fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Jaeger-LeCoultre Master Control e o quarteto fantástico

A Jaeger-LeCoultre renovou a sua histórica linha Master Control com subtis afinações que lhe dão uma aura mais contemporânea sem perder o visual clássico de sempre. Foram apresentados quatro novos modelos apelativos mas há um que é claramente primus inter pares: o Master Chronograph Calendar já está cotado entre os relógios preferidos entre todos os que foram desvelados na plataforma digital Watches & Wonders.

A pandemia evitou a realização da primeira edição da Watches & Wonders enquanto evento relojoeiro descendente do Salon International de la Haute Horlogerie, mas as marcas aderentes não deixaram de mostrar as suas novidades naquela que teoricamente seria a primeira jornada do certame na Palexpo: por via digital e no dia 25 de abril, libertaram os seus trunfos e tentaram capturar a atenção tanto da crítica como dos aficionados. Nem todas as casas relojoeiras conseguiram apresentar relógios capazes de seduzir um público cada vez mais exigente, mas não há dúvida de que a Jaeger-LeCoutre esteve na linha da frente graças ao seu às de trunfo no poker de modelos de estreia da nova geração Master Control.

Jaeger-LeCoultre Master Control Chronograph Calendar. © Jaeger-LeCoultre
Classe e sobriedade: Master Control Chronograph Calendar © Jaeger-LeCoultre

A linha Master Control nasceu em 1992, quando a Grande Maison era liderada por Henri-John Belmont e tinha como responsável de produto um jovem promissor chamado Max Büsser. Henri-John Belmont deu o seu lugar de presidente a Jérôme Lambert na viragem do século mas o filho Stéphane Belmont permanece no departamento histórico, enquanto Max Büsser prosseguiu a sua carreira noutras paragens até fundar a MB&F. E a linha Master Control manteve-se como paradigma do charme discreto da secular manufatura da Vallée de Joux, oferecendo grande qualidade e complicações úteis em modelos redondos e despretensiosos. A caminho da sua terceira década de vida, surge agora revitalizada numa nova geração que para já conta com três modelos tradicionais que há muito fazem parte do catálogo regular e uma declinação completamente inédita que logo assumiu o estatuto de estrela da companhia: o Master Chronograph Calendar, qual D’Artagnan perante os três mosqueteiros que são o Master Géographique, o Master Calendar e o Master Date — ao leitor caberá determinar qual deles é Athos, Porthos e Aramis…

Jaeger-LeCoultre Master Control Calendar e Jaeger-LeCoultre Master Control Chronograph Calendar. © Jaeger-LeCoultre
Master Control Calendar e Master Control Chronograph Calendar © Jaeger-LeCoultre

O advento da gama Master Control em 1992 esteve associado a um selo de qualidade que lhe deu o nome e que surgia então gravado a ouro no fundo das caixas (mesmo que fossem em aço): a certificação ‘1000 Hours Control’, uma garantia de superlatividade técnica e fiabilidade mecânica atribuída ao cabo de um milhar de horas de testes que veio cimentar ainda mais a excelente reputação da Jaeger-LeCoutre — numa altura em que os controlos de qualidade eram muito menos exigentes e sobretudo feitos sem que o mecanismo estivesse dentro da respetiva caixa do relógio.

Jaeger-LeCoultre Master Control Date e Master Control Geographic. @ Jaeger-LeCoultre
Master Control Date e Master Control Geographic @ Jaeger-LeCoultre

Em 2020, a linhagem Master Control ressurge em força e afinada em todas as suas vertentes, embora mantendo uma inconfundível identidade que remete para grandes clássicos da Grande Maison na década de 50 como o Futurematic, o Powermatic e o Memovox — com a vantagem de oferecer uma excecional garantia de oito anos como complemento ao incontornável teste das 1000 horas que lhe está associado. No plano estético, as caixas redondas apresentam um diâmetro único de 40 milímetros que acaba por ser o mais consensual para todos os gostos e todos os pulsos. A luneta é mais fina e inclinada para a borda, as asas são mais curvas e anatómicas, os flancos escovados alternam com as superfícies polidas; apliques em relevo, acabamento raiado nos mostradores brancos-prateados e ainda ponteiros principais Dauphine e secundários em azul também fazem parte do código genético da coleção. A identidade fica completa com as indicações gravadas em baixo relevo no fundo com centro transparente em vidro de safira que deixa ver a arquitetura e a decoração dos calibres automáticos totalmente concebidos na manufatura.

Grande Maison: as instalações da manufatura em Le Sentier, na Vallée de Joux © Jaeger-LeCoultre
Grande Maison: as instalações da manufatura em Le Sentier, na Vallée de Joux © Jaeger-LeCoultre

Disponíveis em aço ou com uma nova liga patenteada de ouro rosa denominada Le Grand Rose Gold (de fórmula sigilosa com paládio que faz a sua estreia precisamente na nova geração Master Control) e com um sistema de troca rápida de correia, eis os quatro elementos do elegante quarteto desvelado neste fim-de-semana pela Jaeger-LeCoultre.

Master Control Chronograph Calendar 

É a vedeta do quarteto e tem a aura saudosista dos lendários cronógrafos com calendário triplo e fases da lua de tempos idos, embora esteja dotado de um movimento automático completamente novo e tudo o mais que a competência da Grande Maison pode oferecer. O Calibre 759 inclui uma roda de colunas com embraiagem vertical para a função cronográfica e apresenta uma autonomia de 65 horas.

Jaeger-LeCoultre Master Control Chronograph Calendar. © Jaeger-LeCoultre
Pura classe: o Master Control Chronograph Calendar © Jaeger-LeCoultre

Apesar de toda a informação (seis escalas, seis ponteiros, três janelas), o mostrador mantém-se elegante e a distribuição das múltiplas indicações é exemplar; as indicações de calendário surgem num plano vertical, com as janelas do dia da semana e do mês às 12 horas a encimar o logótipo e a indicação analógica da data no submostrador de baixo às seis horas que inclui a jenela para as fases da lua. Um pormenor delicioso na periferia do mostrador: a escala pulsométrica dos médicos disposta na orla, em vez da mais habitual escala taquimétrica que costuma acompanhar os cronógrafos.

Jaeger-LeCoultre Master Control Chronograph Calendar. © Jaeger-LeCoultre
Pormenores de acabamento de mostrador e caixa no Master Control Chronograph Calendar © Jaeger-LeCoultre

Algumas características técnicas:
Referência: Q4138420 (aço inoxidável), Q4132520 (ouro Le Grand Rose) |
Dimensões | 40mm x 12.05mm | Calibre: movimento mecânico de corda automática, Calibre 759, 65 horas de reserva de corda | Funções: horas/minutos, pequenos segundos, calendário com indicações da data, dia da semana e mês, fases da lua, cronógrafo | Caixa: Aço inoxidável ou ouro Le Grand Rose, acabamento escovado e polido, fundo transparente em vidro de safira, estanque até 5 bar | Mostrador: acabamento radial prateado, indexes aplicados | Correia: calfe Novonappa ou aligátor.

Master Control Geographic 

O Geographic tem sido um claro favorito da coleção Master Control desde o início da década de 90, com o seu caraterístico recorte no mostrador que deixa ver o nome das cidades e o perfume de viajante tão do agrado de quem está constantemente a atravessar fronteiras e continentes. Para além de indicar a hora num segundo fuso horário, também inclui um indicador de 24 horas dia/noite; o disco das cidades facilita a tarefa do utilizador, que não precisa de fazer cálculos para estabelecer a diferença de tempo entre os fusos. O mostrador fica completado com um submostrador para a data e um indicador de reserva de corda. Os ponteiros azulados oferecem contraste sobre o mostrador prateado de acabamento radial e também dão cor a um conjunto de cromatismo sóbrio. A destacar: a curvatura dos apliques de cada índex, que acompanha o declive na orla do mostrador.

Jaeger-LeCoultre Master Control Geographic. @ Jaeger-LeCoultre
Perfil renovado e fundo com vista para o calibre com rotor de ouro do Master Control Geographic @ Jaeger-LeCoultre

A renovação do Calibre 939 permitiu que passasse a estar dotado de uma autonomia de 70 horas de reserva de corda — que pode ser gerida através da respetiva indicação descentrada no mostrador.

Algumas características técnicas:
Referência: Q4128420 (aço inoxidável), Q4122520 (ouro Le Grand Rose) |
Dimensões | 40mm x 10.96mm | Calibre: movimento mecânico de corda automática, Calibre 939 (atualizado), 70 horas de reserva de corda | Funções: horas, minutos, segundos, data, segundo fuso horário, indicação das 24 horas, 24 fusos horários, indicação da reserva de corda | Caixa: Aço inoxidável ou ouro Le Grand Rose, acabamento escovado e polido, fundo transparente em vidro de safira, estanque até 5 bar | Mostrador: acabamento radial prateado, indexes aplicados | Correia: calfe Novonappa ou aligátor.

Master Control Calendar 

A Jaeger-LeCoultre celebrizou-se pelos seus modelos de calendário triplo com fases da lua nas décadas de 40 e 50, voltando a incluir essa combinação no catálogos do presente milénio. Mas agora surge renovada na nova geração Master Control, com uma caixa completamente revista sem que perca o discreto charme de sempre. O dia da semana e o mês surgem em duas janelas na parte superior do mostrador, ao passo que a data é indicada na periferia através de um ponteiro datador que salta instantaneamente de dia para dia e as fases dia lua estão incluídas no submostrador dos pequenos segundos.

Jaeger-LeCoultre Master Control Calendar. © Jaeger-LeCoultre
O rosto atualizado de um ícone intemporal: o novo Master Control Calendar © Jaeger-LeCoultre

O Calibre 866 foi aperfeiçoado e oferece uma pequena complicação suplementar: uma vez por mês, o ponteiro da data salta 90 graus do dia 15 para o dia 16 para não ficar a obstruir a zona das fases da lua. Que tal? A diferença está mesmo nos detalhes — e esse pequeno pormenor é simplesmente delicioso.

Jaeger-LeCoultre Master Control Calendar. © Jaeger-LeCoultre
Indicações clássicas de calendário no Master Control Calendar © Jaeger-LeCoultre

Algumas características técnicas:
Referência: Q4148420 (aço inoxidável), Q4142520 (ouro Le Grand Rose) |
Dimensões: 40mm x 10.96mm | Calibre: movimento mecânico de corda automática, Calibre 866 (atualizado), 70 horas de reserva de corda | Funções: horas, minutos, pequenos segundos, calendário com indicações da data (saltante), dia da semana e mês, fases da lua | Caixa: Aço inoxidável ou ouro Le Grand Rose, acabamento escovado e polido, fundo transparente em vidro de safira, estanque até 5 bar. | Mostrador: acabamento radial prateado, indexes aplicados | Correia: calfe Novonappa ou aligátor.

Master Control Date

É o paradigma da discrição, com o seu minimalismo refinado: o Master Control Date tem tudo para ser apreciado por todos aqueles que gostam de se cingir ao essencial e querem um mostrador despojado de qualquer excedente informativo.

Jaeger-LeCoultre Master Control Date. @ Jaeger-LeCoultre
O charme do essencial: Master Control Date @ Jaeger-LeCoultre

O Calibre 899 foi estreado há já 15 anos, mas foi continuamente melhorado e apresenta-se agora com um novo escape e âncora feitos em silício para minimizar a fricção e, por consequência, consumir menos energia; também a roda dos segundos foi redesenhada para proporcionar um melhor deslizar do ponteiro; os parafusos do balanço são concebidos em titânio e até os óleos lubrificadores do movimento foram concebidos segundo uma nova fórmula tendo em conta os novos materiais utilizados. Também o tambor de corda foi redesenhado e aumentado para acolher uma mola principal mais forte e mais comprida com o objetivo de garantir uma maior autonomia de corda.

Jaeger-LeCoultre Master Control Date. @ Jaeger-LeCoultre
Elegância de perfil e os tratamentos de superfície nos flancos do Master Control Date @ Jaeger-LeCoultre

Algumas características técnicas:
Referência: Q4018420 (aço inoxidável) | Dimensões: 40mm x 8.78mm | Calibre: movimento mecânico de corda automática, Calibre 866 (atualizado), 70 horas de reserva de corda | Funções: horas, minutos, segundos, data | Caixa: Aço inoxidável ou ouro Le Grand Rose, acabamento escovado e polido, fundo transparente em vidro de safira, estanque até 5 bar | Mostrador: acabamento radial prateado, indexes aplicados | Correia: calfe Novonappa ou aligátor.

Novas correias e troca rápida 

Para concluir, uma referência às novas correias utilizadas — que dão um perfume muito especial à coleção devido à sua tonalidade mel e desenho específico do pespontado. Foram pensadas para realçar a elegância casual das caixas em aço e são feitas em calfe Novonappa, sendo fabricadas em França com o recurso a um tingimento vegetal específico que preserva a textura original da pele e favorece a patina ao longo do tempo. Para mais, o sistema Presto Spring permite uma troca rápida de correia e do próprio fecho de báscula sem o recurso a qualquer utensílio ou ferramenta — um pormenor extremamente importante para quem gosta de personalizar os seus relógios com trocas frequentes de adereço. Os modelos em ouro Le Grand Rose vêm equipados de origem com correias clássicas em pele de aligátor de cor chocolate, mas também ficam bem com as correias mais casuais Novonappa.

Visite o site oficial da Jaeger-LeCoultre para mais informações.

Outras leituras