De Bethune

Abertura

NOVIDADES: escolhas da semana (entre o céu e a terra)

Relógios em tons de azul, possantes, com objetivos e personalidades completamente diferentes entre si, mas que nos levam a pensar no mundo das viagens – tanto com os pés na terra, como com a cabeça na Lua. De entre as muitas novidades, o De Bethune DB28 Kind of Blue Tourbillon Meteorite, o Casio G-Shock MR-G2000HT e o Hublot Big Bang Unico GMT são os instrumentos do tempo que destacamos esta semana.

Independentes: MB&F

INDEPENDENTES: movimento alternativo

EdT56 — As marcas e os criadores independentes têm vindo a afirmar-se entre as vedetas dos grandes certames relojoeiros ao longo da última década — desde Baselworld ao SalonQP. A partir deste ano, o Salon International de la Haute Horlogerie também lhes abriu as portas. Por que razão são eles tidos em alta estima pela crítica e pelos colecionadores? Como conseguem sobreviver numa conjuntura de recessão dos mercados relojoeiros? Aqui fica o ponto da situação.

GPHG 2016

GPHG 2016: Liberdade, Igualdade, Fraternidade

Em Genebra — O mote da República Francesa pode servir bem para definir a 16.ª edição do Grand Prix d’Horlogerie de Genève — realizado não muito longe da fronteira com a França. Foi a relojoaria suíça que dominou, mas houve alguns intrusos e, sobretudo, viu-se mais uma vez os jovens independentes libertarem-se das suas restrições para se equipararem às históricas manufaturas. A Girard-Perregaux e a Piaget bisaram, mas as melhores histórias da noite tiveram a ver com a reaparição de Jack Heuer, a igualdade promovida por Max Büsser e a fraternidade dos irmãos Gronefeld.

SIHH Carré des Horlogers

Carré des Horlogers: combinação explosiva

EdT54/ em Genebra — A relojoaria de prestígio tem-se declinado cada vez mais em dois campos bem distintos: o das históricas manufaturas tradicionais e o das emergentes marcas independentes. A nova configuração do recente Salon International de la Haute Horlogerie foi um excelente exemplo dessa polarização e emprestou ao certame uma dinâmica bem diferente. Eis a necessária avaliação de um tema cada vez mais atual na atualidade relojoeira.

Worldtimers_01_Patek_Philippe_Chronograph_World_Time_Ref_5930G

Volta ao mundo

Num mundo tornado mais pequeno devido à velocidade da comunicação e em que as pessoas começam a funcionar cada mais em múltiplos fusos horários simultaneamente, os relógios com a função worldtimer continuam a revelar-se enquanto forte exercício de competência técnica. Reunimos hoje em galeria alguns dos mais recentes exemplares no domínio desta complicação tão atual e que, tende, de um modo geral, a estar diretamente associada a mostradores espetaculares.

EdT54_Segundos_mortos_01_Jaeger-Lecoultre_Calibre_770_true_seconds

Segundos mortos: o efeito Lázaro

EdT54 — Não aparenta ter nenhuma utilidade prática, mas o seu funcionamento é fascinante. Os chamados «segundos mortos» antecederam o desenvolvimento do cronógrafo e são hoje uma complicação pouco comum, mas bastante apreciada.

WPHH_2016_01

Novidades 2016/ começou a ‘Semana Maravilhosa’

Em Genebra — Já está em curso o que se designa por ‘Geneva Wonder Week’, a semana maravilhosa que reúne anualmente em Genebra algumas das mais representativas marcas do universo relojoeiro. O Salão International da Alta Relojoaria arrancou hoje no Palexpo, mas neste passado fim-de-semana já houve novidades apresentadas noutros pontos da cidade, nomeadamente na World Presentation of Haute Horlogerie do Grupo Franck Muller.

TAG Heuer Carrera Mikrograph

Espírito Star Wars: artigos do outro mundo!

Em dia de estreia de um novo episódio de Star Wars, fomos vasculhar nos nossos arquivos em busca de uma série de artigos Espiral do Tempo que, de uma forma ou de outra, abraçam a temática do espaço. Lembramos que temos mesmo uma edição dedicada em exclusivo à Astronomia. Alguns dos artigos que aqui recuperamos foram aí publicados, outros não. A começar, claro, pelo incontornável Devon Star Wars, dedicado ao novo episódio da mítica saga!