fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Novidades 2019: Zenith El Primero A384 Revival: um primor revivalista

Após um estojo comemorativo e um triunvirato de respeito, a Zenith prosseguiu a celebração das Bodas de Ouro do seu lendário calibre cronográfico com um lançamento que faz as delícias dos aficionados: o neo-retro El Primero A384 Revival — uma fiel reedição do primeiro relógio de sempre a receber o revolucionário movimento automático que se mantém como ex-libris da secular manufatura de Le Locle.

 Já era esperado há algum tempo nos círculos mais fechados ligados à Zenith. Foi agora divulgado em Nova Iorque. Depois de um primeiro estojo comemorativo desvelado em janeiro (abordado num artigo anterior que recordou a saga épica do calibre El Primero) e da série A386 Revival em três ligas de ouro apresentada em Baselworld, Julien Tornare — presidente da manufatura — anunciou finalmente o tributo mais aguardado pelos saudosistas: o El Primero A384 Revival, que reproduz as formas angulosas da caixa e o mostrador panda do primeiro modelo a receber o lendário movimento cronográfico de corda automática.

Os botões cronográficos com formato 'cogumelo' acrescentam perfume vintage ao conjunto. © Zenith
Igual ao original: os botões cronográficos com formato ‘cogumelo’ acrescentam perfume vintage ao El Primero A384 Revival. © Zenith

Com um inconfundível design retrofuturista que já antecipava os devaneios geométricos da década de 70, o El Primero A384 de 1969 há muito que se tornou num cobiçado item de colecionador. Ainda há cerca de um mês um exemplar New Old Stock arrebatou uma considerável soma no leilão da Phillips em Genebra. O seu relançamento – numa fiel reprodução do original de há 50 anos – é a cereja no topo do bolo da comemoração das Bodas de Ouro do mais mítico calibre cronográfico da história da relojoaria.

Os anúncios de 1969 que anunciavam um novo relógio dotado de um inovador calibre cronográfico automático. © Zenith
Os anúncios de 1969 que anunciavam um novo relógio dotado de um inovador calibre cronográfico automático. © Zenith

Se o El Primero foi mesmo o primeiro movimento cronográfico de corda automática é difícil de ajuizar, já que na altura houve uma extraordinária corrida tripartida em que três entidades distintas competiram entre si sem o saber – a Zenith, o consórcio formado pela Heuer, Breitling, Hamilton-Búren e Dubois Dépraz, e a Seiko. Mas foi seguramente o primeiro a ser oficialmente apresentado ao público. E o único que se mantém em atividade numa construção idêntica (com as inevitáveis atualizações, claro) ao de 1969. O que atesta bem a sua qualidade e intemporalidade. Até porque, ao contrário do modular Chronomatic/Calibre 11 do consórcio rival, apresentava uma arquitetura integrada e uma superior sofisticação graças à roda de colunas. Sem esquecer a elevada frequência de 36.000 alternâncias/hora. Um conjunto de funções diferenciadas que permitiu que resistisse ao tempo e permanecesse um movimento excecional meio século depois…

Personalidade geométrica e visual bicromático graças ao mostrador panda: o El Primero A384 Revival © Zenith
Personalidade geométrica e visual bicromático graças ao mostrador panda: o El Primero A384 Revival © Zenith

Coincidindo com o lançamento do calibre pela Zenith em 1969, também foi divulgado o primeiro relógio que iria recebê-lo: a referência A384, com o seu design tão original. Para a série A384 Revival, a Zenith procurou reproduzir e preservar tudo o que fosse possível do relógio original – adotando uma abordagem de ‘engenharia reversa’ que manteve todos os componentes fiéis à versão original. Todas as partes do A384 original de 1969 foram digitalizadas para serem reproduzidas com precisão, desde a caixa de aço facetada de 37mm por 12,60mm de espessura até ao mostrador laqueado branco e preto com taquímetro.

Uma caixa de forma com grande personalidade. © Zenith
Uma caixa de forma com grande personalidade e tamanho para qualquer pulso. © Zenith

MELHOR DO QUE O ORIGINAL

Os U2 costumavam cantar “Even Better Than The Real Thing…”. As únicas diferenças entre o El Primero A384 original e o El Primero A384 Revival são melhorias intrínsecas que nem sequer mexem com o visual do relógio: o vidro de safira (convexo e com tratamento anti-reflxo) em vez do acrílico, o fundo transparente em vidro de safira a substituir o fundo fechado da caixa em aço estanque a 100 metros e a última versão do calibre El Primero 400, um concentrado tecnológico de meio século de aperfeiçoamento e refinamento graduais com 50 horas de reserva de corda.

Detalhe do El Primero A384 Revival. © Zenith
Detalhe do El Primero A384 Revival. © Zenith

O tamanho de 37mm, que poderia eventualmente ser considerado pequeno, ‘veste’ acima do número graças ao formato da caixa e adapta-se a qualquer punho com um perfume muito vintage. O mostrador tipo ‘panda’ com contadores negros contrastantes e escala taquimétrica negra no perímetro sobre fundo branco dá-lhe especial encanto. Os índices das horas aplicados são banhados a ródio, facetados e revestidos com matéria luminescente Super-LumiNova SLN C3 – tal como os ponteiros, destacando-se a trotteuse (ponteiro cronográfico dos segundos) a vermelho.

O El Primero A384 original de 1969. © Zenith
O El Primero A384 original de 1969 vestido com uma bracelete em aço de três elos. © Zenith

O fabuloso look neo-retro do El Primero A384 Revival pode ficar eventualmente completo com uma bracelete metálica ‘ladeira’ integrada que evoca a que equipava o original de 1969, mas está também disponível uma correia preta em pele de crocodilo com base de borracha para uma utilização segura e confortável em quaisquer circunstâncias.

Mostrador bicromático tipo 'panda' com o ponteiro cronográfico dos segundos a sobressair em vermelho. © Zenith
Mostrador preto e branco com o ponteiro cronográfico dos segundos a sobressair em vermelho. © Zenith

Ao contrário dos outros modelos comemorativos anteriormente anunciados, o El Primero A384 Revival não é produzido em edição limitada – vai ter uma produção anual restrita mas manter-se-á no catálogo para que permaneça, como uma lenda viva, um tributo intemporal à história do El Primero. Um relógio carregado de simbolismo que é altamente recomendável!

O mais famoso movimento cronográfico da relojoaria de pulso comemora este ano as suas Bodas de Ouro © Zenith
O mais famoso movimento cronográfico da relojoaria de pulso comemora este ano as suas Bodas de Ouro © Zenith

Outras leituras