Ferdinand Berthoud

GPHG 2016

PONTO de VISTA – GPHG 2016: Liberdade, Igualdade, Fraternidade

Em Genebra — O mote da República Francesa pode servir bem para definir a 16.ª edição do Grand Prix d’Horlogerie de Genève — realizado não muito longe da fronteira com a França. Foi a relojoaria suíça que dominou, mas houve alguns intrusos e, sobretudo, viu-se mais uma vez os jovens independentes libertarem-se das suas restrições para se equipararem às históricas manufaturas. A Girard-Perregaux e a Piaget bisaram, mas as melhores histórias da noite tiveram a ver com a reaparição de Jack Heuer, a igualdade promovida por Max Büsser e a fraternidade dos irmãos Gronefeld.

GPHG 2016

ATUALIDADES – GPHG 2016: Ferdinand Berthoud conquista Aiguille d’Or

O Ferdinand Berthoud Chronomètre Ferdinand Berthoud FB 1 foi o grande vencedor do Grand Prix d’Horlogerie de Genève 2016 — ao ter sido ontem distinguido com o Aiguille d’Or. Este relógio está disponível em ouro rosa e cerâmica e em ouro branco e titânio, tendo sido esta última versão a conquistar o galardão. O Chronomètre Ferdinand Berthoud FB está equipado com o Calibre FB-T.FC, movimento de corda manual com fuso corrente para melhor transmissão da força constante e um turbilhão de baixa frequência com grandes dimensões. Mas aqui fica a listagem de todos os vencedores.

Ferdinand Berthoud

Ferdinand Berthoud: uma obra-prima para começar

Em Fleurier — Karl-Friedrich Scheufele sempre foi fascinado pelos cronómetros de marinha de Ferdinand Berthoud. E decidiu recuperar o lendário relojoeiro do século XVIII ao lançar uma marca de alta-relojoaria sob o seu nome. A Espiral do Tempo esteve na inauguração oficial do atelier em Fleurier e teve a oportunidade de analisar de perto o FB1, o superlativo modelo inaugural.

Espiral do Tempo 53

EDIÇÃO IMPRESSA – Espiral do Tempo 53 nas bancas: uma edição para ler e ‘ouvir’!

Chega, neste fim de semana, às bancas a edição de inverno 2015 da Espiral do Tempo. Dedicado à Música, este número surpreende com temas que nos fazem ‘ouvir’ c0mo nunca o mundo da alta-relojoaria. Além de abordagens óbvias como as complicações acústicas ou as edições especiais musicais, procurámos pontuar a revista com temáticas que vão além dos relógios, mas sempre relacionadas com o Tempo. Em destaque, a entrevista exclusiva a Rodrigo Leão, com fotografia de Rita Carmo. Leia aqui o editorial.

destaque-2

HISTÓRIAS – SalonQP: sétima maravilha

Em Londres — A sétima edição daquele que se tornou no mais relevante certame relojoeiro do Reino Unido bateu vários recordes — e confirmou uma vez mais ser uma exposição a não perder pelos aficionados. Vale a pena passar três dias de novembro na Saatchi Gallery porque, de certa maneira, o SalonQP até consegue ser melhor do que os incontornáveis Baselworld e SIHH. Porquê? Aqui fica a nossa reportagem.