fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Baselworld 2018: Bvlgari Octo Finissimo Automatic em ouro rosa e aço (uma nota muito muito especial)

Para alguns elementos da Espiral do Tempo o Bvlgari Octo Finissimo Automatic em ouro rosa é o relógio da edição de 2018 de Baselworld, motivo mais do que suficiente para o destacarmos com a devida atenção. Mas a melhor parte é que o novo relógio ‘não vem só’, muito pelo contrário. Vem mesmo muito bem acompanhado. A Bvlgari apresenta também uma versão em aço com o mesmo acabamento mate texturado. Em suma, a linha Octo Finissimo Automatic passa assim a integrar três modelos: platina, ouro rosa e aço (fora o modelo com turbilhão).

Que temos uma predileção pelo Octo Finissimo da Bvlgari não é segredo para ninguém; e que, no ano passado, ficámos fascinados pelo então lançado Octo Finissimo Automatic muito menos segredo é. Na altura, a surpresa passou, claro, pelo facto de ter sido anunciado como o relógio automático mais fino do mundo, sendo que, já em 2018, a Piaget ultrapassou essa barreira com o lançamento, em janeiro, do Piaget Altiplano Ultimate Automatic 910P, mas que, entretanto, foi novamente ultrapassada pela Bvlgari e o novo Octo Finissimo Tourbillon Automatic, que vem agora bater dois recordes: o relógio automático mais fino e o relógio com turbilhão mais fino. Falamos de 3,5mm de espessura. Confuso? É natural.

Mas sejamos sinceros: o amor à primeira vista pelo Octo Finissimo Automatic do ano passado não passou pela genialidade do conceito técnico e mecânico associado à espessura da caixa. Essa parte deixámos para segundas núpcias, por mais impressionante que seja (e é muito). Na verdade, o que de imediato nos seduziu foi antes o visual proporcionado pelo tratamento sandblasted  da caixa e bracelete em platina  que enchia por completo o relógio de uma sofisticação muito rara de se ver. Na altura, acabámos por ficar rendidos para sempre. Porém ‘um sempre’ que durou até este ano e que nos deixa alguns problemas…

O trio de novidades Bulgari Octo Finissimo Automatic. © Espiral do Tempo
O trio de novidades Bulgari Octo Finissimo Automatic. © Espiral do Tempo

É que fora o novo Octo Finissimo Tourbillon Automatic que mencionámos, a Bvlgari faz também crescer, em 2018, a linha Octo Finissimo Automatic com mais dois modelos com o mesmo acabamento texturado/arenoso mate, mas tendo como base outros materiais. Nascem, desta forma, os novos Octo Finissimo Automatic em ouro rosa e aço. E ambos os modelos são tão incríveis visualmente que  fazem com que os queiramos usar e mostrar com orgulho.

Em causa temos, assim, um Octa Finissimo Automatic no material precioso do momento – ouro rosa – mas que acaba por surgir como um relógio quente, requintado e, simultaneamente, sporty muito graças ao acabamento. Disso não temos dúvidas. Chama a atenção? Sim, chama? É exagerado? Não. Chama a atenção de forma suficientemente discreta, como nós gostamos.

BVLGARI Octo Finissimo Automatic Sandblasted © Espiral do Tempo
Bvlgari Octo Finissimo Automatic ouro rosa © Espiral do Tempo

Já o Octa Finissimo Automatic em aço no imediato acaba por ser visualmente mais semelhante ao modelo lançado no ano passado, porém, quando colocado ao lado da versão em platina, percebe-se que é mais claro e muito vistoso.

BVLGARI Octo Finissimo Automatic Sandblasted © Espiral do Tempo
Bvlgari Octo Finissimo Automatic em aço. © Espiral do Tempo

Basicamente, o Octo Finissimo Automatic desdobrou-se em 2018 numa trilogia que nos faz questionar a nossa relação de fidelidade para com o primogénito de 2017. Para a equipa da Espiral do Tempo já há algumas preferências, com uns a arrastarem mais a asa para o a versão com tratamento em ouro rosa, (já foi mesmo eleito por aqui o relógio da edição de 2018 de Baselworld) defendendo que oferece muita classe ao relógio; outros distinguem a versão com tratamento aço que confere um tom esbranquiçado fantasma, também verdadeiramente único, mas muito mais frio.

BVLGARI Octo Finissimo Automatic Sandblasted © Espiral do Tempo
BVLGARI Octo Finissimo Automatic © Espiral do Tempo

Lembramos que a vasta coleção Octa já venceu quatro prémios no âmbito do Grand Prix d’Horlogerie de Genève em apenas cinco anos. E, com esta linha, que tem a proeza de integrar na magra caixa octogonal o movimento automático Calibre BLV138 de apenas 2,3 mm de espessura e com micro-rotor, estamos perante um conjunto de modelos com uma arquitetura muito bem pensada, que ocupa um lugar único na relojaria, longe das habituais formas arredondadas e que transmite todo o espírito italiano associado à marca. O tom monocromático e acabamento mate  que ocupa a superfície total dos relógios é uma solução estética tão diferenciadora, como sofisticada. Com a nota de que os numerais e indexes se distinguem por serem efetivamente aberturas, com uma base escura por baixo, numa estrutura em camadas que garante uma excelente legibilidade e personalidade inconfundível. Os ponteiros esqueletizados são a cereja no topo do bolo.

A indicação que temos é a de que os novos modelos começam a chegar ao mercado a partir do mês de abril, mas visite o site oficial da marca para ir sabendo mais.

Algumas notas técnicas:

Bulgari
Octo Finissimo Automatic (aço e ouro rosa)

Referências / 103011 BGO40C14SSXTAUTO (aço com bracelete de metal);
103035 BGO40C14SLXTAUTO (aço com correia de pele); 102912 BGOPGXTAUTO (ouro rosa 18kt com bracelete em ouro rosa);
Movimento / Corda automática Calibre BLV138, in-house com microrrotor em platina, 60 horas de reserva de corda, 21.600 alt/h;
Funções / Horas, minutos e pequenos segundos às 8 horas.
Caixa Ø 40 mm / Aço ou ouro rosa com acabamento sandblasted, vidro e fundo em vidro de safira com tratamento antirreflexos. Estanque até 30 metros.
Bracelete/  Aço ou ouro rosa de 18 kt. A versão em aço está também disponível com correia em pele de aligátor.
Preço anunciado pela marca/ € 13.500 (caixa em titânio com bracelete em metal); € 12.900 (aço com bracelete); € 11.900 (aço com correia em pele); € 44.900 (ouro rosa de 18kt com bracelete)

Outras leituras