fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Cinco factos sobre o Aquaracer

A linha Aquaracer é uma das mais emblemáticas da TAG Heuer. Apesar de ser mais recente do que outras que saltaram para a lenda nos anos 60 (Carrera, Monaco), está prestes a cumprir quatro décadas — desde que, em 1982, Jack Heuer lançou uma coleção com caraterísticas de mergulho para complementar os seus famosos cronógrafos.

O catálogo atual da TAG Heuer contempla sete linhas: Carrera, Monaco, Aquaracer, Formula One, Link, Connected e as edições especiais denominadas Heuer Heritage que reinterpretam de maneira mais aproximada alguns modelos históricos da marca fundada por Edouard Heuer em 1860.

A gama Aquaracer está prestes a completar quatro décadas e, de todas as linhas da marca, é a que durante mais tempo se manteve em produção contínua no catálogo da TAG Heuer; aqui ficam cinco factos sobre a sua linhagem.

1 | A génese e o nome

Dois relógios TAG Heuer Série 1000
A Série 1000 do final da década de 70. © TAG Heuer

Relógio TAG Heuer Série 2000
Relógio TAG Heuer Série 2000. © TAG Heuer

Após alguns relógios com caraterísticas de mergulho e a denominação Série 1000 no final da década de 70, a linha batizada Série 2000 surgiu em 1982 e foi a última coleção completamente nova lançada por Jack Heuer antes da venda da Heuer e da sua transformação em TAG Heuer a partir de 1985. Preparada para as atividades aquáticas, fossem de lazer ou mergulho profissional, assumia um contraste evidente com os muitos cronógrafos tornados lendários pela associação da marca aos desportos motorizados e à Formula 1 nas décadas de 60, 70 e 80. A transição de nomenclatura da Série 2000 (e outras aparentadas, como as Séries 1000, 1500, 3000, 4000 e 6000) para a atual designação Aquaracer surgiu em 2004, com o lançamento do 2000 Aquaracer; a partir de 2005, todos os relógios passaram a ter a designação única Aquaracer.

Dois relógios TAG Heuer Aquaracer: com mostrador preto e com mostrador azul.
Dois relógios TAG Heuer Aquaracer: com mostrador preto e com mostrador azul.

2 | Assalto ao Aeroporto

Antes da mudança de nome para Aquaracer, a Série 2000 e as sua parentes 1500 e 4000 receberam grande aceitação ao longo das décadas de 80 e 90 — sendo mesmo dos modelos mais copiados no mercado paralelo da contrafação. Além de os relógios serem robustos e fiáveis, estavam disponíveis em vários tamanhos/versões para homem e senhora.

E a sua fama aumentou com uma presença significativa num blockbuster de Hollywood: no filme Die Hard 2 (Assalto ao Aeroporto, em português) de 1990, o herói Bruce Willis enfrentou um perigoso núcleo de terroristas liderados pelo Coronel William Stuart — e que sincronizavam frequentemente as suas ações com recurso aos seus relógios. Quando isso acontecia era possível ver claramente a inscrição «TAG Heuer 2000, quartz, professional, 200 meters, Swiss Made».

Série 2000 da TAG Heuer em Die Hard 2
No filme Die Hard 2 , os terroristas sincronizavam as suas ações com recurso aos seus relógios TAG Heuer 2000. Imagem retirada do filme Die Hard 2.

3 | As Seis Caraterísticas

No início da década de 90, a TAG Heuer fomentou uma política para todos os seus exemplares que então denominou ‘Six Features’ e que ajudou a cimentar o seu estatuto de ‘Professional Sports Watches’. Essas ‘Seis Caraterísticas’ surgiram pela primeira vez com o advento da Série 2000 (pré-Aquaracer) em 1982 e eram as seguintes:

  1. Estanqueidade até 200 metros;
  2. Coroa de rosca;
  3. Fecho de segurança dupla nas braceletes de aço;
  4. Luneta rotativa unidirecional;
  5. Vidro de safira;
  6. Luminescência nos indexes e ponteiros.

Essas seis caraterísticas eram a base do design de todos os modelos TAG Heuer da altura (cerca de 1990) e mantêm-se na linha Aquaracer, embora melhoradas — como é o caso da estanqueidade, aumentada para um mínimo de 300 metros.

TAG Heuer Aquaracer Six Features
TAG Heuer Aquaracer Six Features. Imagens: TAG Heuer

4 | Quatro Gerações

Na sua vida pós-Série 2000 e já com a nova nomenclatura, a linha Aquaracer teve quatro gerações. A primeira durou desde 2005 até 2009 e caraterizava-se sobretudo por mostradores picotados ou mostradores planos com acabamento galvanizado, complementados por uma luneta de base dodecagonal. A segunda geração estendeu-se de 2009 até 2012 e também passou a incluir modelos estanques até 500 metros com mostradores estriados verticalmente para complementar os Aquaracer 300M, com mostradores de sulcos horizontais ou planos de acabamento galvanizado.

A terceira geração foi comercializada entre 2012 e 2014, sendo qua a atualização contemplou a substituição da luneta de alumínio (nalguns modelos) pela inserção de cerâmica nos modelos complementares das versões com luneta em aço. A quarta geração está em vigor desde 2014; herdou os mostradores estriados horizontalmente, mas recebeu uma nova bracelete com elos em H e novas alternativas em cauchu ou tela técnica, novos índexes triangulares e uma luneta mais estilizada.

Relógio TAG Heuer Aquaracer
Três gerações das quatro TAG Heuer Aquaracer. Imagens: TAG Heuer

TAG Heuer Aquaracer quarta geração
TAG Heuer Aquaracer quarta geração. © TAG Heuer

5 | Edições Especiais

Ao longo da história da linha Aquaracer houve várias edições limitadas. Algumas lançadas em Portugal, como foi o caso das duas tiragens dedicadas ao Sporting Clube de Portugal. A mais recente edição limitada foi também o mais recente Aquaracer lançado pela TAG Heuer — o Aquaracer x Bamford, em parceria com a firma londrina Bamford Watch Department. Apresenta um mostrador de acabamento único com sulcos anelares, apontamentos a laranja e a singularidade de ser fabricado em titânio de grau 2 com um acabamento cinzento matizado muito especial.

TAG Heuer Aquaracer x Bamford
TAG Heuer Aquaracer x Bamford. © TAG Heuer

Outras leituras