fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Pedro Lamy: as novidades TAG Heuer outono/inverno 2016

No âmbito da apresentação das novidades TAG Heuer outono/inverno na Anselmo 1910, no passado dia 28 de setembro, falámos com Pedro Lamy, amigo de longa data da marca para Portugal. O piloto trazia no pulso, precisamente, uma das grandes novidades: um TAG Heuer Monza. Não resistimos e fizemos algumas perguntas sobre a nova coleção.

Já viu, com certeza, a nova coleção. O que acha destes novos modelos?
Gostei muito da nova coleção. Acho que há uma série de novidades muito interessantes. Gostei muito do Monza que trago no pulso e do Carrera Heuer 01 que é completamente diferente do habitual e é mesmo muito giro. E, claro, do Monaco que agora voltou a ser lançado com a coroa do lado esquerdo, às 9 horas.

Para quem segue a TAG Heuer há tanto tempo, como vê a recuperação destes modelos antigos/históricos?
Acho bem. São modelos com grande sucesso e no fundo se calhar até acabam por ser aqueles com que as pessoas em geral mais se identificam. Eu gosto muito, e principalmente, deste novo Monza. É espetacular. Mas, uma das grandes novidades é o Heuer 01 que, no fundo, enche o olho, embora depois o preço nada tenha que ver com a figura do relógio em si. Neste caso, a TAG Heuer tentou algo diferente e, na minha opinião, foi bem apostado.

E prefere estes modelos ditos heritage ou prefere a nova vertente, mais técnica?
Gosto de ambas as vertentes. Quem gosta de relógios, acho que gosta de tudo um pouco. Acho que a vertente mais tradicional da TAG continua e vai continuar porque toda a gente gosta e estas novidades acabam por ampliar o leque de possibilidades.

Entre as novidades aqui apresentadas, destacamos também os modelos Formula 1 de homenagem a Ayrton Senna. Como é que, passados tantos anos, vê a força da imagem que este piloto mantém?
Se o Senna fosse vivo teria ainda mais força . Há pilotos que  marcam porque morrem, mas acho que o Senna marcou em vida e não foi por ter morrido que ficou mais popular. Outros penso que sim. Ele realmente era o melhor piloto de todos os tempos e nas pistas era realmente único. A sua maneira de ser também o elevava a patamares ainda mais altos.

O Pedro já é amigo da TAG Heuer em Portugal há uns bons anos. Continua a identificar-se plenamente com a marca?
Sim, sem dúvida. A TAG Heuer tem tudo que ver sobre as corridas desde há muitos anos e, embora atualmente, se tenha ligado mais a outros desportos, se bem que sempre tenha estado ligada o automobilismo acabou sempre por ser a imagem de força da TAG Heuer, portanto, acho que me identifico sempre.

Para finalizar: dos novos modelos aqui expostos qual seria o que levaria já já para casa?
Sinceramente, se fosse para levar para mim seria o Monza. Para oferecer, acho que o Carrera Heuer 01 é espetacular. Este modelo, disponível em diferentes versões, tem um design contemporâneo, diferente. No fundo, este tipo de relógios tende a ter um preço bastante elevado, mas, neste caso, quando olhamos para o relógio não vemos o preço que o relógio tem, tendo em conta que é mais baixo do que o preço a que as pessoas estão habituadas. Agora temos algumas opções em que é difícil a escolha! ET_simb

Save

Outras leituras