Novembro 2018

GPHG2018-destaque

ATUALIDADES | GPHG 2018: o grande rescaldo

Em Genebra | O devido rescaldo da 18ª edição do Grand Prix d’Horlogerie de Genève, que este ano voltou a destacar – talvez mais do que nunca – a alta-relojoaria com a assinatura dos criadores independentes. Com as devidas notas de bastidores e dos eventos pós-cerimónia!

Grand-Prix-Dhorlogerie-Geneve

ATUALIDADES | Grand Prix d’Horlogerie de Genève 2018: acompanhe em direto

É já hoje que decorre a cerimónia de entrega dos galardões associados à edição de 2018 do Grand Prix d’Horlogerie de Genève. E se os palpites são muitos no que diz respeitos aos vencedores, uma coisa é certa: no ano passado o principal prémio foi atribuído ao L.U.C Full Strike da Chopard. A Espiral do Tempo marca presença no evento, claro, e em breve iremos apresentar as nossas impressões. Mas para já, convidamos a acompanhar em direto a cerimónia, através dos canais oficiais da própria iniciativa.

TAG Heuer Carrera Calibre 16 Chronograph © TAG Heuer

PRIMEIRAS IMPRESSÕES | TAG Heuer Carrera Calibre 16 Chronograph: sobre rodas

Algumas datas definem uma marca. Podem simbolizar a sua idade de ouro, mas também um momento muito especial na sua existência. É o que sucede com o TAG Heuer Carrera, que completa 55 anos em 2018. A marca, para celebrar a data, não encomendou um memorável bolo de aniversário. Preferiu lançar dois modelos do Carrera Calibre 16 Chronograph, que revisitam o famoso cronógrafo destinado aos profissionais e amantes do desporto automóvel. Ambos surgem inspirados no espírito e nas cores dos carros voadores que hipnotizaram gerações.

Grand-Prix-DHorlogerie

RECOMENDADO | A propósito do Grand Prix d’Horlogerie de Genève 2018

A cerimónia oficial do Grand Prix d’Horlogerie de Genève vai decorrer amanhã, dia 9 de novembro.  Na edição de 2017, o grande vencedor foi o Chopard L.U.C Full Strike em mais um ano fora de série para Karl-Friedrich Scheufele. E quem serão os grandes gloriosos deste ano? Ninguém adivinha, mas há sempre palpites. Por isso, recomendamos hoje alguns artigos que nos abrem o apetite para o grande momento que aí vem.   

Casa-da-Cerca-27

TENDÊNCIA | Relógios de senhora: complicações à medida

Contrariando a crença de que as mulheres são complicadas, no mundo da relojoaria de pulso, complicados mesmo são os relógios de homem que, na sua maioria, tendem a ser tecnicamente mais elaborados e com maior variedade de complicações quando comparados com os relógios femininos. Mas apesar de continuar a ser este o panorama geral, nunca como hoje se viu tanta vitalidade no domínio das complicações relojoeiras destinadas a senhoras. 

WPA-Exhibition

AGENDA | Watch Photo Awards Exhibition

Durante os últimos seis meses, milhares de pessoas submeteram as suas fotos para os Watch Photo Awards, o primeiro concurso internacional exclusivamente dedicado à fotografia de relógios. De maio e outubro a criatividade dos participantes foi posta à prova com um tema mensal diferente. Depois de escolhidas as 10 melhores fotos por um júri selecionado, o vencedor final de cada tema foi escolhido pelo público através do facebook da iniciativa. Agora, os 60 finalistas têm os seus trabalhos expostos no Museé d’Art et d’Histoire, em Genebra, numa exibição que junta, também, os finalistas do Grand Prix d’Horlogerie e participações da Fondation de la Haute Horlogerie e da Haute Ecole d’Art et de Design (HEAD). De 1 a 14 de novembro de 2018. Local: Musée d’Art et d’Histoire, Genebra. Mais info: watch-photo-awards.com

181018CH24_ZegarekRoku-MK-0706 (1)

ATUALIDADES | Relógio do Ano: primeiras escolhas

Em Varsóvia | Já começaram a ser eleitos os melhores relógios de 2018 um pouco por esse mundo fora. A escassos dias do Grand Prix d’Horlogerie de Genève, aqui fica a seleção dos Relógios do Ano na já tradicional cerimónia ocorrida em Varsóvia. Com a presença de uma velha glória do futebol português e um triplete da A. Lange & Söhne…

Montblanc 1858 Geosphere © Montblanc

EM FOCO | Montblanc 1858 Geosphere: para viajantes e aventureiros

De inspiração vincadamente rétro, a linha 1958 rapidamente assumiu uma importância fulcral na coleção relojoeira da Montblanc – sendo enriquecida, este ano, com um lote de atraentes novidades. Entre estas novidades, destaca-se o Geosphere, tanto pelo visual de grande originalidade, como também pela peculiar complicação mecânica que lhe está associada, desenvolvida nos ateliers da marca em Villeret. Trata-se de um relógio com duplo fuso horário que inclui um submostrador para um indicador suplementar de 12 horas e dois hemisférios que permitem o visionamento global de todas as zonas horárias do Planeta.