Novidades

A. TAG HEUER CONNECTED MODULAR 45 (5)

Técnicas de Avant-Garde no novo TAG Heuer Connected Modular 45

As iniciais da marca TAG Heuer significam Techniques d’Avant Garde. E foi com os olhos postos em soluções técnicas vanguardistas que a marca suíça apresentou nesta terça-feira a nova geração do seu smartwatch: o Connected Modular 45. A modularidade e o labéu Swiss Made estiveram tanto ou mais em destaque do que o conteúdo eletrónico.

SIHH_IWC_01_Da_Vinci_Tourbillon_Retrograde_Cronographe

Novos Da Vinci: ladies first

A IWC retoma o código de design dos anos 1980 e apresenta a icónica coleção Da Vinci reinventada para 2017. Com uma caixa clássica e formato redondo, vários dos modelos são destinados ao público feminino. A inspiração para o nome da coleção veio do artista que, justamente, personifica a simbiose entre técnica e beleza enquanto cientista e artista incontornável do Renascimento.

HyperFocal: 0

Um Shelby Cobra para o pulso

A histórica parceria entre o universo relojoeiro e o mundo automóvel tem um novo capítulo. Ao longo do presente milénio têm-se sucedido as associações ao mais alto nível entre grandes marcas de ambos os setores e uma das mais recentes é a colaboração entre a Baume & Mercier e a Carroll Shelby Company, iniciada em 2015 e com um desenvolvimento de nonta desvelado no recente SIHH: o novo Clifton Club Shelby Cobra Limited Edition passa a ser a estrela da companhia.

Nossa Escolha

Escolhas da semana: Vintage GMT, Duomètre Chronographe Magnetite e Hammerhead

A versão GMT de uma das mais felizes interpretações do Chronofighter da Graham, novos modelos Duomètre da Jaeger-LeCoultre que se distinguem não só pelo já reconhecido conceito técnico, como pelo impacto estético do mostrador cinza magnetite e um relógio pujante de mergulho como tendem a ser os relógios de mergulho da Oris: são estes os modelos que destacamos esta semana. 

© Ressence

SIHH 2017/ Dez relógios que ficam (especialmente) bem em pulsos de senhora

Há quem diga que, nos tempos que correm, não faz sentido catalogar os relógios em modelos de senhora e modelos de homem. As razões são de diversa ordem (a este propósito talvez seja interessante reler a crónica «Para menino e para menina»), mas, a verdade é que, independentemente do género, há relógios para todos os gostos. Por isso, fizemos uma galeria com novidades que, sejam ou não anunciadas como relógios de senhora, achamos que ficam bem em pulsos femininos. E tome nota: gostos não se discutem!

SIHH2017_baixos

SIHH 2017/ Uma oferta à medida: até 10.000 euros

Por definição, o Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH) é dedicado a obras-primas da relojoaria mecânica cujo preço médio se situa muito acima da media — mas a atual conjuntura económica levou várias marcas a afinar estratégias de comercialização com novos posicionamentos de preço. Aqui fica uma seleção de modelos que, para nós, mais se destacaram nesse âmbito entre os que foram apresentados esta semana: até 10.000 euros.

Três edições especiais Master Control da Jaeger-LeCoultre para celebrar os 25 anos da linha: Master Control Date, Master Control Chronograph, Master Control Geographic. © Espiral do Tempo

SIHH 2017/ Jaeger-LeCoultre: a nossa seleção

Em Genebra — Em 2017, a Jaeger-LeCoultre apostou num simpático conjunto de modelos nas diversas coleções, num espetro que vai desde os mais funcionais e acessíveis aos trabalhos de sonho que enchem o olho e nos fazem sonhar. A linha Master Control merece algum destaque porque celebra 25 anos. Logo, foram lançadas edições especiais. Deixamos aqui a nossa seleção relativa aos instrumentos do tempo apresentados pela Grande Maison, com pequenas notas. Alguns serão alvo de maior atenção em breve.