fbpx

Chopard Alpine Eagle XL Chrono

Depois do lançamento do Alpine Eagle no ano passado, a Chopard complementa agora a coleção com novos modelos de menores e de maiores dimensões. A estrela de 2020 é, no entanto, o modelo XL com cronógrafo flyback, disponível em três versões: o Alpine Eagle XL Chrono.

 

A história da coleção Alpine Eagle da Chopard encantou o mundo pelo modo como uniu três gerações em torno de um novo relógio de pulso. A Espiral do Tempo teve mesmo a oportunidade de contar essa história mais do que uma vez:  voltando a 1980, o St. Moritz da Chopard surgiu como modelo desportivo estanque em aço, de moderno design integrado e dedicado aos clientes que procuravam um relógio de caraterísticas couraçadas para alternar com as versões em ouro mais elegantes da marca. Na altura, foi Karl-Friedrich Scheufele quem esteve por trás da criação desse modelo de rotura com a nota de que terá sido esse o primeiro projeto relojoeiro do atual copresidente da Chopard.

Alpine Eagle XL Chrono em aço Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black. © Chopard
Alpine Eagle XL Chrono em aço Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black. | © Chopard

O grande desafio foi persuadir o seu pai de que seria boa ideia abrir uma nova dimensão na coleção da marca. Quarenta anos depois, a história familiar foi revisitada com a criação do Alpine Eagle: Karl-Fritz Scheufele, filho de Karl-Friedrich, despoletou o processo de desenvolvimento do novo relógio com a cumplicidade do avô Karl. Os detalhes da história podem ser lidos aqui no nosso site, mas importa, no entanto, dizer que o novo Alpine Eagle veio não só fazer a ponte entre as duas principais linhas masculinas da Chopard —  modelos L.U.C clássicos e a linha Mille Miglia rétro-desportiva —, como estabelecer a ligação entre os catálogos de homem e de senhora, tendo sido pensado como uma coleção abrangente. Essa abrangência faz-se agora sentir também pela diversidade porque a coleção Alpine Eagle é este ano complementada com novos modelos (de maiores e de menores dimensões). Entre eles um cronógrafo flyback em três diferentes versões.

Alpine Eagle XL Chrono em aço Lucent Steel A223 com mostrador Aletsch Blue. © Greg Williams / Chopard
Alpine Eagle XL Chrono em aço Lucent Steel A223 com mostrador Aletsch Blue. | © Greg Williams / Chopard

Chopard Alpine Eagle XL Chrono

Disponível em três versões de arquitetura integrada, o Alpine Eagle XL Chrono tem caixa de 44mm e um movimento automático cronográfico com função flyback.

Tal como o Alpine Eagle original, o novo relógio mantém a caixa redonda com flancos estilizados, uma luneta com oito parafusos agrupados dois a dois, um mostrador texturado, indicações luminescentes e uma pulseira de metal integrada. Mas se os modelos originais eram mais simples, com três ponteiros/data, o Alpine Eagle XL Chrono surge necessariamente com um mostrador mais complexo, tendo em conta a função cronográfica: com ponteiros centrais para horas e minutos, contadores de 30 minutos e de 12 horas, às 3 horas e às 9 horas, respetivamente, e pequenos segundos às 6 horas. Um apontamento interessante passa pelos indexes quadrados nos contadores. Também ao centro, encontra-se o ponteiro dos segundos do cronógrafo, que se distingue pela sua extremidade vermelha. A escala taquimétrica, com discretas indicações vermelhas de 100, 160 e 240, surge num anel interior que circunda o mostrador. Às 4 horas descobre-se a bem composta janela da data.

O ponteiro dos segundos em forma de pena surge como mais uma deliciosa alusão à natureza. © Chopard
O ponteiro dos segundos em forma de pena surge como mais uma deliciosa alusão à natureza. | © Chopard

No interior dos novos Alpine Eagle XL Chrono vive o Calibre Chopard 03.05-C, rigorosamente decorado, com uma reserva de corda de 60 horas e certificação de cronómetro COSC. © Chopard
No interior dos novos Alpine Eagle XL Chrono vive o Calibre Chopard 03.05-C, rigorosamente decorado, com uma reserva de corda de 60 horas e certificação de cronómetro COSC. | © Chopard

Além de uma opção de mostrador azul (Aletsch Blue), os novos Chopard trazem consigo um tom escurecido designado como Pitch Black em dois dos modelos lançados. Segundo a marca, as cores são inspiradas na natureza alpina e no caso específico do tom mais escuro, trata-se de uma alusão ao ambiente noturno da montanha. Esta referência à natureza volta a encontrar-se na textura e padrão dos mostradores, evocando diretamente a íris dos olhos de uma águia — daí o nome do relógio. O ponteiro dos segundos em forma de pena surge como mais uma deliciosa alusão à natureza.

O Calibre Chopard 03.05-C pode ser apreciado através do fundo em vidro de safira. © Chopard
O Calibre Chopard 03.05-C pode ser apreciado através do fundo em vidro de safira. | © Chopard

No interior dos novos Alpine Eagle XL Chrono vive o Calibre Chopard 03.05-C, rigorosamente decorado, com uma reserva de corda de 60 horas e certificação de cronómetro COSC — atribuída pelo Official Swiss Chronometer Testing Institute. Equipado com roda de colunas, este calibre foi enriquecido por diversas inovações técnicas que levaram ao registo de quatro patentes: por um lado, integra um sistema de engrenagens unidirecional que evita perdas de energia, ao mesmo tempo que garante um rápido carregamento; por outro lado, o modo de embraiagem vertical garante o início preciso de medições de tempo; sendo um cronógrafo flyback, o movimento permite suavidade nas operações sucessivas de cronometragem graças a três martelos rotativos com braços elásticos que o facilitam o retorno a zero dos contadores; por fim, o Calibre 03.05-C está equipado com um balanço Variner© garantindo que o ritmo do movimento é estável, compensando as variações de inércia ao longo da vida útil do relógio. O movimento pode ser apreciado através do fundo em vidro de safira.

A textura e padrão dos mostradores evoca diretamente a íris dos olhos de uma águia. © Chopard
A textura e padrão dos mostradores evoca diretamente a íris dos olhos de uma águia. | © Chopard

Complementado com discretos botões integrados para ativação das funções cronográficas que ladeiam as proteções da coroa e contribuem para reforçar a simetria e harmonia de design. © Chopard
Complementado com discretos botões integrados para ativação das funções cronográficas que ladeiam as proteções da coroa e contribuem para reforçar a simetria e harmonia de design. | © Chopard

Disponível em Lucent Steel A223 com mostrador Aletsch Blue ou Pitch Black e numa versão bicolor que combina Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black, o novo Chopard Alpine Eagle XL Chrono é complementado com discretos botões integrados para ativação das funções cronográficas que ladeiam as proteções da coroa e contribuem para reforçar a simetria e harmonia de design.

A original bracelete segue o padrão da coleção: inclui uma série de ‘lingotes’ centrais que se destacam em relevo e são presos através de parafusos que se vêm no lado interior. Conforto é a palavra de ordem.

A bracelete inclui uma série de ‘lingotes’ centrais que se destacam em relevo e são presos através de parafusos que se vêm no lado interior. © Chopard
A bracelete inclui uma série de ‘lingotes’ centrais que se destacam em relevo e são presos através de parafusos que se vêm no lado interior. | © Chopard

© Chopard
Os parafusos agrupados dois a dois, os botões integrados, os indexes e numerais romanos e as proteções da coroa são alguns dos elementos que contribuem para a funcionalidade do novo cronógrafo da Chopard. | © Chopard

As nossas impressões

Os novos Alpine Eagle XL Chrono são um complemento que faz muito sentido numa coleção que tem assumidamente uma raiz um pouco mais desportiva. Mais uma vez, a Chopard volta a esmerar-se, mantendo-se fiel ao seu ADN — em termos de acabamentos e pormenores originais num relógio que se distingue à primeira vista. A harmonia na disposição das funções cronográficas está muito bem conseguida e até a data tem algo que se lhe diga: apesar de parecer um tanto sobredimensionada quando comparada com as restantes funções, ao mesmo tempo acaba por garantir a sua função. As opções de mostradores também são muito interessantes. A versão com mostrador azul e caixa em aço acaba por ser mais consensual — seguindo um padrão mais comum neste tipo de relógios; já as versões com mostrador em preto, em especial a versão bicolor, revela-se muito especial pela sua singularidade.

Alpine Eagle XL Chrono em aço Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black. © Greg Williams / Chopard
Alpine Eagle XL Chrono em aço Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black. | © Greg Williams / Chopard

Características Técnicas

Chopard
Alpine Eagle XL Chrono
Ano de lançamento | 2020

Referências | Ref. 298609-3001 (em Lucent Steel A223 com mostrador azul Aletsch); Ref. 298609-3002 ( em aço Lucent Steel A223 com mostrador Pitch Black); Ref. 298609-6001 (em Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black).
Movimento | Mecânico de corda automática, calibre Chopard 03.05-C (COSC), 4Hz (28.800 alt/h), 45 rubis, 60 horas de reserva de corda.
Funções | Horas, minutos, pequenos segundos, data, cronógrafo flyback com roda de colunas, escala taquimétrica.
Caixa Ø 44 mm e 13.15mm de espessura | Aço Lucent Steel A223 ou Lucent Steel A223 e ouro rosa 18kt ético. Vidro de safira com tratamento antirreflexos. Estanque até 100 metros.
Mostrador | Azul Aletsch ou preto. Texturado. Numerais e indexes com  Super-LumiNova® Grade X1 aplicados.
Bracelete | Aço Lucent Steel A223 ou aço Lucent Steel A223 e ouro rosa 18kt (consoante as versões). Fecho de báscula.
Preço | Sob consulta

Alpine Eagle XL Chrono nas três versões disponíveis: em aço Lucent Steel A223 com mostrador Aletsch Blue ou Pitch Black e numa versão bicolor que combina Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black. © Chopard
Alpine Eagle XL Chrono nas três versões disponíveis: em aço Lucent Steel A223 com mostrador Aletsch Blue ou Pitch Black e numa versão bicolor que combina Lucent Steel A223 e ouro rosa ético com mostrador Pitch Black. | © Chopard

Visite o site oficial da Chopard para mais informações.

Outras leituras