Relógios

Montblanc_30

PONTO de VISTA – Underdog

Esta semana, a Montblanc revelou aos cerca de 80 jornalistas que integram o exclusivo Club 4810 a sua estratégia para 2018, bem como as novidades que serão apresentadas no próximo Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH) a decorrer na terceira semana de janeiro de 2018, em Genebra. Sem podermos revelar nada de estratégico, já que toda a informação recolhida padece de um rigoroso embargo até o primeiro dia do SIHH, eis as nossas impressões.

Luminor Due

NOVIDADES – Os quatro novos Luminor Due by Officine Panerai

Um Luminor de silhueta elegante, em material precioso polido, de 42 mm e estanque até 30 metros talvez não seja o tipo de relógio que associamos à Officine Panerai. Isto se formos puristas da marca ou mesmo paneristi de alma coração.  Mas foi isso mesmo que a marca italiana fez em 2016 – atreveu-se a oferecer uma resposta alternativa ao mercado do seu icónico Luminor 1950 e deu que falar. E este ano repete a proeza com o lançamento de mais quatro versões. Falamos da coleção Luminor Due que começa agora a chegar a Portugal.

Destaque_

RECOMENDADO – A semana que passou em destaque (agora os smartwatches e os relógios de quartzo)

Os smartwatches e a reação da relojoaria tradicional a esta espécie de intruso no mundo dos relógios de pulso é um tema com pano para mangas. E muito se tem dissertado sobre a questão. Mas nos últimos tempos, nota-se uma mudança no modo como é abordada. Mais do que se falar das implicações dos smartwatches no domínio dos relógios mecânicos ou da relojoaria tradicional, começa-se a discutir a sua implicação no campo específico dos relógios de quartzo. A este propósito e neste início de semana, selecionámos alguns artigos que nos fazem pensar.

BjornBorg_Rolex

PONTO de VISTA – Borg vs McEnroe: o filme, a rivalidade e os relógios

Estreou recentemente nas salas de cinema portuguesas um filme sobre aquele que considero ser o mais relevante encontro de ténis de todos os tempos – a final de 1980 em Wimbledon entre Bjorn Borg e John McEnroe capturou o imaginário do planeta e também mudou a minha vida para sempre. A Rolex marca presença destacada não só por ser a histórica cronometrista oficial do mais famoso torneio do mundo mas também no pulso dos dois protagonistas…

Destaque_Jaeger-LeCoultre Duomètre à Quantième Lunaire

EM FOCO – Jaeger-LeCoultre Duomètre à Quantième Lunaire

Edição impressa | O Duomètre à Quantième Lunaire coloca em evidência o ciclo das fases da Lua — a par do calendário mensal, num belo mostrador bipartido e recortado para deixar entrever a sua prodigiosa mecânica. E, por mais hipnótica que seja a velocidade do ponteiro fulminante dos segundos (1/6) e surpreendente a estruturação do mostrador, é precisamente na parte mecânica semiescondida — mas passível de ser apreciada através do fundo transparente — que reside o seu trunfo: um movimento mecânico com duas fontes energéticas independentes para que as complicações adicionais não consumam a energia requerida pelas indicações fundamentais e vice-versa.

Oris_BigCrown1917_LimitedEdition_1

Em FOCO – Oris Big Crown 1917 Limited Edition

O Big Crown 1917 Limited Edition surge na saga revivalista na qual a Oris tem vindo a apostar nos últimos tempos, com um destaque especial para este ano de 2017. Na verdade, a marca andou a rebuscar à séria nos seus arquivos para nos espicaçar com novos modelos que respiram outros tempos sem deixarem de ser do nosso tempo. As coleções Sixty Five e Chronoris são também um reflexo deste caminho.