fbpx

Tudor Black Bay Fifty-Eight 925

Num ano tornado olímpico em virtude dos Jogos de Tóquio, a sister company da Rolex alargou a sua oferta na variante Black Bay Fifty-Eight, completando o pódio: lançou uma versão integral em bronze, estreou uma variante em ouro e arriscou mesmo a prata. Com uma tonalidade prateada diferente da do aço habitualmente utilizado na gama Black Bay, o Fifty-Eight 925 apresenta-se como um tool watch de aura mais distintiva.


Artigo originalmente publicado no número 77 da Espiral do Tempo (inverno 2021) 


A Tudor está a transformar o Black Bay num filão inesgotável — e com sucesso, surpreendendo sempre pelas alternativas acrescentadas à coleção, quando parecia ser impossível apresentar algo de verdadeiramente novo. E, num ano tornado olímpico em virtude dos Jogos de Tóquio, a sister company da Rolex alargou a sua oferta na variante Black Bay Fifty-Eight, completando o pódio: lançou uma versão integral em bronze (material que usava apenas em caixas de 43mm) com bracelete metálica a condizer, estreou uma variante em ouro e arriscou mesmo a prata. Mas se, por um lado, o ouro foi desde sempre o metal precioso por excelência e o bronze se tornou popular ao longo da última década, a prata, por outro, não tem sido muito vista na relojoaria. O que só deu ainda mais destaque à apresentação de um relógio esterlino que cavalga nos códigos intemporais da linha Black Bay e seduz a plateia vintage com o diâmetro de 39mm da gama Fifty-Eight… apresentando esse trunfo suplementar de ser elaborado num material pouco comum.
A prata foi utilizada nos primórdios da relojoaria portátil e, ocasionalmente, ao longo dos tempos. Por se tratar de uma liga mais macia e com propensão para ficar manchada, nunca foi metal preferencial – mas a Tudor sabe o que faz e a sua reputação assenta na conceção de tool watches de grande fiabilidade, pelo que (e à semelhança do que sucede nos seus modelos de bronze) a prata do Black Bay Fifty-Eight 925 recebeu um tratamento especial para que mantenha sempre um bom ar, ao mesmo tempo que vai ganhando alguma patina. A tonalidade é mais quente do que a do aço; a escolha do taupe para o mostrador e a luneta reforça a sua originalidade.

Tudor Black Bay Fifty-Eight 925 sobre pedras de xisto e um fundo escuro
| © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Cor singular

A Tudor emparelhou um material incomum com uma cor peculiar para o mostrador e a luneta em alumínio: o taupe, tonalidade entre o cinzento e o caqui, com alguns reflexos castanhos. A emblemática insígnia snowflake inerente à linha Black Bay surge nos ponteiros das horas e dos segundos, estando também disponível a habitual escolha relativamente à vestimenta: bracelete têxtil confecionada na fiação Julien Faure ou correia de couro em tom a condizer.

Mostrador prateado do Tudor Black Bay Fifty-Eight 925
| © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Fundo transparente

Não é tão raro um relógio dito de mergulhador ter um fundo transparente, mas é pouco comum na Tudor e o Black Bay Fifty-Eight 925 apresenta um vidro de safira que mostra toda a robustez da nova versão do movimento automático MT5402. O Calibre MT5400 foi ligeiramente alterado para preencher melhor o fundo e inclui as já habituais valências: certificado COSC de precisão, 70 horas de reserva de carga e garantia de cinco anos.

Verso de caixa do Tudor Black Bay Fifty-Eight 925
| © Paulo Pires / Espiral do Tempo

→ Com uma tonalidade prateada diferente da do aço habitualmente utilizado na gama Black Bay, o Fifty-Eight 925 apresenta-se como um tool watch de aura mais distintiva.


Características técnicas

Tudor
Black Bay Fifty-Eight 925

Ano de lançamento | 2021

Referência | M79010SG-0002

Movimento | Mecânico de corda automática. Calibre MT5400 (COSC). Aprox. 70h de reserva de corda.
Funções | Horas, minutos e segundos.
Caixa ø 39 mm | Prata 925. Fundo em vidro de safira. Coroa de rosca
em prata 925. Estanque até 200m.
Bracelete | Tecido taupe com fivela em prata 925.
Preço | 4.240€

Tudor Black Bay Fifty-Eight 925 de frente em fundo branco
Tudor Black Bay Fifty-Eight 925 | © Tudor

Relógio cedido por Torres Joalheiros.

Visite o site oficial da Tudor para mais informações.

Outras leituras