Ulysse Nardin

Ano do Galo

Galeria: onze relógios que celebram o Ano do Galo de Fogo

Se há animal que tem óbvia relação com o tempo é o galo, ou não fosse este um madrugador por excelência. E, no que diz respeito ao Ano Chinês, estamos precisamente no Ano do Galo de Fogo – celebrado no passado dia 28 de janeiro. Claro que muitas são as marcas que apresentam relógios inspirados no animal do zodíaco regente de cada novo ano chinês. Digamos que faz parte. Mas o mais interessante é encarar estes relógios como verdadeiras criações artísticas. Deixámos assentar a poeira de propósito, para agora fazermos uma pequena compilação de alguns dos modelos que foram lançados.           

© Ressence

SIHH 2017/ Dez relógios que ficam (especialmente) bem em pulsos de senhora

Há quem diga que, nos tempos que correm, não faz sentido catalogar os relógios em modelos de senhora e modelos de homem. As razões são de diversa ordem (a este propósito talvez seja interessante reler a crónica «Para menino e para menina»), mas, a verdade é que, independentemente do género, há relógios para todos os gostos. Por isso, fizemos uma galeria com novidades que, sejam ou não anunciadas como relógios de senhora, achamos que ficam bem em pulsos femininos. E tome nota: gostos não se discutem!

SIHH2017_baixos

SIHH 2017/ Uma oferta à medida: até 10.000 euros

Por definição, o Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH) é dedicado a obras-primas da relojoaria mecânica cujo preço médio se situa muito acima da media — mas a atual conjuntura económica levou várias marcas a afinar estratégias de comercialização com novos posicionamentos de preço. Aqui fica uma seleção de modelos que, para nós, mais se destacaram nesse âmbito entre os que foram apresentados esta semana: até 10.000 euros.

EdT55_Erotic_01_ExplicitContent

Relojoaria erótica: Hora de ponta

EdT55 — O Século das Luzes não só libertou os espíritos como também fomentou a libertinagem — a laicização da sociedade serviu de combustível para o desenvolvimento da mecânica relojoeira, mas só nas últimas décadas é que a relojoaria erótica complicada passou dos modelos de bolso para os de pulso. E há alguns exemplos recentes a destacar.

EdT55_Ulysse_Nardin_Lady_Diver_01

Lady Diver: Charme oceânico

EdT55 — A Ulysse Nardin é uma histórica marca suíça intimamente ligada ao universo náutico e o próprio logótipo em forma de âncora traduz essa associação íntima, pelo que não surpreende que no seu catálogo apresente relógios de senhora com clara vocação marítima. O Lady Diver pertence à linha Marine Diver e está disponível em várias versões, incluindo uma preciosa declinação feminina com mostrador em madrepérola e muito charme oceânico.

Ulysse_Nardin_FreakWing_01

FreakWing: homenagem à Artemis Racing Team

Depois de um primeiro relógio na linha Marine Diver, a Ulysse Nardin volta a apresentar um relógio de homenagem à Artemis Racing Team, equipa patrocinada pela Ulysse Nardin na 35.ª America’s Cup. Segundo a marca, o novo FreakWing trata-se de um concentrado de inovações e tecnologias à imagem do famoso catamaran sueco high-tech AC45.

Monkey_VC_ Metiers_dArt_Legende_du_Zodiaque_Chinois_Monkey_1

Ano do Macaco de Fogo

Todos os anos, são diversas as marcas de relógios que apresentam novos modelos inspirados no ano chinês. E a verdade é que os relógios apresentados tendem a surgir como peças muito bonitas e até interessantes — principalmente, pelo trabalho decorativo que nelas podemos encontrar. Este ano o Macaco do Fogo é o animal regente no calendário chinês e, consequentemente, faz-se ver em diversos instrumentos do tempo. Aqui ficam alguns exemplos.  

UlysseNardin_ToyalPhytonTourbillon©UN

Novidades 2016/ Royal Python Skeleton Tourbillon

O ano de 2016 parece ser o ano dos répteis: depois dos modelos Croco lançados pela Franck Muller há uns anos, depois do Vanguard Cobra apresentado recentemente pela mesma marca e depois do UR-105 T-Rex da Urwerk, eis que também a Ulysse Nardin desvela um novo turbilhão que traduz um lado mais exótico da marca graças à textura inspirada na pele de cobra.