fbpx

Chopard brillha no Festival de Cannes

A edição de 2015 do Festival de Cannes decorreu entre 13 e 24 de maio e a Chopard voltou a estar enquanto patrocinadora oficial. Mais uma vez, a marca contribuiu para dar brilho ao evento, não só com as suas joias na passadeira vermelha, como também através da organização de momentos especiais. Em destaque, a celebração dos 60 anos da Palma de Ouro e apresentação de novas peças Green Carpet.

Na 68ª edição do Festival Internacional de Cinema de Cannes, que decorreu entre 13 e 24 de maio, a Chopard voltou a marcar presença enquanto parceira oficial e enquanto dinamizadora de diversas iniciativas que tiveram o ‘Ouro’ como tema central – uma aposta de homenagem ao 60º aniversário da Palma de Ouro.

ETO_Chopard_Cannes_02
A Palma de Ouro, tal como no ano passado, foi concebida pelos artesãos da Chopard em ouro Fairmined. © Chopard

Ao longo dos vários dias do festival, a Chopard marcou presença na passadeira vermelha, com inúmeras estrelas a desfilarem com joias especialmente criadas para o evento. Foram assim apresentadas 68 novas criações na coleção Red Carpet, para além de novas peças da coleção Green Carpet, duas delas desenhadas pela atriz Marion Cotillard (descubra no final deste post as galerias com algumas das peças Red Carpet e Green Carpet da Chopard).

ETO_Chopard_Cannes_03
A atriz Marion Cotillard desenhou duas peças da coleção Green Carpet da Chopard: um anel e uma pulseira que vieram inaugurar a introdução de um novo material na coleção – opalas pretas provenientes das Austrália. Na imagem, a atriz (ao centro) surge ao lado de Caroline Scheufele (copresidente e diretora criativa da Chopard), e Livia Firth (à direita), diretora criativa da Eco-Age, que colabora na jornada sustentável da Chopard © Chopard

Lembramos que a coleção Green Carpet foi lançada em 2013 no âmbito do projeto ‘The Journey’, que tem como objetivo garantir a proveniência ética e responsável das matérias que a Chopard utiliza nas suas criações. Marion Cotillard foi precisamente um dos rostos selecionados para apresentar as primeiras peças Green Carpet, na passadeira vermelha do Festival de Cannes 2013. Ainda na linha das novas criações lançadas em Cannes, a Chopard apresentou a Palme Verte Collection, a primeira linha de difusão da marca com o já mencionado ouro de proveniência ética.

ETO_Chopard_Cannes_04
Ao lado de Sean Pean, a atriz Charlize Theron surgiu na estreia de “Mad Max” com criações Chopard Red Carpet: um par de brincos em ouro branco com diamantes e dois aneis em ouro branco e diamantes. © Chopard
© Chopard
À esquerda a atriz Lupita Nyong’o usou peças da coleção Temptations da Chopard: um par de brincos de quartzo rosa com rubellitas e ouro branco cravejado de diamantes, um anel em ouro branco com ametista e tanzanite, tsavorites e diamantes brancos, um anel com águas-marinhas, ametista, tanzanites, diamantes e ouro branco. Usou ainda um colar no cabelo, em ouro rosa, cravejado de diamantes de corte marquise. À direita, a atriz Andie MacDowell, que usou um par de brincos em ouro branco cravejados de diamantes e um anel em ouro branco também cravejado de diamantes. Ambas as peças da coleção de Haute Joaillerie. © Chopard
© Chopard
Membro do júri, o ator Jake Gyllenhaal selecionou um relógio L.U.C 1937 Classic com mostrador prata, caixa em ouro rosa e correia de pele. À direita, Jacques Audiard, o grande vencedor do Festival de Cannes, pelo seu filme “Dheepan”. Nesta foto, podemos ver o realizador com o cobiçado troféu, criado pela Chopard com ouro de proveniência ética e sustentável. © Chopard

Como eventos promovidos pela marca, destaque para o reconhecido Trophée Chopard, que tem o objetivo de encorajar novos talentos do mundo do cinema, ao premiar um Melhor Jovem Ator e uma Melhor Jovem Atriz. Este ano, o prémio foi atribuído a Lola Kirke (“Gonne Girl”) e a Jack O’Connell (“Unborken”), numa cerimónia que decorreu no lounge Chopard – espaço preparado pela marca para acolher convidados que pretendessem relaxar durante o Festival – no terraço do Martinez Hotel. Coube a Julianne Moore e a Syeven Gaydos (representante da revista Variety) a entrega do galardão.

ETO_Chopard_Cannes_05
O Troféu Chopard distingue jovens talentos do cinema. Lola Kirke (“Gonne Girl”) e Jack O’Connell (“Unborken”) foram os jovens premiados na edição de 2015. © Chopard

Para animar ainda mais o festival, a Chopard organizou também a grand soirée anual – o GOLD evening event – que teve como cenário a simulação de uma mina de extração de ouro e como convidado especial o cantor Robbie Williams.

ETO_Chopard_Cannes_06
O tema GOLD levou a Chopard a apostar como cenário para a tradicional gala uma mina de extração de ouro. Uma forma também de aludir ao projeto The Journey, que leva a marca a garantir uma proveniência ética e sustentável do ouro que utiliza nas suas criações. © Chopard

Mas a verdadeira estrela do Festival de Cannes foi a Palma de Ouro, que voltou a ser concebida pela marca suíça. Tal como aconteceu no ano passado, o almejado troféu, que celebra o seu 60º aniversário, foi concebido em ouro Fairmined certificado, segundo um processo que é destacado no documentário The Legend of The Palme d’Or, realizado por Alexis Veller e nomeado na categoria  Classics. Com testemunhos de Martin Scorsese, Jane Campion, Emir Kusturica e Quentin Tarantino, alguns dos nomes que já conquistaram a Palma de Ouro, o documentário evoca a história e a importância do conceituado galardão. Aqui fica o teaser:

A Chopard é igualmente responsável pela produção das Mini-Palmas, atribuídas às categorias de Melhor Ator, Vincent Lindon em Loi du marché, e Melhor Atriz, Rooney Mara em Carol.

Já o francês Jacques Audiard, o grande vencedor do Festival de Cannes, levou para casa a Palma de Ouro pelo seu filme Dheepan, que se centra na temática da imigração ilegal e o asilo político.ET_simb

Em baixo, descubra, em galerias, algumas das criações Chopard que deslumbraram no Festival de Cannes:

Galeria Coleção Chopard Red Carpet:


Galeria Chopard Green Carpet:

The specified carousel id does not exist.

Outras leituras