Hubert de Haro

Jaeger-LeCoultre Geophysic Tourbillon Universal Time © Espiral do Tempo/ Susana Gasalho

EM FOCO | Jaeger-LeCoultre Geophysic Tourbillon Universal Time

Edição impressa | O Geophysic Tourbillon Universal Time é o mais recente elemento a integrar a família Geophysic, relançada pela Grande Maison, em 2014. Imediatamente reconhecível pelo turbilhão volante que orbita em torno do seu centro em 24 horas, a estética ímpar do seu globo convexo seduzirá qualquer amante da bela relojoaria. A integração da gaiola do turbilhão no mostrador, bem com as escolhas cromáticas dos artesãos da Manufatura figuram como alguns dos elementos a destacar na complicação com a assinatura da casa de Le Sentier. 

Franck Muller

ENTREVISTA | Franck Muller: era uma vez

Edição impressa | Franck Muller esteve de visita a Portugal para celebrar os 25 anos da marca que fundou e nós não poderíamos perder a oportunidade de conversar um pouco com ele. Mais uma vez. A verdade é que já por diversas vezes entrevistámos o mestre das complicações e, sempre que o fazemos, ficamos com a sensação de que aprendemos algo de novo. Bem disposto como é habitual, recebeu-nos de braços abertos, na Quinta da Bacalhôa, em Azeitão.

Espiral do Tempo 61 capa

EDIÇÃO IMPRESSA | Programa de fim de semana: degustar o nº 61 da Espiral do Tempo

Começa agora a chegar às bancas a edição de inverno 2017 da Espiral do Tempo que vem encerrar em grande mais um ano relojoeiro. Em destaque, uma entrevista exclusiva a Franck Muller, no âmbito das celebrações dos 25 anos da marca, o que justificou a nossa opção de capa. Por outro lado, apresentamos, em jeito de resenha, um apanhado de tudo o que se passou ao longo de 2017 no setor. A Junghans, que regressou recentemente a Portugal, é uma das marcas abordadas, mas também Jean-Marc Wiederrecht, atual nome incontornável no domínio da relojoaria. Leia aqui o editorial.

Montblanc_30

PONTO de VISTA | Underdog

Esta semana, a Montblanc revelou aos cerca de 80 jornalistas que integram o exclusivo Club 4810 a sua estratégia para 2018, bem como as novidades que serão apresentadas no próximo Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH) a decorrer na terceira semana de janeiro de 2018, em Genebra. Sem podermos revelar nada de estratégico, já que toda a informação recolhida padece de um rigoroso embargo até o primeiro dia do SIHH, eis as nossas impressões.

destaque Thierry Stern Patek Philippe

VISITA À MANUFATURA | Patek Philippe: Voar mais alto

Edição impressa | Tive o privilégio de privar com o presidente da Patek Philippe, Monsieur Thierry Stern, duas vezes nos últimos dois meses. A primeira, em Nova Iorque, no passado mês de julho, para descobrir a incrível exposição The Art of Watches promovida pela própria Patek Philippe. A segunda, há escassos dias, na Suíça, em Plan-les-Ouates, na sede da manufatura. Entre estes dois momentos, toda a equipa editorial decidiu escolher o Calatrava Pilot Dual Time 5524G como capa da nossa 60.ª edição. Todo um símbolo.

Espiral do Tempo

EDIÇÃO IMPRESSA | Espiral do Tempo celebra 60 edições ( e, no entanto, parece que começámos ontem!)

O número 60 reveste-se de uma importância muito especial para os apreciadores da bela relojoaria: 60 segundos perfazem um minuto e 60 minutos somam uma hora. Mestres relojoeiros, engenheiros e designers devem imperativamente sujeitar-se a esta convenção, pedra angular de qualquer novo mecanismo ou mostrador. O diktat do número 60 é praticamente inevitável, num momento em que celebramos 60 edições. Neste contexto, o número 60 foi, naturalmente, eleito como temática desta edição. Uma edição muito especial, onde procurámos ultrapassar os lugares comuns para surpreender ainda mais os nossos leitores.

Wilhelm Schmid destaque

ENTREVISTA | Wilhelm Schmid: petrolhead

EdT59/ Diz-se que a vida é uma viagem. E que viagem incrível foi a que Clärenore Stinnes viveu! Aos 26 anos, esta jovem alemã tornou-se na primeira mulher a dar a volta ao mundo de automóvel – que ela própria conduziu. Foram precisos cerca de dois anos, mais precisamente 760 dias, para atravessar 23 países com o seu Adler Standard 6 equipado com um motor de seis cilindros em linha. 46.758 quilómetros depois da sua partida, chegou a Berlim em segurança no dia 24 de junho de… 1929. E parece-me que, voltando à sua infância, ninguém da sua família terá previsto isto. Tal como nada faria prever que o filho de um comerciante germânico de automóveis, formado para ser mecânico toda a sua vida, se tornaria, um dia, no líder de uma das mais reconhecidas marcas de alta-relojoaria. Senhoras e senhores, um grande aplauso para Herr Wilhelm Schmid, atual chief executive officer da A. Lange & Söhne!

destaque Patek Philippe NY

PONTO de VISTA | Liderança ( a propósito da Patek Philippe – The Art of Watches Grand Exhibition New York 2017)

Desde que me lembro, sempre gostei de viajar. Terá certamente a ver com a minha família e a sua curiosa propensão para emigrar. No caso do meu avô e do meu pai, a viagem sem regresso marcado foi forçada pela instabilidade política e social dos países onde tinham nascido. No meu caso, e agora do meu filho Diego, a situação muda de figura, já que emigrámos por vontade própria.