fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Greubel Forsey elimina peles de animais nas suas correias

A marca anunciou que as correias dos seus relógios vão passar a ser concebidas a partir de materiais de elevada qualidade e à base de plantas. Os primeiros passos de uma estratégia que irá contemplar mais iniciativas no futuro.


A Greubel Forsey anunciou que vai eliminar por completo o uso de peles de origem animal no fabrico das correias dos seus relógios. A marca refere que a partir de 1 de janeiro de 2022, todas as suas correias serão assim concebidas a partir de materiais de elevada qualidade à base de plantas.

Nova bracelete castanha à base de plantas da Greubel Forsey com fecho de báscula.
| © Greubel Forsey

«A oferta de correias à base de plantas é madura e os nossos clientes são, por natureza, vanguardistas e recetivos à inovação. Queremos estar em linha com a sua visão de mundo e temos o prazer de escrever um novo capítulo de alta-relojoaria responsável e sustentável», refere Antonio Calce, CEO da Greubel Forsey e Membro do Conselho Executivo.

A marca procura agora uma qualidade excecional ao nível da estética, durabilidade, desgaste, resistência à água, resistência aos raios ultravioleta, e outros fatores. Segundo a Greubel Forsey as novas correias à base de plantas serão em tudo idênticas às suas antecessoras em couro, incluindo ao nível do tato e da visão. Diversas cores estarão disponíveis, tal como sucede com as correias em pele. E dependendo do modelo, ou da personalização disponível, os novos produtos poderão ser acompanhadas por fecho de báscula ou por fivela.

Nova bracelete preta à base de plantas da Greubel Forsey com fecho de báscula.
| © Greubel Forsey

Segundo a marca, esta não será uma iniciativa isolada, uma vez que o atelier está a trabalhar em novos desenvolvimentos responsáveis a médio e longo prazo.

Saiba mais no site da Greubel Forsey.

Outras leituras