fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Relógios extraordinários: 12 magníficos de 2019

Num mundo onde a criatividade parece faltar cada vez menos, são muitas marcas que continuam a revelar a sua habilidade para conceberem peças de exceção. Podem haver opiniões contrárias, mas, na nossa perspetiva, a alta-relojoaria atravessa hoje um período especialmente profícuo no domínio da complicações que enchem o olho e das soluções técnicas originais. Não há nada como relógios que unem design e micro-mecânica de forma genial. Com isto em mente, não poderíamos deixar partir 2019 sem apresentar uma seleção de 12 marcos relojoeiros deste ano.

O último trimestre do ano tende a coincidir com diversos eventos que distinguem os melhores exemplares da temporada relojoeira. As iniciativas são muitas e de regulamentação variada, o que faz com que seja difícil afirmar com certezas que um determinado relógio é mesmo o melhor porque há todo um contexto relativo ou subjetivo associado a cada iniciativa deste género. Já se sabe que, entre as múltiplas eleições, o Grand Prix d’Horlogerie de Genève se destaca pela obrigatoriedade de as marcas inscreverem os seus modelos nas respetivas categorias, havendo marcas que nem sempre o fazem ou que nunca o fizeram. Ou seja, a consagração é feita apenas entre os exemplares submetidos a concurso. No universo relojoeiro, há múltiplos sufrágios que se regem por parâmetros diferentes e um escrutínio livre, mas nenhum tem a pompa e circunstância ou o peso institucional do Grand Prix d’Horlogerie de Genève. Quem não se inscreve não se sujeita ao escrutínio; e, entre os que estiveram presentes na edição deste ano do grande prémio, houve vencedores para todos os gostos: marcas seculares e recentes, nomes conhecidos e surpreendentes revelações, grandes grupos do luxo e pequenos produtores independentes.

A Audemars Piguet acabou por se sagrar a vencedora da noite com a conquista de três troféus – incluindo o mais importante, o ‘Aiguille d’Or’, que é o Grand Prix atribuído entre todos os exemplares finalistas em todas as categorias. E, para o júri, o melhor dos melhores foi o Royal Oak Selfwinding Perpetual Calendar Ultra-Thin, que havia anteriormente sido apresentado como concept watch da equipa de pesquisa e desenvolvimento de produto da secular casa de Le Brassus, mas que, entretanto, passou para produção regular. O rescaldo da cerimónia de atribuição dos prémios associados ao GPHG 2019 pode ser lido no nosso site; agora tomámos a liberdade de apresentar os modelos que, na nossa perspetiva, podem ser encarados como grandes marcos relojoeiros de entre os lançamentos de 2019. Quando nos referimos a ‘grandes marcos’ queremos destacar os relógios que nos mostram que a criatividade ao nível no casamento entre design e micro-mecânica de exceção está de boa saúde e recomenda-se. Há um tempo que não assistíamos ao nascimento de tantos relógios incríveis mecanicamente e sentimo-nos, por isso, uns privilegiados. Brindemos, assim, ao ano que vai e ao ano que vem com 12 instrumentos do tempo que são um verdadeiro hino ao que de melhor se faz em alta-relojoaria.

Vacheron Constantin Traditionelle Twin Beat Perpetual Calendar Referência/ 3200T/000P-B578 Corda manual | Platina 950 | Ø 42 mm
Vacheron Constantin Traditionelle Twin Beat Perpetual Calendar
Referência/ 3200T/000P-B578
Corda manual | Platina 950 | Ø 42 mm
Patek Philippe Grand Complication Referência/ 6300G Corda manual | Ouro branco | Ø 47.7 mm
Patek Philippe
Grand Complication
Referência/ 6300G
Corda manual | Ouro branco | Ø 47.7 mm
F.P.Journe – Invenit et Fecit Astronomic Souveraine Corda manual | Aço | Ø 44 mm
F.P.Journe – Invenit et Fecit
Astronomic Souveraine
Corda manual | Aço | Ø 44 mm
MB&F Legacy Machine Flying T Referência/ 05.WSL.B Corda automática | Ouro cinzento | Ø 38,5 mm
MB&F Legacy Machine Flying T
Referência/ 05.WSL.B
Corda automática | Ouro cinzento | Ø 38,5 mm
Ferdinand Berthoud Chronométrie Ferdinand Berthoud Far Side of the Moon Referência/ FB 1L.4 Corda manual | Ouro branco e titânio | Ø 44 mm
Ferdinand Berthoud Chronométrie Ferdinand Berthoud Far Side of the Moon
Referência/ FB 1L.4
Corda manual | Ouro branco e titânio | Ø 44 mm
Girard-Perregaux Cosmos Referência/ 99292-21-651-BA6F Corda manual | Titânio | Ø 47 mm
Girard-Perregaux Cosmos
Referência/ 99292-21-651-BA6F
Corda manual | Titânio | Ø 47 mm
Genus GNS1.2 Referência / GNS1.2WG
Corda manual | Ouro cinzento | Ø 43 mm
Genus GNS1.2
Referência / GNS1.2WG
Corda manual | Ouro cinzento | Ø 43 mm
A.Lange & Söhne Datograph Perpetual Tourbillon Referência / 740.056 Corda manual | Ouro branco | Ø 43 mm
A.Lange & Söhne Datograph Perpetual Tourbillon
Referência / 740.056
Corda manual | Ouro branco | Ø 43 mm
Jaeger-LeCoultre Master Grande Tradition Gyrotourbillon Westminster Perpétuel Referência / 5253420 Corda manual | Ouro branco | Ø 43 mm
Jaeger-LeCoultre Master Grande Tradition Gyrotourbillon Westminster Perpétuel
Referência / 5253420
Corda manual | Ouro branco | Ø 43 mm
Hermès Arceau L’Heure de la lune Referência | 048356WW00 Corda automática | Ouro cinzento | Ø 43 mm
Hermès
Arceau L’Heure de la lune
Referência | 048356WW00
Corda automática | Ouro cinzento | Ø 43 mm
Bovet 1822 Bovet Récital 26 Brainstorm Chapter One Referência/ R260001 Corda manual | Ouro vermelho | Ø 43,5 mm
Bovet 1822 Bovet Récital 26 Brainstorm Chapter One
Referência/ R260001
Corda manual | Ouro vermelho | Ø 43,5 mm
Bulgari Octo Roma Grande Sonnerie Perpetual Calendar Ref. 103195 Corda automática | Ouro branco e titânio | Ø 44 mm
Bulgari
Octo Roma Grande Sonnerie Perpetual Calendar
Ref. 103195
Corda automática | Ouro branco e titânio | Ø 44 mm

Outras leituras