fbpx

A surpresa do novo Jaeger-LeCoultre Duomètre Unique Travel Time

A Jaeger-LeCoultre enriquece a coleção Duométre com um novo Unique Travel Time que se distingue pela rara técnica decorativa que foi aplicada no mostrador. Em termos técnicos a duplicidade mantém-se: um movimento e um mesmo órgão regulador, com duas fontes diferentes de energia.

ETO_JLC_Duometre_TravelTime_soldad
© Jaeger-LeCoultre

A Jaeger-LeCoultre volta a surpreender com o lançamento da edição limitada Duomètre Unique Travel Time com mostrador cinzelado.

Com base nos códigos estéticos e no conteúdo relojoeiro da coleção Duomètre, o novo relógio afirma sua personalidade ao abraçar uma rara técnica decorativa que resulta de um minucioso trabalho realizado à mão.

Subtilmente texturizado, o mostrador representa na perfeição o toque de ousadia caraterístico do Duomètre Unique Travel Time. Esta técnica distinta pertence à arte da gravação manual e consiste na extração de material por meio de movimentos multidirecionais, realizados com o auxílio de uma ferramenta especial – o buril – de modo a obter uma superfície finamente granulada e brilhante. O mostrador é único – não só devido à sua aparência que é ao mesmo tempo áspera e delicada, mas também porque o gesto do artesão é livre, originando sempre peças únicas.

Ao mostrador une-se ainda a representação do nosso Planeta com um pequeno globo convexo que evoca o tipo de globo que as pessoas adoraram girar sobre o seu eixo. Por outro lado, os submostradores com acabamento acetinado, criando um delicioso contraste com o efeito cinzelado do mostrador.

Dois cérebros 

ETO_JLC_Duometre_TravelTime_02
© Jaeger-LeCoultre

No Duomètre Unique Travel Time da Jaeger-LeCoultre, o conceito Dual-Wing® inaugurado no Duomètre à Chronographe – um movimento com duas fontes de energia distintas, uma para garantir a precisão e a outra associada a uma função complementar, unidas pelo mesmo órgão regulador -, surge novamente em destaque. Neste caso, ao relógio une-se a função de segundo fuso horário.

Apesar da complexidade do mecanismo, a Jaeger-LeCoultre procurou acentuar a natureza agradável e user-friendly do relógio de forma a libertá-lo de quaisquer problemas decorrentes de sua manipulação, sendo que a mesma coroa permite dar corda aos dois tambores. A rotação anti-horária dá corda ao tambor da hora de referência, ao passo que a rotação no sentido horário possibilita dar corda ao tambor do fuso da viagem. a combinação da hora de referência e hora de destino é ajustável com a precisão de minutos. Graças ao sistema Unique Travel Time, o viajante pode ajustar o fuso horário em todos os continentes e países, independentemente da diferença horária. Em termos práticos isto significa que pode dessincronizar os minutos para criar seu próprio horário.

ETO_JLC_Duometre_TravelTime_01
© Jaeger-LeCoultre

Por fim, tanto a caixa como o movimento foram objeto de acabamentos sofisticados, incluindo pontes em prata anguladas à mão e os exclusivos côtes soleillées desenvolvidos pela Jaeger-LeCoultre. Este cuidado com a decoração, tanto externa como interna tem como inspiração a longa tradição dos relógios de bolso da Grande Maison.

O fundo surge como a cereja no topo de bolo, ao revelar a gravação com os nomes das cidades que correspondem aos vinte e quatro fusos horários.

O Duomètre Unique Travel Time da Jaeger-LeCoultre é uma edição limitada a 200 exemplares.ET_simb

Caraterísticas Técnicas
Jaeger-LeCoultre
Duomètre Unique Travel Time
Edição limitada a 200 exemplares

Referência/ 606 35 40
Movimento/ Mecânico de corda manual Calibre JLC 383, 28’800 alternâncias/hora, dois tambores, 50h de re­ser­va de corda para cada tambor.
Funções/ Horas de referência: horas, minutos, segundos centrais. Segundo fuso horário: horas digitais saltantes, minutos, horas do mundo. Indicação das duas reservas de corda.
Mostrador/ Cinzelado. Ponteiros com acabamento prateado.
Caixa Ø 42 mm/ Ouro branco 18kt, estanque até 50 metros.
Bracelete/ Pele castanha de aligátor com fivela em ouro branco.

Outras leituras