Histórias

Entrada ChronOris

Ponto de vista: Oris neo-vintage – viagem ao passado

Baselworld cumpre este ano o seu centésimo aniversário – e o número de modelos de diferentes marcas apresentados ao longo de um século deve atingir seguramente as várias centenas de milhar. Alguns deles são repescados de um passado mais ou menos glorioso para se tornarem num grande sucesso e a moda do neo-vintage está mesmo para ficar. A Oris é das companhias relojoeiras que melhor tem surfado nessa onda.

destque

Baselworld 2017: Tudor Black Bay – mais um mergulho na história

A Tudor tem conseguido notáveis exercícios de estilo na adaptação de códigos estéticos do seu passado a uma coleção actual de inspiração vintage. Estreada com o Heritage Chronograph (em 2010) e incluindo ainda o Heritage Advisor (2011), essa linha surge em todo o seu esplendor estilístico no Heritage Black Bay – cuja família nascida em 2012 acaba de ser enriquecida com mais versões de três ponteiros e sobretudo um novo cronógrafo automático.

A. TAG HEUER CONNECTED MODULAR 45 (5)

Técnicas de Avant-Garde no novo TAG Heuer Connected Modular 45

As iniciais da marca TAG Heuer significam Techniques d’Avant Garde. E foi com os olhos postos em soluções técnicas vanguardistas que a marca suíça apresentou nesta terça-feira a nova geração do seu smartwatch: o Connected Modular 45. A modularidade e o labéu Swiss Made estiveram tanto ou mais em destaque do que o conteúdo eletrónico.

Patek Philippe Nautilus Ref. 5711/1P-001

Patek Philippe Nautilus: a força dos 40

EdT57 —Da lenda para a história: o ícone submersível Nautilus da Patek Philippe completou em 2016 o seu 40.º aniversário com o lançamento de dois inesperados modelos comemorativos que rebentaram a escala e deixaram os aficionados em polvorosa. O que diria o Capitão Nemo?

Leituras_Hodinkee_relojoaria

Recomendado: gostar de relógios e gostar de Horologia — coisas diferentes

Esta semana resolvemos destacar apenas um artigo, pela força que tem. Porque para muitos, alta-relojoaria significa apenas relógios de preços elevados, e porque há, sem dúvida, uma diferença entre gostar de relógios e gostar de Horologia, convidamos à leitura de um texto que nos mostra que nisto do gostar de relógios, há diversas vertentes. E também há aquilo a que se chama ‘saber um pouco de tudo’. 

ouro

Corrida ao ouro

EdT57 — Metal precioso por excelência, o ouro sempre esteve presente desde os primórdios da relojoaria e mantém-se como material de exceção no universo relojoeiro de prestígio. Mas a sua utilização tem evoluído a par dos progressos técnicos e estéticos das últimas duas décadas no setor — aqui ficam as mais recentes novidades de uma corrida cujo interesse tem redobrado graças ao lançamento de novas ligas, tonalidades e aplicações.