Hautlence

EricCantona©PauloPires

ESPIRAL DO TEMPO 2017 | Grandes Momentos: 1 – Sandro Reginelli, Éric Cantona e Hautlence

Numa altura de reflexão e de olhar para trás (e para a frente!), achámos que seria giro relembrar os momentos que mais nos marcaram enquanto Espiral do Tempo durante este ano de 2017. Todos os dias, e até ao final do ano, iremos assim publicar fotos, por ordem cronológica, que evocam esses momentos. Porque são momentos como estes que tornam cada edição publicada ainda mais especial. E venha 2018.

entrada_bronze

HISTÓRIAS | Trabalhar para o bronze

EdT 59/ Os relógios em bronze não constituem particular novidade, mas passaram a ser mainstream a partir do momento em que a Panerai lançou a primeira edição do seu Bronzo — hoje em dia, já vai na terceira e, entretanto, várias outras marcas de renome adotaram um material que tem acompanhado a história da Humanidade nos últimos quatro milénios, e que, aquando do seu advento, se tornou tão relevante que mereceu uma era batizada com o seu nome. Estaremos nós na Idade do Bronze na relojoaria?

Éric_Cantona_01

ENTREVISTA | Éric Cantona: pisar o risco

EdT58/ Éric Cantona é um dos melhores futebolistas das últimas décadas — mas o seu carisma transcendeu o futebol e tornou-se numa espécie de ícone inconformado, de rebelde transgressor. Também se tornou artista noutros campos. E a Hautlence escolheu a sensibilidade artística do francês atualmente residente em Lisboa para uma parceria relojoeira capaz de personificar o lema da marca: «Cross the Line». Numa entrevista realizada em Cascais, Éric, the King, pisou o risco e deu-nos a conhecer o lado de lá da sua personalidade e dos seus relógios.

Independentes: MB&F

HISTÓRIAS | Independentes: movimento alternativo

EdT56 — As marcas e os criadores independentes têm vindo a afirmar-se entre as vedetas dos grandes certames relojoeiros ao longo da última década — desde Baselworld ao SalonQP. A partir deste ano, o Salon International de la Haute Horlogerie também lhes abriu as portas. Por que razão são eles tidos em alta estima pela crítica e pelos colecionadores? Como conseguem sobreviver numa conjuntura de recessão dos mercados relojoeiros? Aqui fica o ponto da situação.

WPHH_2016_01

NOVIDADES | SIHH 2016: começou a ‘Semana Maravilhosa’

Em Genebra — Já está em curso o que se designa por ‘Geneva Wonder Week’, a semana maravilhosa que reúne anualmente em Genebra algumas das mais representativas marcas do universo relojoeiro. O Salão International da Alta Relojoaria arrancou hoje no Palexpo, mas neste passado fim-de-semana já houve novidades apresentadas noutros pontos da cidade, nomeadamente na World Presentation of Haute Horlogerie do Grupo Franck Muller.

O árbitro Howard Webb segura o renovado painel de arbitragem utilizado no Mundial de Futebol 2014, cuja otimização contou com participação da Hublot. © Hublot

HISTÓRIAS | Aposta no futebol

A posição da Hublot enquanto Cronometrista Oficial e Relógio Oficial do Mundial de Futebol é reveladora de como, nos tempos mais recentes, as marcas de alta-relojoaria têm vindo aos poucos a apostar no mundo do desporto rei. Entre embaixadores, edições limitadas e campanhas especiais são vários os exemplos desta associação, mais ou menos discretos…