Relógios

PRIMEIRAS IMPRESSÕES | Lange 1 Daymatic ‘25th Anniversary’

ALS-LANGE-1-DAYMATIC-25th-Anniversary-ENTRADA

O irmão mais discreto do Lange 1 foi naturalmente recordado pela A. Lange & Söhne e integrado no rol de versões comemorativas do 25º aniversário do mais emblemático modelo da manufatura germânica. O Lange 1 Daymatic ‘25th Anniversary’ é o oitavo dos anunciados dez relógios de tributo lançados ao longo de 2019.

Se há modelo na coleção regular da A. Lange & Söhne que mereceria maior reconhecimento por parte dos aficionados, esse modelo é seguramente o Lange 1 Daymatic – que foi introduzido no catálogo da marca em 2010 como uma espécie de irmão automático do famoso Lange 1. Aliás, o Lange 1 Daymatic parece mesmo uma imagem espelhada do Lange 1, porque as indicações do mostrador surgem invertidas… com uma nuance muito especial: a tradicional escala da reserva de marcha foi substituída por uma escala aparentemente idêntica mas que na verdade apresenta os dias da semana. Uma versão especial do algo ‘esquecido’ Lange 1 Daymatic surge agora como oitavo modelo da linhagem comemorativa que a manufatura germânica tem apresentado ao longo de 2019 para celebrar as Bodas de Prata do Lange 1.

Lange 1 Daymatic '25th Anniversary'. © A. Lange & Söhne

Lange 1 Daymatic ’25th Anniversary’, com a indicação do dia da semana através de ponteiro retrógrado à esquerda. © A. Lange & Söhne

De facto, o Lange 1 e o Lange 1 Daymatic parecem idênticos mas na verdade são diferentes. Parecem gémeos mas são ‘apenas’ irmãos, embora irmãos de caraterísticas mecânicas distintas daquelas que são partilhadas entre o Lange 1 e o Grand Lange 1. Até porque nasceram em séculos distintos: o Lange 1 original de corda manual foi lançado em 1994 e surpreendeu o universo relojoeiro pela sua estética e técnica associada, passando a ostentar o estatuto de ex-libris da marca alemã renascida após a queda do Muro de Berlim e depois de décadas asfixiada pela política industrial da antiga República Democrática da Alemanha; o Lange 1 Daymatic de corda automática é 16 anos mais novo, tendo sido lançado em 2010.

Lange 1 © A. Lange & Söhne

Lange 1 ’25th Anniversary’, com a sua escala indicativa da reserva de corda à direita. © A. Lange & Söhne

O Lange 1 Daymatic é uma espécie de realidade alternativa do Lange 1, uma imagem espelhada de carga automática do seu célebre irmão mais velho de corda manual. Naturalmente, o Lange 1 foi o primeiríssimo modelo da dezena de edições comemorativas da Lange & Söhne destinadas a comemorar os seus próprios 25 anos – o Lange 1 ‘25th Anniversary’ foi anunciado no final do ano passado e apresentado ao vivo no Salon International de la Haute Horlogerie, em janeiro, com uma tiragem mais robusta de 250 exemplares. Todas as restantes edições comemorativas já desveladas têm sido restritas a 25 peças, como sucede com o Lange 1 Daymatic ‘25th Anniversary’.

Recto e verso: o Lange 1 Daymatic '25th Anniversary'. © A. Lange & Söhne

Recto e verso: o Lange 1 Daymatic ’25th Anniversary’. © A. Lange & Söhne

As caraterísticas especiais do Lange 1 Daymatic ‘25th Anniversary’ são transversais à coleção do jubileu, a partir de uma caixa em ouro branco (com um diâmetro de 39,5 milímetros) equipada de um mostrador em tom prateado com submostradores rebaixados e ponteiros temperados e revenidos a azul. Como nos restantes modelos, o grafismo – incluindo os algarismos da típica data sobredimensionada da Lange – apresenta a mesma tonalidade azulada dos ponteiros. E, como complemento, uma correia azul de pele de crocodilo cosida à mão com fivela em ouro branco maciço reforça a palete bicromática da coleção comemorativa.

AS DIFERENÇAS

Mas são as pequenas diferenças que realmente importam no Lange 1 Daymatic, comparativamente com o Lange 1. No mostrador ‘invertido’, o submostrador das horas e dos minutos foi deslocado para a direita, enquanto os pequenos segundos e a data sobredimensionada transitaram para a esquerda. A indicação de reserva de corda do Lange 1, tipicamente localizada numa zona à direita contígua à coroa, foi substituída no Lange 1 Daymatic por uma escala do dia da semana no lado oposto do mostrador; o ponteiro retrógrado percorre a semana indicando o respetivo dia e salta para trás de modo a reiniciar nova contagem no início da semana seguinte.

A indicação analógica dos dias da semana substitui a escala da reserva de corda. © A. Lange & Söhne

A indicação analógica dos dias da semana substitui a escala da reserva de corda. © A. Lange & Söhne

Quanto à troca propriamente dita, prende-se sobretudo com o facto de a indicação de reserva de marcha não ser tão importante num relógio automático – libertando assim espaço para uma indicação suplementar e, num modelo de carga automática, a informação do dia da semana afigura-se mais relevante do que o estado da autonomia de corda. Para mais, a indicação do dia da semana complementa de maneira ideal a data sobredimensionada para uma interessante combinação de calendário.

A componente 'automática' é bem visível através do rotor em ouro com segmento exterior em platina. © A. Lange & Söhne

A componente ‘automática’ é bem visível através do rotor em ouro com segmento exterior em platina. © A. Lange & Söhne

No interior, as diferenças são ainda mais marcantes no plano técnico devido ao distinto sistema de carregamento de energia: o Lange 1 precisa de corda manual fornecida pela rotação da coroa; o Lange 1 Daymatic pode precisar de algumas rotações da coroa para entrar em funcionamento, mas depois basta a movimentação natural do pulso para que se mantenha a andar. O calibre automático de manufatura L021.1 está dotado de um rotor de grandes dimensões com eixo central e massa periférica em platina que se revela particularmente eficiente no fornecimento de corda – e efetua a sua rotação acima do movimento decorado, sendo possível apreciar-se através do fundo transparente em vidro de safira as diversas técnicas de acabamento decorativo típicas de Glashütte, como as nervuras e a perlage. Assente numa espiral Lange de fabrico próprio, o sistema oscilador é regulado através de cinco parafusos excêntricos no anel do balanço. Imobilizado com a carga completa, garante uma reserva de marcha máxima de 50 horas: dá para o tirar na sexta, trocar por outro modelo para o fim-de-semana e voltar a colocá-lo no pulso na segunda-feira ainda em funcionamento.

O incontornável selo identificativo da coleção do 25º aniversário: a gravação '25' destacada a azul no movimento de cada modelo comemorativo. © A. Lange & Söhne

O incontornável selo identificativo da coleção do 25º aniversário: a gravação ’25’ destacada a azul no movimento de cada modelo comemorativo. © A. Lange & Söhne

O calibre L021.1 de corda automática foi concebido para corresponder aos mais precisos parâmetros Lange de qualidade, tendo sido decorado e assemblado à mão duas vezes; está ajustado com precisão para cinco posições e, no caso particular da versão Lange 1 Daymatic comemorativa, tem o seu galo do balanço gravado à mão com a insígnia da típica data sobredimensionada Lange preenchida com tinta azul. Essa gravação alusiva ao jubileu presente nas edições comemorativas das Bodas de Prata é destacada através de um detalhe muito especial: utilizando os algarismos 25, a emblemática data sobredimensionada da Lange surge gravada num padrão floral preenchido com tinta azul.

Os oito magníficos. Ficam a faltar dois para a dezena prevista. © A. Lange & Söhne

Os oito magníficos. Ficam a faltar dois para a dezena prevista. © A. Lange & Söhne

Resumindo as versões especiais já lançadas no âmbito das Bodas de Prata, aqui fica a lista: o Lange 1 foi lançado em janeiro, o Grand Lange 1 Moon Phase em fevereiro, o Little Lange 1 em março, o Lange 1 Tourbillon Perpetual Calendar em abril, o Lange 1 Time Zone em maio, o Lange 1 Moon Phase e o Grand Lange 1 em julho e agora o Lange 1 Daymatic em agosto. Ficam a faltar apenas dois modelos…