fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

A troika da A. Lange & Söhne

Como já tinha sucedido em 2020, a manufatura A. Lange & Söhne optou por não desvelar muitas referências na plataforma digital Watches & Wonders. E das novidades destaca-se um trio em particular: o estreante Lange 1 Perpetual, uma nova versão do Triple Split e o Little Lange 1 Moon Phase com mostrador estrelado.

Ouro sobre azul ou azul sobre ouro: o Triple Split em todo o seu esplendor | © A. Lange & Söhne

Poucos, mas bons. Num contexto muito especial, e que de algum modo é semelhante ao do ano passado, a A. Lange & Söhne escolheu centrar a sua estratégia de comunicação na plataforma Watches & Wonders à volta de apenas três referências — para depois, faseadamente e ao longo do ano, ir revelando as restantes propostas que tem previstas para 2021. Dois dos três modelos apresentados não constituem uma novidade absoluta, mas contemplam novos desenvolvimentos com diferentes combinações de cor no mostrador e material da caixa; o restante é uma estreia, mesmo que o seu rosto já se tenha visto numa anterior combinação.

Close-up do submostrador das fases da lua do A. Lange & Söhne Lange 1 Perpetual Calendar
Detalhe do disco dos meses e da janela das fases da lua no Lange 1 Perpetual | © A. Lange & Söhne

Lange 1 Perpetual

Do trio, aquele que constitui a maior novidade é o Lange 1 Perpetual. O emblemático Lange 1, que passa por ser o ex-libris da A. Lange & Söhne desde o seu lançamento em 1994 e um dos ícones incontornáveis da relojoaria contemporânea, apresenta já uma alargada família que variações mais ou menos complicadas; foi anteriormente declinado também no Lange 1 Perpetual Tourbillon — cujo mostrador acabou por inspirar o lançamento do novo Lange 1 Perpetual.

A. Lange & Söhne Lange 1 Perpetual Calendar com mostrador salmão em ouro rosa e caixa em ouro branco
Em edição limitada: o Lange 1 Perpetual em ouro branco e mostrador em ouro rosa | © A. Lange & Söhne

Os códigos inconfundíveis do típico mostrador do Lange 1 estão lá, com a sua configuração descentrada (embora em sentido inverso relativamente ao próprio Lange 1) e data sobredimensionada. Mas os pequenos segundos incluem uma janela para as fases da lua, a escala da reserva de corda dá lugar a uma escala retrógrada para os dias da semana (utilizada no Lange 1 Daymatic) e existe um anel na periferia para a indicação dos meses. A sinalização dos anos bissextos surge discretamente numa abertura às 6 horas. Ou seja, a integração do calendário completo é feita sem que a identidade do lendário Lange 1 seja beliscada. Graças ao inteligente arranjo das indicações de calendário de avanço simultâneo fora do submostrador das horas e dos minutos, o Lange 1 Perpetual dá uma dimensão mais conveniente à legibilidade; de modo a criar os requisitos necessários para a integração de um calendário perpétuo no mostrador descentrado do Lange 1, o departamento de desenvolvimento de produto optou pela original apresentação do mês através de um anel periférico rotativo.

A. Lange & Söhne Lange 1 Perpetual Calendar com mostrador prateado e caixa em ouro em fundo preto e detalhe do seu mostrador com submostrador das horas e minutos e da data.
Lange 1 Perpetual com mostrador cinza e caixa em ouro amarelo | © A. Lange & Söhne
Calibre L021.3 da A. Lange & Söhne
Calibre L021.3 | © A. Lange & Söhne

O novo modelo da família Lange 1 apresenta um diâmetro de 41,9mm e está dotado de um calibre de corda automática; para já encontra-se disponível em duas versões: uma com caixa em ouro rosa com mostrador cinza e outra, numa edição limitada a 150 exemplares, com caixa em ouro branco acompanhada de um mostrador em ouro rosa que, segundo a incidência da luz, varia entre o tom de salmão e os reflexos dourados. É uma cor de mostrador rara no catálogo da A. Lange & Söhne e só tinha sido utilizada numa ocasião anterior: no excecional Datograph Perpetual Tourbillon. E é uma cor muito apreciada pelos aficionados puros e duros.

Fundo de caixa com movimento à vista do A. Lange & Söhne Lange 1 Perpetual Calendar
O rotor em destaque no calibre automático do Lange 1 Perpetual Calendar © A. Lange & Söhne
Detaçhes do mostrador cinzento e do movimento do A. Lange & Söhne Lange 1 Perpetual Calendar
A típica gravação à mão na ponte do balanço e a janela dos anos bissextos | © A. Lange & Söhne

Triple Split

Estreado em 2018, o Triple Split saltou logo para a primeira linha das mais impressionantes obras-primas lançadas pela A. Lange & Söhne em toda a sua história e até detém um recorde mundial: o de ser o primeiro cronógrafo mecânico capaz de calcular tempos intermédios e de referência até 12 horas — graças a ponteiros de recuperação adicionais nos totalizadores das horas e dos minutos. Este ano, o Triple Split surge declinado numa nova e atraente versão com mostrador azul e totalizadores contrastantes prateados. Tal como na primeira edição em ouro branco e mostrador cinzento com totalizadores prateados, também a segunda em ouro rosa é exclusiva e reservada a somente 100 exemplares.

A. Lange & Söhne Triple Split em fundo preto e detalhe do centro do seu mostrador
Um cronógrafo extraordinário que agora surge com novas roupagens | © A. Lange & Söhne
Pormenor do Calibre L132.1 da A. Lange & Söhne
Calibre L132.1 | © A. Lange & Söhne

E vale mesmo a pena, não só pela beleza do novo mostrador como por todas as suas valências técnicas. Há três anos apresentou-se como um digno e superior sucessor do já de si lendário Double Split, que em 2004 possibilitou a primeira medição comparativa de tempos com uma duração agregada de 30 minutos e que desde então se tinha mantido como o único cronógrafo a conseguir fazê-lo… precisamente até ao advento do Triple Split. Graças a um totalizador de minutos com ponteiro rattrapante saltitante e um totalizador das horas com ponteiro rattrapante deslizante, o Triple Split multiplica o espectro de medida da função rattrapante por um fator de 24 — permitindo-lhe cobrir muitas mais aplicações interessantes e diversificadas: desde cronometrar os tempos de dois concorrentes numa corrida de Fórmula 1, numa etapa da Volta à França ou numa maratona até tempos de eventos que comecem consecutivamente, como os voos de ida e regresso de longa distância.

A. Lange & Söhne Triple Split numa mesa de madeira com máquina fotográfica e chávena de café
Classe pura e qualidade estratosférica: o poderoso Triple Split | © A. Lange & Söhne
Fundo de caixa com movimento do A. Lange & Söhne Triple Split
O fascinante universo mecânico do Triple Split contempla mais de 500 componentes | © A. Lange & Söhne

Também é possível adicionar os tempos de acontecimentos que demorem várias horas, como a duração de cada uma das disciplinas individuais do Ironman. Por sua vez, durante a cronometragem de tempos adicionais podem ser medidas parcelas de tempo adicionais. O Triple Split veio elevar ainda mais a fasquia no âmbito dos cronógrafos mecânicos, com um terceiro ponteiro suplementar de recuperação (rattrapante) que requereu desenvolvimentos técnicos muito específicos só ao alcance dos maiores especialistas.

Pormenor do mostrador azul do A. Lange & Söhne Triple Split
Sumptuoso contraste entre a caixa em ouro rosa e o mostrador azul escuro | © A. Lange & Söhne
A. Lange & Söhne Triple Split frente e verso em fundo branco
O verso e o reverso do Triple Split | © A. Lange & Söhne

Little Lange 1 Moon Phase

Graças ao seu êxito global, o Lange 1 passou também a ser apresentado num formato mais reduzido a partir de 1998. E porque a lua é mesmo de todos, o Little Lange 1 Moon Phase juntou-se à família do mais emblemático relógio da A. Lange & Söhne em 2009. Trata-se de uma notável versão inicialmente destinada a senhoras, mas posteriormente adotada por todos aqueles que gostam do tamanho midsize, que apresenta a poética complicação astronómica das fases da lua apesar de um diâmetro de caixa de somente 36,8 milímetros — e que este ano reforça essa conotação celestial com uma nova versão em ouro branco dotada de um fabuloso mostrador azul cósmico onde parecem brilhar milhares de pequenas estrelas.

A. Lange & Söhne Little Lange 1 Moonphase com caixa em ouro branco, versão com e sem diamantes.
As duas novas variantes do Little Lange 1 Moonphase | © A. Lange & Söhne
Calibre L121.2 da A. Lange & Söhne
Calibre L121.2 | © A. Lange & Söhne

O novo Little Lange 1 Moon Phase de mostrador estelar tem também uma segunda e ainda mais brilhante variante, dotada de 56 diamantes na luneta. Afinal de contas, um cintilante enquadramento digno de tão celestial mostrador.

A. Lange & Söhne Little Lange 1 Moonphase com caixa em ouro branco no pulso
O Little Lange 1 Moon Phase adequa-se também a pulsos masculinos | © A. Lange & Söhne
A. Lange & Söhne Little Lange 1 Moonphase com caixa com diamantes e detalhe do seu mostrador azul
A variante mais joalheira do Little Lange 1 Moon Phase | © A. Lange & Söhne

Outras leituras