Em Foco

Panerai Luminor Submersible 1950 BMG-TECH 3 Days Automatic

EM FOCO: Panerai Luminor Submersible 1950 BMG-TECH 3 Days Automatic

A Panerai foi uma das marcas responsáveis não só pela moda dos relógios sobredimensionados, mas também pela tendência rétro na relojoaria, aquando do seu renascimento no final da década de 90. Mas, nos últimos anos, tem também optado por lançar versões mais modernas e com um grande aperfeiçoamento tecnológico. O Submersible 1950 BMG-TECH segue a linhagem modernista, apesar de a designação 1950 indicar uma inspiração histórica: é o primeiro relógio cuja caixa é feita de uma matéria registada e apelidada bulk metallic glass. Sendo uma matéria mais leve e resistente do que o aço, é a ideal para relógios de mergulho profissionais.

GP Laureato

EM FOCO: Girard-Perregaux Laureato (desportivo com estilo)

 A década de 70 revelou uma forte inclinação para a contracultura através de um corte epistemológico com o passado classicista e uma rotura relativamente a padrões tradicionais. O Laureato da Girard-Perregaux foi um dos pontas de lança dessa nova tendência que ia contra o uso do formato redondo convencional mediante um design que fusionava caixa e bracelete em modelos de um material democrático (o aço), mas com acabamentos exclusivos (de alta-relojoaria). Cerca de 30 anos depois, a marca ressuscitou o Laureato numa coleção multidisciplinar, na qual se destaca o modelo de base que homenageia o original de 1975 e vários sucessores.

Chopard | L.U.C GMT One © Espiral do Tempo / Paulo Pires

EM FOCO: Chopard L.U.C GMT One (viajante elegante)

Na sequência do 20º aniversário da sua manufatura LUC estabelecida em Fleurier, a Chopard criou dois novos modelos dedicados aos viajantes com calibres próprios e fusos horários adicionais. Um deles é o L.U.C GMT One, com um ponteiro suplementar que indica um segundo fuso horário numa escala de 24 horas e disponível em diversas variantes. Escolhemos a versão em ouro rosa com mostrador acastanhado para analisar e fotografar; as conclusões foram fáceis de tirar: trata-se de um relógio de classe… internacional.

Rolex Day-Date_©EspiraldoTempo

EM FOCO: Rolex Oyster Perpetual Day-Date 40 mm ( ícone presidencial)

Apesar de toda uma plêiade de ícones pertencente à linha desportiva Professional (desde o Submariner ao Daytona), não haverá nenhum outro modelo tão representativo do que é a Rolex quanto o Day-Date em ouro com bracelete President. Desde a sua criação, em 1956, constitui o status symbol, por excelência, do universo relojoeiro. Mas se simboliza o sucesso pessoal como nenhum outro, também é muito mais do que um ícone de opulência com o selo presidencial: é um relógio que roça a perfeição.

abertura

EM FOCO: Rolex Oyster Perpetual Yacht-Master Rolesium (o outro ícone)

A Rolex tem tantos modelos emblemáticos que haverá pelo menos uns cinco ícones da marca de que as pessoas se recordarão antes do Yacht-Master. No entanto, quase que se poderia dizer que o Yacht-Master faz figura de primus inter pares relativamente aos seus familiares de vocação marítima. Entre as mais recentes versões, escolhemos incidir o nosso foco sobre a de mostrador cinza e nuances azuis.

© Espiral do Tempo

Em FOCO: Tudor Heritage Black Bay 36

Desde que foi lançado que olho para o Heritage Black Bay 36 naquele misto desconfiado do convencida/ não convencida. E esteve mesmo em cima da mesa por diversas vezes nas discussões editoriais. Mas foi preciso um ano e foi preciso a Tudor apresentar uma nova versão com caixa de 41 mm para finalmente o convidarmos a passar uns dias connosco. Posto isto, a pergunta que se coloca é só uma: porque adiámos este momento por tanto tempo?

destque

EM FOCO: Jaeger-LeCoultre Master Memovox Boutique Edition (o som do azul)

Para celebrar o 60.º aniversário de um dos seus mais emblemáticos modelos, a Jaeger-LeCoultre criou uma edição exclusiva do mesmo Master Memovox automático que se mantém no seu catálogo em versão regular — inspirando-se em detalhes vintage de um modelo específico dos anos 70, juntando-lhe uma bela cor azul com duas tonalidades. O exercício de estilo rétro pode ser encontrado nas boutiques da Manufatura, mas aconselha-se uma certa pressa: a edição é limitada a 500 exemplares.

Filipe_Monza

Baselworld 2017: novidades TAG Heuer com Filipe Albuquerque

Em janeiro, a TAG Heuer já havia desvelado algumas das suas novidades para 2017 na sua apresentação em Genebra. Mas é agora, durante a feira de Basileia, a decorrer entre 23 e 30 de março, que o lote fica completo. Tivemos a oportunidade de ver antecipadamente a coleção de 2017 na companhia do embaixador da marca, Filipe Albuquerque — e aqui fica o relatório, juntamente com apontamentos do piloto português.