paul Journe, são, na realidade, uma conjugação de atributos estéticos, conceptuais e mecânicos que raramente encontramos num relógio deste género. Um modelo onde o que observamos sobre o mostrador é um verdadeiro prelúdio à sinfonia mecânica que ocorre mais abaixo. O calibre de corda automática 1300.3 em ouro rosa surpreende não só pela estética, mas também por ser capaz de reduzir a complexidade de um calendário perpétuo de salto instantâneo a apenas 340 componentes.

Artigo originalmente publicada no número 61 da Espiral do Tempo

© F.P. Journe Invenit et Fecit

© F.P. Journe Invenit et Fecit

Legibilidade

A maioria dos calendários perpétuos requer uma pausa de alguns segundos de maneira a que se perceba o que realmente se está a passar no mostrador. No caso deste Octa, o fator legibilidade foi elevado ao ponto em que todas as indicações comunicam de forma clara com o observador. Dia, mês e data estão onde devem estar, e a única indicação que necessita de correção a cada quatro anos encontra-se discretamente integrada sob os ponteiros das horas e dos minutos.

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

Simplificação

Habitualmente, o acerto de um calendário perpétuo pode causar algumas dores de cabeça. Mas este não é o caso do Octa QP, onde todas as correções podem ser efetuadas com recurso à coroa e às suas três posições. Todas, com exceção da correção dos meses, que faz uso exclusivo de uma pequena alavanca magistralmente inserida sob a asa superior esquerda da caixa.

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

Complexidade

A já considerável complexidade de um calendário perpétuo é, no caso deste Octa, elevada a um patamar superior devido à integração de um sistema de salto instantâneo para as indicações. E como se não bastasse, Journe reforça o processo com um sistema de acumulação de energia que é libertada instantaneamente assim que se verifica uma mudança de data, dia ou mês.

F.P. Journe Octa Quantième Perpétuel. © Susana Gasalho/Espiral do Tempo

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

F.P. Journe_Octa_Quantieme_Perpetuel_06

© Susana Gasalho/Espiral do Tempo

 

Características Técnicas

F.P.Journe – Invenit et Fecit
Octa Quantième Perpétuel

Referência / FPJ.OQ.P40.OV.B
Movimento / Mecânico de corda automática, calibre FPJ 1300-3, 160 (+-12) horas de reserva de corda.
Funções / Horas e minutos centrais, ano bissexto, dia, mês, data em janela dupla e indicação de reserva de corda.
Caixa Ø 42 mm / Ouro rosa de 18 kt, vidro e fundo em vidro de safira.
Bracelete / Pele de aligátor com fecho de fivela em ouro rosa 18 kt.
Preço / € 73.900

Consulte o site oficial da F.P.Journe ou o site oficial da Torres Distribuição para mais informações.