fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

SIHH e Baselworld coordenam datas a partir de 2020

A partir de 2020, o Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH), em Genebra, e Baselworld, em Basileia, irão sincronizar os seus calendários. Em 2020, o SIHH irá decorrer entre 26 e 29 de abril e Baselworld decorre logo de seguida, entre 30 de abril e 5 de maio. Os calendários ficam sincronizados até 2024, numa espécie de regresso a um passado não muito distante.

Numa altura em que se tem vaticinado sobre o futuro dos eventos de apresentação de novidades de relojoaria e se tem falado mesmo numa ‘espécie’ de batalha entre os dois mais importantes certames do setor, o final de 2018 traz consigo uma notícia bem fresca: a partir de 2020, o Salon International de la Haute Horlogerie em Genebra (SIHH) e Baselworld, em Basileia, irão passar a sincronizar os seus calendários. Trata-se de uma notícia relevante, mas a realização contígua dos dois eventos não é propriamente novidade…

O certo é que, em 2020, o SIHH irá decorrer entre 26 e 29 de abril, em Genebra, e Baselworld decorre, logo de seguida, entre 30 de abril e 5 de maio. Os calendários ficam sincronizados até 2024, numa solução que, segundo Michel Loris-Melikoff, managing director da Baselworld, “beneficia, em larga medida, os visitantes, os media e toda a indústria relojoeira.”

Lembramos que, normalmente, o SIHH costuma decorrer no mês de janeiro, enquanto que Baselworld decorre em março, o que implica a deslocação de profissionais à Suíça em dois momentos do ano com o objetivo de terem um primeiro contacto com as principais novidades.

Para Fabienne Lupo, presidente e diretora da Fondation de la Haute Horlogerie, que organiza o SIHH, ” os dois eventos sempre foram diferentes, mas complementares. A ressincronização com Baselworld reforçará a Suíça como destino incontornável para a relojoaria no mundo.” Com efeito, vale a pena recordar que, no passado (até há 10 anos precisamente), os dois eventos decorriam no seguimento um do outro, entre março em abril. Desde o início do SIHH, em 1990, e até 2008, o Salon International de la Haute Horlogerie realizou-se sempre colado a Baselworld.

O SIHH é um evento mais restrito que conta atualmente com aproximadamente 35 marcas, na sua maioria marcas do grupo Richemont, bem como muitas casas independentes, com algumas a terem optado por sair num futuro próximo, devido a medidas estratégicas mais centradas no cliente final. Já Baselworld é um mega evento com centenas de marcas de relojoaria, joalharia e acessórios, e tem vindo a ser criticada por diversos motivos, nomeadamente, pela falta de adequação aos novos tempos, o que tem levado também à saída de muitas marcas, inclusive das marcas que compõem o grupo Swatch.

Parece-nos que este ‘dar de mãos’ poderá ser uma forma de garantir uma resposta à altura dos desafios que o setor atualmente enfrenta, nomeadamente, a importância crescente das plataformas digitais e a procura de uma reaproximação sensata ao cliente final.

Outras leituras