Grand Seiko, Zenith e Breitling: propostas clássicas, conceptuais e coloridas

Apesar do aproximar da época festiva e do final do ano, a apresentação de novidades não abrandou significativamente. E hoje apresentamos um interessante triunvirato de três prestigiadas casas relojoeiras: o sóbrio SBGW301 da Grand Seiko, o espelhado Defy Extreme Mirror da Zenith e o colorido Superocean Heritage 57 Highlands da Breitling.

Vive-se atualmente aquela que será a mais eclética era de sempre na história da relojoaria de pulso — não só no que diz respeito aos estilos e às complicações, mas também às cores. Talvez o único período comparável em criatividade e no plano cromático seja a década de 70, mas verificava-se então uma excessiva influência do modernismo e os relógios redondos tornaram-se quase inexistentes por representarem um passado demasiado clássico: o homem tinha acabado de ir à Lua e o futuro afetava muito todo o sector criativo. Hoje em dia, múltiplos estilos convivem alegremente nos portfólios de marcas tradicionais de alta-relojoaria ou não, micromarcas e marcas independentes — como se pode constatar na nossa seleção de hoje: o puro SBGW3401 da Elegance Collection da Grand Seiko, o conceptual cronógrafo Defy Extreme Mirror da Zenith e o colorido neo-retro Superocean Heritage 57 Highlands da Breitling.

Grand Seiko SBGW301

Novidades relojoaria final do ano: o novo Grand Seiko SBGW301 | © Grand Seiko
Pureza estética: o novo Grand Seiko SBGW301 | © Grand Seiko

O paradigma da pureza tão associada ao design nipónico — e à Grand Seiko. A linha Elegance Collection recebeu a adição, em 2001, de um relógio de corda manual de três ponteiros que se tornaria icónico por personificar idealmente a qualidade e a beleza intemporais da Grand Seiko. Com uma estética harmoniosa e sofisticada assente numa caixa redonda com 37,3 mm de diâmetro e um mostrador em tom de marfim, tornou-se imediatamente num dos relógios preferidos dos aficionados da Grand Seiko (e da Seiko!) em todo o mundo. 22 anos após essa estreia, tão celebrado relógio é relançado numa atualizada versão.

A beleza dos índices metálicos aplicados sobre o mostrador marfim | © Grand Seiko
A beleza dos índices metálicos aplicados sobre o mostrador marfim | © Grand Seiko

Com as suas proporções harmoniosas e vidro de safira tipo glassbox, o novo Grand Seiko SBGW301 evoca o charme e a elegância dos relógios do meio do século XX, típicos do período entre os anos 50 e a década de 60. Mas com uma mecânica atualizada que pode ser apreciada através do fundo transparente da caixa: o Calibre 9S64 de corda manual com reserva de carga de três dias e elevada precisão cronométrica, graças à utilização de ligas SPRON patenteadas para a espiral. Para evitar qualquer dano à mola principal, que pode surgir devido à corda excessiva, este calibre de corda manual beneficia de uma estrutura especial de mola deslizante.

Sobriedade nipónica num emblemático relógio | © Grand Seiko

Claro que o aspeto mecânico conta muito e a qualidade técnica da Grand Seiko é reconhecidamente exemplar. Mas não há dúvida de que a estética simultaneamente sóbria e marcante muito contribuem para o elevado apelo da mais recente geração de um clássico do Sol Nascente. O Grand Seiko SBGW301 estará disponível nas Boutiques Grand Seiko e em retalhistas selecionados na Europa a partir de janeiro de 2024.

Zenith Defy Extreme Mirror

Novidades de relojoaria do final do ano: A originalidade futurista do Defy Extreme Mirror | © Zenith
A originalidade futurista do Defy Extreme Mirror | © Zenith

A Zenith é historicamente uma das casas relojoeiras suíças especializadas em cronógrafos e o seu revolucionário calibre cronográfico de alta-frequência El Primero conheceu várias ramificações nos últimos anos, incluindo uma variante capaz de indicar o centésimo de segundo que tem sido utilizada nos modelos Defy Extreme — integrantes da secção mais ‘radical’ da linha Defy e autênticos pontas-de-lança de modernidade no catálogo da Zenith. Entre as várias edições especiais, o Defy Extreme Mirror passa a ser claramente uma das mais espetaculares jamais saídas da histórica manufatura de Le Locle… graças um acabamento completamente espelhado que faz recordar a camuflagem de certos aviões de caça.

Para além da originalidade estética, o Defy Extreme Mirror é um prodígio mecânico | © Zenith

É uma espécie de camuflagem ultramoderna cuja vertente monocromática é enganadora: na verdade, a superfície de tons metálicos reflete todo o tipo de luz e de cor sem que tenha verdadeiramente qualquer tonalidade própria. Possui formas geométricas vincadas e uma estrutura possante, mas o acabamento espelhado permite-lhe misturar-se com o que está à sua volta. Como se fosse um OVNI, a sigla tão usada nas décadas de 70 e 80 para designar Objetos Voadores Não Identificados. E, para além do design integrado que prolonga a caixa em aço para a bracelete no mesmo metal com idêntico acabamento espelhado, também apresenta um mostrador estruturado pleno de nuances e com secções que são simultaneamente translúcidas e refletoras.

As três braceletes disponíveis para o Defy Extreme Mirror | © Zenith

Parcialmente visível através do mostrador recortado e do fundo transparente em vidro de safira, o calibre cronográfico de mais elevada frequência em produção regular permite as tais medições ao centésimo de segundo graças a dois sistemas de escape distintos — um que funciona a 5Hz (36.000 alternâncias/hora) para a função básica das horas e dos minutos, outra a 50Hz (360.000 a/h) para a função cronográfica. Para além da bracelete metálica, o estojo inclui também uma bracelete em cauchu e outra em velcro, facilmente intercambiáveis através do sistema de troca rápida. O Defy Extreme Mirror está disponível nas boutiques físicas e online, para além de determinados agentes oficiais da marca em todo o mundo.

Breitling Superocean Heritage 57 Highlands

Novidades de relojoaria do final do ano: As quatro cores da coleção-cápsula Superocean Heritage 57 Highlands | © Breitling
As quatro cores da coleção-cápsula Superocean Heritage 57 Highlands | © Breitling

Não é apenas um relógio, são vários. E não é sequer uma linha específica, é uma coleção-cápsula. Com múltiplos tons de terra e tweed, o novo Superocean Heritage 57 Highlands da Breitling teve como inspiração uma caminhada pelas Highlands da Escócia. Cada exemplar apresenta um diâmetro de 38 mm e vibrantes cores de mostrador inspiradas na terra e no mar: bege, verde, mostarda e azul. E, para reafirmar a inspiração escocesa, cada modelo da coleção-cápsula Superocean Heritage 57 Highlands inclui uma bracelete inspirada no tecido tweed, feita a partir de uma mistura de seda e lã, que está incluída no estojo para complementar a bracelete em malha de aço.

Novidades de relojoaria do final do ano: a coleção-cápsula Superocean Heritage 57 Highlands | © Breitling
O modelo azul com as opções em bracelete de malha metálica e bracelete em tweed | © Breitling

Cada uma bracelete de tweed complementa a cor do respetivo mostrador: a versão azul é combinada com uma pulseira castanho-escura, o mostrador bege vem acompanhado de uma clássica bracelete castanha e tanto o mostrador verde como o mostarda são complementados por uma bracelete verde. Mas não só: para todos os strapaholics que gostam de misturar e combinar, está ainda disponível uma bracelete azul adicional que pode ser adquirida separadamente.

O modelo laranja com as opções em bracelete de malha metálica e bracelete em tweed | © Breitling

Os quatro modelos Superocean Heritage 57 Highlands assentam em caixas em aço de tamanho versátil (o diâmetro de 38mm é verdadeiramente unissexo) e lunetas em cerâmica ultradura com borda em ouro rosa. A luneta rotativa bidirecional inclui um ponto luminescente que remete para as origens do Superocean enquanto relógio de mergulho. No interior, bate o Calibre Breitling 10 de precisão cronométrica — os movimentos automáticos são certificados pelo COSC (Contrôle Officiel Suisse des Chronomètres), uma garantia da sua precisão e fiabilidade.

O Superocean Heritage 57 Highlands exala um original perfume neo-retro | © Breitling

Tratando-se de uma coleção-cápsula, cada um dos quatro modelos Superocean Heritage 57 Highlands em edição especial limitada está disponível por pouco tempo.

Outras leituras