Jaeger-LeCoultre

destque

Em Foco: Jaeger-LeCoultre Master Memovox Boutique Edition (o som do azul)

Para celebrar o 60.º aniversário de um dos seus mais emblemáticos modelos, a Jaeger-LeCoultre criou uma edição exclusiva do mesmo Master Memovox automático que se mantém no seu catálogo em versão regular — inspirando-se em detalhes vintage de um modelo específico dos anos 70, juntando-lhe uma bela cor azul com duas tonalidades. O exercício de estilo rétro pode ser encontrado nas boutiques da Manufatura, mas aconselha-se uma certa pressa: a edição é limitada a 500 exemplares.

TAG Heuer Monaco

Crónica: Ser quadrado é fixe

EdT55 — «Quadrado» (adjetivo popular figurado): pouco inteligente, sem agilidade de pensamento; limitado, pouco recetivo a inovações; obtuso; convencional, retrógrado; tradicionalista. Ironicamente, as pessoas que conheço que gostam de relógios quadrados — e, por extensão, relógios de forma — são exatamente o oposto dessa definição pejorativa. Não tinha Steve McQueen o cognome ‘King of Cool’?

Nossa Escolha

Escolhas da semana: Vintage GMT, Duomètre Chronographe Magnetite e Hammerhead

A versão GMT de uma das mais felizes interpretações do Chronofighter da Graham, novos modelos Duomètre da Jaeger-LeCoultre que se distinguem não só pelo já reconhecido conceito técnico, como pelo impacto estético do mostrador cinza magnetite e um relógio pujante de mergulho como tendem a ser os relógios de mergulho da Oris: são estes os modelos que destacamos esta semana. 

Cronica_EncontrosImediatos

Crónica: Encontros imediatos de relógio no pulso

Gosto de relógios de todos os tamanhos, feitios e de complicações. Mas, após todo este tempo, aprendi a reconhecer que foram as relações humanas que tornaram a minha carreira de jornalista ainda mais aliciante — graças ao carisma e à personalidade das pessoas que fui encontrando por esse mundo fora através das mais diversas circunstâncias. Até mesmo por causa de uma piza ou de uma tatuagem.

© Ressence

SIHH 2017/ Dez relógios que ficam (especialmente) bem em pulsos de senhora

Há quem diga que, nos tempos que correm, não faz sentido catalogar os relógios em modelos de senhora e modelos de homem. As razões são de diversa ordem (a este propósito talvez seja interessante reler a crónica «Para menino e para menina»), mas, a verdade é que, independentemente do género, há relógios para todos os gostos. Por isso, fizemos uma galeria com novidades que, sejam ou não anunciadas como relógios de senhora, achamos que ficam bem em pulsos femininos. E tome nota: gostos não se discutem!

SIHH2017_baixos

SIHH 2017/ Uma oferta à medida: até 10.000 euros

Por definição, o Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH) é dedicado a obras-primas da relojoaria mecânica cujo preço médio se situa muito acima da media — mas a atual conjuntura económica levou várias marcas a afinar estratégias de comercialização com novos posicionamentos de preço. Aqui fica uma seleção de modelos que, para nós, mais se destacaram nesse âmbito entre os que foram apresentados esta semana: até 10.000 euros.