Carlos Torres

DubaiWatchWeek

PONTO de VISTA: Dubai na Suíça?

Ao longo de toda a semana passada, e à medida que ia publicando imagens na minha conta do Instagram sobre os ateliers e manufaturas que visitei na Suíça, entre Genebra e o cantão de Neuchâtel, eram vários os seguidores que me questionavam sobre a razão de ser do “hashtag” #TheRoadToDubaiWatchWeek. A pergunta era pertinente.

Destaque_leiloes

PONTO de VISTA: a peculiar ‘Vida nos Leilões’ de relojoaria

É um dos documentários que mais me fascinaram quando era bastante mais novo, e  que tornaram  inesquecível aquela cena em que Sir David Attenborough, escondido atrás de um arbusto, descrevia em sussurros a vida animal que decorria a poucos metros, ignorando a presença do celebrado naturalista. Algumas cenas dos 13 episódios de a Vida na Terra, rodada em 1979, vieram-me à memória durante o fim de semana passado quando tive o privilégio de, mais uma vez, estar na sala, em Genebra, durante os três leilões de primavera das mais importantes casas da atualidade.

Raymond Weil

PONTO de VISTA: a Raymond Weil, a Música e o Tempo

Por mais que puxe pela memória não me recordo de a Raymond Weil alguma vez ter abdicado da sua fonte de inspiração baseada no universo da música. Linhas como a Othello ou Parsifal inspiraram-se nas óperas de Verdi e Wagner e transportavam o imaginário de quem adquiria um dos modelos para a tragédia Shakespeariana de um general Mouro em Veneza ou a demanda de um cavaleiro da Távola Redonda pelo Santo Graal.

Entrada_CT

PONTO de VISTA: afinal, qual é a sua tribo?

Se gosta de relojoaria mecânica existe uma boa probabilidade de gostar também de tudo o que envolva motores, o resultado de associarmos engrenagens, óleos, combustíveis (de preferência com um índice de octano elevado), válvulas, pistões, etc, etc… O tipo de pessoa, afinal, a quem os britânicos gostam de chamar de “Petrol head”… cabeça de gasolina… para ser mais preciso!

who am i

PONTO de VISTA: crise de identidade

Recordar-se-ão certamente do artigo de Jack Forster, editor chefe do site norte americano Hodinkee, que a Espiral do Tempo destacou aqui no passado dia 6 de março. Nele, o autor dissertava sobre a distinção entre o que define um Horologista de um não Horologista, um tema que quando é abordado dá sempre pano para mangas e que, não poucas vezes, gera uma saudável polémica.

Galeria

PONTO de VISTA: a 54.000$ USD por minuto

Sopram ventos de mudança no mundo da relojoaria e, curiosamente, uma boa parte da corrente de ar tem sido provocada por meios de comunicação especializados como a holandesa Fratello Watches ou a norte americana Hodinkee. Ainda ninguém se constipou seriamente, mas é inequívoco que já há narizes vermelhos.

Dubai Watch Week

Dubai Watch Week: paixão, conhecimento e comunidade!

EdT57 — Mais do que nos relógios, a Dubai Watch Week (DWW) centrou-se nas pessoas que compõem o setor, sejam relojoeiros, gestores, colecionadores ou simples entusiastas. Aclamado unanimemente como um evento singular sem paralelo na indústria pela forma como colocou a arte e a paixão pela relojoaria à frente do próprio produto, abordámos alguns protagonistas do evento —para perceber qual o seu significado para o setor.

Make_Watchmaking_Great_Again

Reflexões em Genebra: ‘Let’s Make Watchmaking Great Again!’

Há uma atração quase irresistível por parte de quem escreve sobre alta relojoaria para fazer analise económica sobre o setor, como se esse fosse o ângulo principal sobre o qual a maioria dos consumidores baseia a sua opção de compra. Um exercício de redação que é executado como se o autor se estivesse a dirigir aos leitores de um Financial Times.

ponteiros

Ponteiros: Apontar não é feio

EdT56 — Mais do que apenas um elemento estritamente funcional, os ponteiros de um relógio podem também ser um elemento de afirmação de uma marca. Entre função, estética e origem histórica, eles têm, afinal, muito mais para contar do que apenas as horas e os minutos de cada dia.