A. Lange & Söhne

A. Lange & Söhne Zeitwerk Striking Time

Zeitwerk Striking Time: obreiro do tempo

EdT56 — Do triunvirato Zeitwerk (houve um quarto elemento, qual d’Artagnan, mas em edição limitada: o Zeitwerk Luminous) que consta na coleção regular da A. Lange & Söhne, o Zeitwerk Striking Time faz figura de ‘irmão’ do meio — tendo sido lançado entre o Zeitwerk original que inaugurou um visual completamente inédito no âmbito da alta-relojoaria e o Zeitwerk Minute Repeater de alargado campo sonoro que faz soar as dezenas de minutos e as horas. Também acústico, o Zeitwerk Striking Time é mais discreto: assinala, com um simples toque, a passagem dos quartos de hora e das horas.

ouro

Corrida ao ouro

EdT57 — Metal precioso por excelência, o ouro sempre esteve presente desde os primórdios da relojoaria e mantém-se como material de exceção no universo relojoeiro de prestígio. Mas a sua utilização tem evoluído a par dos progressos técnicos e estéticos das últimas duas décadas no setor — aqui ficam as mais recentes novidades de uma corrida cujo interesse tem redobrado graças ao lançamento de novas ligas, tonalidades e aplicações.

A.Lange & Söhne Saxonia Moonphase.

A tale of two bridges… plus a Saxonia Moon Phase

High-end German manufacture A. Lange & Söhne has launched a global photography project involving its Saxonia Moon Phase alongside iconic bridges in 16 locations around the world. We accepted the challenge and came up with a double proposition – in Lisbon it had to be done twice, considering the relevance of both the 25 de Abril and Vasco da Gama bridges. (portuguese version/ versão portuguesa ).

A.Lange & Söhne Saxonia Moonphase.

Duas pontes e um Saxonia ao luar lisboeta

A manufatura germânica de alta-relojoaria A. Lange & Söhne lançou um projeto fotográfico à escala global envolvendo o seu Saxonia Moon Phase com emblemáticas pontes ao luar em 16 localidades em todo o mundo. Aceitámos o desafio e respondemos a dobrar: em Lisboa, só poderia ter sido assim – dada a imponência das pontes 25 de Abril e Vasco da Gama. (English version here)

© Ressence

SIHH 2017/ Dez relógios que ficam (especialmente) bem em pulsos de senhora

Há quem diga que, nos tempos que correm, não faz sentido catalogar os relógios em modelos de senhora e modelos de homem. As razões são de diversa ordem (a este propósito talvez seja interessante reler a crónica «Para menino e para menina»), mas, a verdade é que, independentemente do género, há relógios para todos os gostos. Por isso, fizemos uma galeria com novidades que, sejam ou não anunciadas como relógios de senhora, achamos que ficam bem em pulsos femininos. E tome nota: gostos não se discutem!

Lange_MoonPhase_Walter_Lange

Walter Lange (1924-2017): os mitos são eternos

Em Genebra, Dresden e Glashütte — À chegada do Salon International de la Haute Horlogerie 2017, a mais indesejada das notícias: Walter Lange tinha morrido durante o sono, aos 92 anos. Aqui fica a recordação de um homem que não só ajudou a mudar a face da alta-relojoaria como também permitiu o reflorescimento económico de toda uma região.

A. Lange & Söhne 1815 Tourbillon

GALERIA: Sentido figurado

EdT57 — Quando encaramos um relógio de pulso pela primeira vez há sempre elementos visuais que se destacam; mas, depois, à medida que vamos contactando mais com esse relógio, à medida que o vamos conhecendo, acabamos por encontrar outros aspetos — de ordem estética ou técnica — que o traduzem enquanto instrumento do tempo. Foi com esta ideia em mente que avançámos para as fotografias que se seguem. O nosso objetivo: sintetizar com uma característica (apenas uma) um relógio selecionado. O resultado: uma espécie de jogo de relação entre relógios e objetos. Serão estas relações tão óbvias para o leitor, como o são para nós?