Histórias

entrada_bronze

TENDÊNCIA: trabalhar para o bronze

EdT 59/ Os relógios em bronze não constituem particular novidade, mas passaram a ser mainstream a partir do momento em que a Panerai lançou a primeira edição do seu Bronzo — hoje em dia, já vai na terceira e, entretanto, várias outras marcas de renome adotaram um material que tem acompanhado a história da Humanidade nos últimos quatro milénios, e que, aquando do seu advento, se tornou tão relevante que mereceu uma era batizada com o seu nome. Estaremos nós na Idade do Bronze na relojoaria?

Entrada_nossa_escolha

RECOMENDADO: a semana que passou em destaque

Neste início de semana, apresentamos três sugestões muito variadas que não se centram num relógio em si, mas no mundo da relojoaria em geral: uma entrevista a Al Pacino, um podcast com questões colocadas pelos próprios ouvintes e um artigo centrado nas campanhas publicitárias das marcas de relógios. 

Entrada_CT

PONTO de VISTA: afinal, qual é a sua tribo?

Se gosta de relojoaria mecânica existe uma boa probabilidade de gostar também de tudo o que envolva motores, o resultado de associarmos engrenagens, óleos, combustíveis (de preferência com um índice de octano elevado), válvulas, pistões, etc, etc… O tipo de pessoa, afinal, a quem os britânicos gostam de chamar de “Petrol head”… cabeça de gasolina… para ser mais preciso!

Entrada_FP_Journe

ARQUIVOS: entrevista exclusiva a François-Paul Journe (a força tranquila)

François-Paul Journe foi recentemente distinguido com o prémio “Hommage au Talent” pela Fondation de La Haute Horlogerie, numa homenagem aos 30 anos de carreira do mestre marselhês que nos tem brindado com algumas das mais marcantes criações de alta-relojoaria. A este propósito, recordamos, hoje, uma entrevista exclusiva na qual François-Paul Journe nos falou de si e de todo o seu percurso. Entretanto já estivemos muitas vezes com ele, mas evocamos esta especificamente porque foi realizada há precisamente 10 anos. 

Destaque trois rois

BASELWORLD 2017: Les Trois Rois (vídeo)

Após a azáfama diária complementada com os jantares e as festas promovidas pelas marcas em Baselworld, o local onde todos desembocam é a zona do bar do hotel Les Trois Rois. Jornalistas, bloggers, influencers, relações públicas e CEOs das marcas passam sempre por lá – para verem e para serem vistos, mas também para estar na companhia de amigos.

Press Review

RECOMENDADO: a semana que passou em destaque

Como é habitual, neste início de semana, recomendamos a leitura de quatro artigos  muito centrados na atualidade relojoeira e em quatro marcas que têm dado que falar nos últimos tempos. Falamos da Rolex, da Casio, da Baltic e da TAG Heuer. E, mais uma vez, o mercado vintage surge na ordem do dia, principalmente tendo em conta a aproximação de alguns dos mais aguardados leilões deste ano.

boca do lobo destaque

ENTREVISTA EXCLUSIVA: Boca do Lobo – design com atitude

 Uma imensa notoriedade adveio de terem colocado 31 peças de design, decoração ou mobiliário no filme As Cinquenta Sombras de Grey, seis das quais da marca Boca do Lobo; as restantes, das outras marcas do Grupo. A entrada no nicho dos móveis / cofres para relógios despertou a nossa curiosidade, pelo que fomos à Covet House, um espaço sobranceiro ao Douro, em Gondomar, onde estão expostas as peças produzidas pela empresa, e conversámos com Ricardo Magalhães, um dos fundadores da Menina Design, e Marco Costa, diretor criativo da Boca do Lobo, uma das marcas do grupo. 

Destaque hall1

BASELWORLD 2017: Hall 1.0 (vídeo)

A feira de Baselworld expande-se por vários edifícios, mas o principal é seguramente o Hall 1.0 – é lá que, logo à entrada, algumas das mais poderosas marcas do universo relojoeiro expõem as suas novidades em stands que são autênticos edifícios de três ou quatro andares.