Cauny X Siza: uma edição especial desenhada por Álvaro Siza Vieira

Os novos modelos foram oficialmente apresentados na Fundação Serralves, no Porto, com a presença do reputado arquiteto português e estão disponíveis nas versões White e Mirror.

«Nas décadas de 1950 e 1960 os relógios Cauny surgiam, confortavelmente, no pulso de muitos portugueses. Depois, por diferentes razões, eclipsaram-se da nossa vista. Mas muitos colecionadores nunca esqueceram esses momentos de sucesso da marca e guardaram exemplares únicos. Agora este segredo bem guardado do passado regressa, porque há memórias que nunca se apagam. E que, de repente, renascem. A Cauny está de volta, com apostas diversificadas.» Estas foram palavras escritas pelo nosso saudoso cronista Fernando Sobral a propósito do renascimento da Cauny, em 2020. Entretanto, o tempo passou e muitos foram os lançamentos, com diversos níveis de preços e algumas parcerias pelo meio.

Lançamento Cauny x Siza em SerralvesLançamento Cauny X Siza em Serralves | © Espiral do Tempo

A mais recente novidade vem reforçar ainda mais a relação da marca de relojoaria com os portugueses e não só: uma edição especial composta por dois relógios de pulso desenhados pelo consagrado arquiteto portuense Álvaro Siza Vieira. Os novos Cauny X Siza foram apresentados na Fundação Serralves, no Porto, no passado dia 3 de novembro, com a presença de Álvaro Siza Vieira, de Pedro Adão e Silva, Ministro da Cultura, e dos responsáveis da Cauny.

Expositor Cauny x Siza e Álvaro Siza Viera a discursar na apresentação dos novos Cauny em SerralvesExpositor Cauny X Siza e Álvaro Siza Viera a discursar na apresentação dos novos Cauny em Serralves | © Espiral do Tempo

Cauny X Siza

Em comunicado, a marca conta que a «a história do novo lançamento da Cauny nasce em 2021, quando a equipa da marca e Siza Vieira começaram a conversar sobre o desenho de um modelo exclusivo. O resultado é um objeto de design singular com materiais de qualidade a um preço acessível.» E complementa: «Álvaro Siza é, porventura, o maior arquiteto do nosso tempo, mas também uma das pessoas com quem foi mais fácil trabalhar. Em cada passo deste caminho, testemunhámos a enorme vitalidade criativa, a rapidez do pensamento, a liberdade no desenho, a curiosidade incessante, o rigor com que cuida de cada detalhe. Estas são características conhecidas desde há muito; a novidade é revelarem-se desta vez num relógio de pulso.»

Álvaro Siza Vieira em processo criativo do Cauny x SizaÁlvaro Siza Vieira em processo criativo do Cauny X Siza | © Cauny

Já o mais premiado arquiteto português de sempre destaca o processo de criação: «Desenhar um relógio de pulso, em diálogo com Filipe Costa Almeida, foi para mim um belo e estimulante exercício. Diálogo em presença. Olhando outros relógios produzidos pela Cauny e feito de hipóteses apresentadas e de atenção aos comentários e sugestões sobre o que seria ou não acertado. A história do desenho de relógios é também a história de milhões de novos modelos, ou melhor, de sucessivas transformações. Segui esse percurso com o propósito de que esta transformação não fosse imperceptível, e também de que este relógio “parecesse” um relógio, da mesma forma que penso que uma cadeira deve “parecer” uma cadeira e um automóvel deve “parecer” um automóvel – pelo menos para já. De que o novo não tem de ser uma agressão – o que nem sempre acontece.»

Cauny x Siza Mirror | © CaunyCauny X Siza Mirror | © Cauny

A edição Cauny X Siza integra dois relógios desenhados por Álvaro Siza Vieira, do mostrador aos ponteiros, passando pela caixa e pelo estojo. Estão assim disponíveis duas versões White e Mirror, com caixas em aço polido de 30mm e 35mm, vidro de safira, correia de pele italiana em castanho ou preto. A versão Mirror tem o mostrador espelhado do qual saltam os ponteiros duplos das horas e dos minutos; a surpresa passa pelos jogos de reflexos consoante a incidência da luz no mostrador. Já a versão White tem mostrador branco com ponteiros pretos com extremidade em forma de seta invertida. O design dos algarismos, de linhas finas, mas bem marcadas, é complementado por pontos no lugar dos indexes de cinco minutos e por leves traços que contribuem para a harmonia visual. Por fim, refira-se a caixa com apenas um ponto de fixação da correia em vez das habituais asas duplas. A referência ao arquiteto encontra-se no mostrador e no fundo, personalizado com a gravação da sua assinatura. Ambos os modelos estão equipados com movimento de quartzo.

Cauny x Siza White, com assinatura de Alvaro Siza Vieira na caixa a trásCauny X Siza White, com assinatura de Alvaro Siza Vieira na caixa a trás | © Cauny

As nossas impressões

Enquanto Espiral do Tempo, estamos acostumados a procurar e a estabelecer relações entre a relojoaria e as mais diversas áreas. Para nós, um relógio é um relógio, mas se for visto de outras perspetivas pode ser muito mais. Neste caso, uma marca de relojoaria bem conhecida dos portugueses procurou um nome reconhecido da arquitetura portuguesa e convidou-o a participar no processo de design de um relógio de pulso e a ser protagonista desse mesmo processo. É alguém que pouco sabia sobre relógios. O próprio admitiu isso na apresentação: «Gostei muito deste trabalho, de desenhar este relógio. Eu de relógios a única coisa que sabia era ver as horas e uma das coisas pelas quais gostei deste trabalho foi o trabalho de equipa, foi um diálogo onde me foi dada com toda a clareza uma série de informações que permitem levar um projeto por diante. Gosto de fazer relógios, de fazer móveis, de fazer objetos… sei lá o que já me têm pedido para fazer. É certo que gosto mais de fazer arquitetura, por razões óbvias.»

Cauny x Siza White e Mirror no pulsoCauny X Siza White e Mirror | © Espiral do Tempo

A Espiral do Tempo esteve no lançamento desta edição especial e, à primeira vista, o destaque vai para a pureza e simplicidade, sendo que é pelos detalhes que estes relógios se destacam – até porque evocam claramente o traço do arquiteto que lhe dá o nome. As dimensões contidas são bem disfarçadas no pulso pela abertura e clareza do mostrador e pelo delicado anel como luneta. No fundo, os relógios visualmente parecem maiores do que são. Por outro lado, há que destacar que assentam muito bem: são confortáveis, com excelente legibilidade e com correias elegantes, perfeitamente adequadas ao perfil do relógio e descomplicadas.

Cauny x Siza White e frase de Álvaro Siza VieiraCauny X Siza White | © Espiral do Tempo

Os mais puristas talvez gostassem de ver esta edição especial ser lançada com um movimento mecânico, de modo a reforçar a sua identidade relojoeira e a sua ligação à passagem do tempo. Ainda assim, a relojoaria faz-se também de apaixonados por design e por objetos que são desenhados para cumprir o seu papel primordial. «De um modo geral, interessa apenas ter as horas e os minutos. Há um desenho mais simples e melhor consultável. Assim não engana», referiu também Álvaro Siza Vieira. O resultado final traduziu-se numa edição que fala para o mundo e que surge como um oportunidade acessível para quem gosta de usar uma peça simbólica, mas discreta e distinta, e que além de ser um relógio, é também um bonito objeto de design.

Cauny x SizaCauny X Siza | © Espiral do Tempo & Cauny


 

Espiral do Tempo 81

Outras leituras