IWC Schaffhausen

entrada_bronze

HISTÓRIAS – Trabalhar para o bronze

EdT 59/ Os relógios em bronze não constituem particular novidade, mas passaram a ser mainstream a partir do momento em que a Panerai lançou a primeira edição do seu Bronzo — hoje em dia, já vai na terceira e, entretanto, várias outras marcas de renome adotaram um material que tem acompanhado a história da Humanidade nos últimos quatro milénios, e que, aquando do seu advento, se tornou tão relevante que mereceu uma era batizada com o seu nome. Estaremos nós na Idade do Bronze na relojoaria?

SIHH_IWC_01_Da_Vinci_Tourbillon_Retrograde_Cronographe

NOVIDADES – Novos Da Vinci: ladies first

A IWC retoma o código de design dos anos 1980 e apresenta a icónica coleção Da Vinci reinventada para 2017. Com uma caixa clássica e formato redondo, vários dos modelos são destinados ao público feminino. A inspiração para o nome da coleção veio do artista que, justamente, personifica a simbiose entre técnica e beleza enquanto cientista e artista incontornável do Renascimento.

© Ressence

NOVIDADES – SIHH 2017/ Dez relógios que ficam (especialmente) bem em pulsos de senhora

Há quem diga que, nos tempos que correm, não faz sentido catalogar os relógios em modelos de senhora e modelos de homem. As razões são de diversa ordem (a este propósito talvez seja interessante reler a crónica «Para menino e para menina»), mas, a verdade é que, independentemente do género, há relógios para todos os gostos. Por isso, fizemos uma galeria com novidades que, sejam ou não anunciadas como relógios de senhora, achamos que ficam bem em pulsos femininos. E tome nota: gostos não se discutem!

SIHH2017_baixos

NOVIDADES – SIHH 2017/ Uma oferta à medida (até 10.000 euros)

Por definição, o Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH) é dedicado a obras-primas da relojoaria mecânica cujo preço médio se situa muito acima da media — mas a atual conjuntura económica levou várias marcas a afinar estratégias de comercialização com novos posicionamentos de preço. Aqui fica uma seleção de modelos que, para nós, mais se destacaram nesse âmbito entre os que foram apresentados esta semana: até 10.000 euros.

EdT53_JohnMayer

HISTÓRIAS – John Mayer: rockin’ on vintage time

EdT53 — John Mayer é um colecionador. Escreve no blogue Hodinkee e já fez parte do júri do Grand Prix d’Horlogerie de Genève. A sua coleção está avaliada, pelo próprio, em dezenas de milhões de dólares. Ah! E é também um dos mais famosos músicos de pop-rock da sua geração. Já não se fazem colecionadores como antigamente. Ainda bem.

Worldtimers_01_Patek_Philippe_Chronograph_World_Time_Ref_5930G

GALERIA – Volta ao mundo

Num mundo tornado mais pequeno devido à velocidade da comunicação e em que as pessoas começam a funcionar cada mais em múltiplos fusos horários simultaneamente, os relógios com a função worldtimer continuam a revelar-se enquanto forte exercício de competência técnica. Reunimos hoje em galeria alguns dos mais recentes exemplares no domínio desta complicação tão atual e que, tende, de um modo geral, a estar diretamente associada a mostradores espetaculares.

1919 Collection Datetimer

Design integrado: o advento do relógio moderno

EdT54 — A década de 70 foi talvez a mais revolucionária da segunda metade do século XX. E foi também uma década marcante na história da relojoaria: para além de a chamada ‘crise do quartzo’ ter quase arruinado a relojoaria mecânica tradicional, foi também nesse período que se assistiu à mais exuberante variação de estilos e ao advento do relógio moderno — personificado pelo design integrado de vários modelos que se tornaram ícones. Alguns deles foram recentemente atualizados ou receberam uma nova ramificação em 2016.

Bronze_03_Tudor_Heritage_Black_Bay_Bronze

GALERIA – Tendência: bronzeados

Estamos em ano olímpico e há aparentemente muitas marcas a quererem ganhar medalhas de bronze. Como a Tudor, com o seu novo Black Bay. Ou a Oris, com versões do seu Diver Sixty-Five. E até a Porsche Design, uma marca moderna com pendor para materiais e estéticas vanguardistas, escolheu o tom desse metal para um novo modelo em titânio — o que é simultaneamente aliciante e contraditório, porque o bronze ganha patina e oferece um visual que se torna gradualmente mais antigo. Entre novidades e não só, descubra alguns modelos que seguem esta tendência.

IWC_Galapagos_iguanas_destaque

Dia de Darwin com os novos Aquatimer

No dia em que se celebra o aniversário de Charles Darwin — e que por isso foi instituído como Dia de Darwin — relembramos os novos Aquatimer da IWC. Isto porque toda a coleção Aquatimer tem vindo a ser apresentada numa ligação direta ao incrível mundo das Ilhas Galápagos, tendo em conta o apoio da marca à Estação Científica Charles Darwin, uma instituição da Fundação Charles Darwin, sediada nas Galápagos, cuja atividade se centra na preservação da biodiversidade do arquipélago.