fbpx
Timeless HMS 001 sobre um blusão de ganga
Crónicas Fotográficas

Timeless HMS 001: tudo certo

O surgimento de inúmeras micromarcas veio trazer ao mercado uma oferta de relojoaria mecânica a preços agressivos através de produtos honestos, bem desenhados e que exteriorizam abordagens estéticas diferentes. Tal é o caso do Timeless HMS 001 que tive a oportunidade de fotografar.

Chanel Paradoxe © Paulo Pires / Espiral do Tempo
Em Foco
Miguel Seabra

Chanel J12 Paradoxe

No âmbito da comemoração do 20.º aniversário do seu ex-líbris, o J12, a maison parisiense apresentou uma extraordinária reinterpretação que revela toda a mestria entretanto adquirida na confeção de caixas e braceletes de cerâmica. O J12 Paradoxe é seguramente um relógio que não deixará ninguém indiferente.

Ler mais »
Grand Seiko SLGA009 'White Birch' Spring Drive com uma floresta de bétulas brancas de fundo
Primeiras impressões
Cesarina Sousa

Grand Seiko Evolution 9: o novo SLGA009 ‘White Birch’ Spring Drive

Depois do Hi-Beat SLGH005 ‘White Birch’ ter centrado as atenções ao longo de 2021, a Grand Seiko apresenta o SLGA0009, a versão Spring Drive desse mesmo modelo, com ligeiras alterações estéticas. E com ele nasce também a coleção Evolution 9, ancorada em princípios de estilo bem definidos.

Ler mais »
Bell & Ross BR 05 Horolum com a luminescência dos indexes e ponteiros em destaque
Reportagem
Miguel Seabra

Bell & Ross: do cockpit para o pulso

Em Paris | Hoje em dia, a Bell & Ross apresenta uma coleção versátil que abrange vários estilos. Mas a sua origem está associada aos instrumentos de bordo. Os seus últimos modelos evidenciam essa ligação à aeronáutica e foram homenageados num evento que teve como palco o Museu do Ar e do Espaço.

Ler mais »

«20 Anos Espiral do Tempo - Edição Especial»

Porque a bela relojoaria é eterna.

Em destaque
Isotope Hydrium Blue Night num fundo azul
Tendência
Miguel Seabra

Isotope e o processo criativo

A Hydrium, mais recente linha da Isotope, tem conhecido grande sucesso — alavancado pela surpreendente edição limitada ‘Will Return’. José Mendes Miranda, o português fundador da micromarca baseada em Londres, fala-nos do processo criativo associado aos modelos Hydrium e apresenta-nos a nova versão Blue Night.

Ler mais »
Oscilador Zenith
Perspetiva técnica
Nuno Margalha

Oscilador: o coração do tempo

Todos nós percebemos o que é o tempo, é óbvio. O que não percebemos é como se explica. Sempre que, do alto da sua inocência, uma criança nos pergunta o que é o tempo, o que é óbvio, é que estamos em apuros. Pela sua importância, pela dificuldade de acesso à sua essência, o tempo ganha assim um certo carisma. Para o compreendermos melhor vamos conhecer o seu coração, o oscilador.

Ler mais »
Evento Espiral do Tempo - Cvstos no Rooftop do Hotel Mundial, Lisboa
Ponto de vista
Miguel Seabra

O que esperar de 2022?

Após o rescaldo ao que se passou em 2021, justifica-se uma antevisão do ano relojoeiro de 2022. Aqui ficam algumas notas de destaque em jeito de preview. 

Ler mais »

Watchfinder

Descubra o seu próximo relógio

Omega Speedmaster Calibre 321 Canopus Gold™

Vacheron Constantin Égérie Automatic Ref. 4605F/000R-B496 Corda automática | Ouro rosa | Ø 35mm | Luva de pelica, sobre fundo rosa | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Como uma luva

Foi na luvaria Ulisses, em Lisboa, que descobrimos os elementos ideais para celebrar o inverno. Como complemento a um look ou simplesmente pela utilidade de proteger as nossas mãos, as luvas são um adereço obrigatório para enfrentar os dias rigorosos da estação mais fria. Na histórica luvaria, podemos encontrar uma grande variedade de modelos, cores e acabamentos, para que sirvam todas as mãos, todos os estilos e, já agora, porque não, todos os relógios.

Pormenor mostrador Tudor Black Bay Ceramic | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Tudor Black Bay Ceramic

Num ano particularmente marcado pelas cores vibrantes e com o seu Black Bay Fifty-Eight de tamanho médio a ganhar cada vez mais adeptos, a Tudor

Ler mais »
20 ANOS em palavras

«Sempre me fascinou a coleção de relógios que o meu avô tinha começado; quando era criança gostava de ter os relógios na mão, de os sentir e de os observar – aqueles objetos antigos fascinavam-me. (…) Redescobri a coleção mais tarde, adormecida num cofre; uma das peças é um notável relógio de carruagem – quando o revi como que sofri um baque e desde logo imaginei integrar esses relógios numa coleção, associando-a ao desenvolvimento da Manufatura Chopard.»

 Karl-Friedrich Scheufele, copresidente da Chopard, in Espiral do Tempo 35  (2010)

Por marca