Chopard

Galeria Entrada

Baselworld 2017: os pormenores que fazem a diferença

Há muito mais para descobrir, mas compilámos em galeria alguns pormenores que nos fazem realmente suspirar. Seja de ordem técnica ou de ordem estética, a relojoaria faz-se de pequenos detalhes, com a nota de que o poder criativo das marcas é cada vez mais impressionante. Imaginação não falta, soluções originais também não. Esta é, sem dúvida, uma galeria para crescer e para revisitar. 

destaque nossa escolha fds

Baselworld 2017: a nossa escolha do fim de semana

Durante o fim de semana, conseguimos visitar mais alguns stands e conhecer ao vivo alguns dos modelos já divulgados, mas que queríamos mesmo conhecer. Porque a feira de Baselworld é um mundo imenso de novidades e porque nem sempre é possível visitar tudo aquilo que pretendemos, vamos assim explorando aos poucos e tentado descobrir os modelos que mais nos fascinam. Aqui fica a nossa seleção.

ouro

Corrida ao ouro

EdT57 — Metal precioso por excelência, o ouro sempre esteve presente desde os primórdios da relojoaria e mantém-se como material de exceção no universo relojoeiro de prestígio. Mas a sua utilização tem evoluído a par dos progressos técnicos e estéticos das últimas duas décadas no setor — aqui ficam as mais recentes novidades de uma corrida cujo interesse tem redobrado graças ao lançamento de novas ligas, tonalidades e aplicações.

L.U.C Lunar Big Date

Bastidores: a saga que foi fotografar o L.U.C Lunar Big Date — chamem-nos lunáticos, sff.

As imagens seguintes nunca foram publicadas na Espiral do Tempo, mas a história por detrás delas revela o quão lunáticos somos na procura dos melhores conceitos sempre que temos uma peça de relojoaria para explorar. Arriscamos dizer que esta aventura fotográfica foi um pequeno passo para o homem e um gigantesco salto para todos aqueles que têm a cabeça na Lua. A nossa vítima: o L.U.C Lunar Big Date da Chopard.

EdT57_nasBancas_02

Espiral do Tempo: edição de inverno em breve nas bancas

Já está a chegar às bancas a edição de inverno da Espiral do Tempo. Em plena quadra natalícia, apostámos numa capa festiva, cheia de cor, da qual salta à vista um Franck Muller Vanguard PXL. Em destaque uma entrevista exclusiva a Jean-Claude Biver, CEO da TAG Heuer, uma reportagem sobre os 20 anos da Manufacture Chopard e uma reportagem dedicada ao ouro na relojoaria. O fotógrafo Fernando Guerra foi o nosso convidado para o Test-Drive desta edição e aceitou experimentar dois modelos Porsche Design da 1919 Collection. Mas há mais para descobrir, claro. 

GPHG 2016

GPHG 2016: Liberdade, Igualdade, Fraternidade

Em Genebra — O mote da República Francesa pode servir bem para definir a 16.ª edição do Grand Prix d’Horlogerie de Genève — realizado não muito longe da fronteira com a França. Foi a relojoaria suíça que dominou, mas houve alguns intrusos e, sobretudo, viu-se mais uma vez os jovens independentes libertarem-se das suas restrições para se equipararem às históricas manufaturas. A Girard-Perregaux e a Piaget bisaram, mas as melhores histórias da noite tiveram a ver com a reaparição de Jack Heuer, a igualdade promovida por Max Büsser e a fraternidade dos irmãos Gronefeld.