fbpx

O novo lado feminino da TAG Heuer

Com os novos Formula 1 Lady e os novos Connected Modular 41, lançados neste início de ano, a TAG Heuer relembra-nos algo que nunca esquecemos no que à relojoaria de pulso diz respeito: há relógios femininos e há os relógios femininos efetivamente pensados para as mulheres que fazem questão de não usar no pulso um relógio qualquer. 

Artigo originalmente publicado no número 62 da Espiral do Tempo (primavera 2018)

TAG Heuer Formula 1 Lady
As braceletes intercambiáveis são elementos de destaque nos novos TAG Heuer Formula 1 Lady © TAG Heuer

Há uns tempos atrás, num almoço descontraído de celebração do novo ano (que já não é bem novo agora…), dei por mim a conversar com uma amiga sobre o TAG Heuer Formula 1 Lady Ceramic branco que ela estava a usar. O relógio já tem uns anos, tendo em conta que se trata de um modelo lançado em 2010, mas confesso que quando o encarei, não pude deixar de afirmar que aquele talvez fosse um dos relógios femininos da TAG Heuer mais bem-sucedidos de sempre. O estilo sport-chic, muito potenciado pelo trio aço/cerâmica/diamantes, era (e continua a ser) a fórmula vencedora deste modelo, de tal forma que, no ano seguinte, acabou por ser complementado com uma versão cronográfica de maiores dimensões.

A linha Formula 1 Lady Ceramic constituiu mesmo um ponto de viragem no domínio dos relógios TAG Heuer destinados a senhoras, graças às opções estéticas diversificadas e arrojadas que a distanciavam bastante das versões Formula 1 dos anos anteriores. E a verdade é que, com exceção de variantes decorativas mais ou menos exuberantes, durante alguns anos não ouvimos falar muito mais dessa coleção. Até ao início deste ano – poucos dias depois do almoço com a minha amiga – altura em que a marca suíça anunciou o lançamento da nova coleção Formula 1 Lady.

A nova fórmula feminina

Diversificada, versátil e assumidamente casual, a nova coleção Formula 1 Lady vem procurar responder às novas gerações nas quais a TAG Heuer tem vindo a apostar nos tempos mais recentes. O mote atual é recuperado de tempos passados – #dontcrackunderpressure –, mas os rostos são outros e aos valores de força interior e superação dos próprios limites foram acrescentados outros como ousadia, originalidade, estilo, rebeldia e fidelidade a si próprio. Passámos assim de rostos femininos como Maria Sharapova, Uma Thurman ou Cameron Diaz para áreas tão diversas como desporto, música ou moda personificadas por nomes como Cara Delevingne ou Bella Hadid Alec Monopoly.

TAG Heuer  Formula 1 Lady, numa versão com caixa de 35mm. © TAG Heuer
TAG Heuer Formula 1 Lady, numa versão com caixa de 35mm. © TAG Heuer

E é neste universo que se integram os novos Formula 1 Lady apresentados este ano. Com um claro objetivo: ir ao encontro das exigências das mulheres contemporâneas. Com movimento de quartzo e caixa em aço que varia entre os 32 e os 35 mm e longe de serem apenas reinterpretações femininas de um modelo de homem, os novos relógios permanecem com algumas características do ADN da coleção, mas surgem com uma cara renovada, com diferentes opções de mostrador, legibilidade facilitada e luneta rotativa. Além disso, os novos modelos oferecem um sistema de troca fácil de bracelete que permite, acima de tudo, adaptar o relógio ao estado de espírito ou ao próprio guarda roupa. No geral, são muitas as opções disponíveis para os mais diferentes estilos.

TAG Heuer Formula 1 Lady | Ref. WBJ1411.FC8232 (32 mm, mostrador cinzento e correia castanha) Ref. WBJ1311.BA0666 (35 mm, mostrador cinzento e bracelete em aço) , & Ref. WBJ1312.FC8231 (35 mm, mostrador azul e correia azul) | ® TAG Heuer
TAG Heuer Formula 1 Lady | Ref. WBJ1411.FC8232 (32 mm, mostrador cinzento e correia castanha); Ref. WBJ1311.BA0666 (35 mm, mostrador cinzento e bracelete em aço); Ref. WBJ1312.FC8231 (35 mm, mostrador azul e correia azul)  ® TAG Heuer

Não nos podemos esquecer de que a linha Formula 1 tem sido, desde a sua origem, uma linha pensada como porta de entrada da marca. Uma linha destinada a um público eventualmente mais jovem, mas exigente e que não brinca em serviço na hora de comprar um relógio de pulso. Atualmente, é preciso saber responder com perícia aos desafios que os tempos exigem, e, como é óbvio, responder também ao que as mulheres de hoje pretendem de um relógio. E, em última análise, o relógio quer-se companheiro, simples, multifacetado e, de preferência, que seja adaptável aos novos e agitados estilos de vida.

TAG Heuer Formula 1 Lady 09
TAG Heuer Formula 1 Lady | Luneta em aço, 36 diamantes e caixa em aço. © TAG Heuer

Neste sentido, não é de estranhar que os mais recentes caminhos da TAG Heuer tenham passado este ano também pela apresentação de uma versão de 41 mm do Connected Modular que aposta mais uma vez na versatilidade associada às braceletes e possibilidades de mostradores, e que vem no seguimento dos anteriores smartwatches da marca com um diâmetro de 45 mm – permitindo a pulsos médios ou estreitos terem igualmente acesso a todas as potencialidades típicas de um relógio desportivo, de caraterísticas modulares e carregado de tecnologia.

TAGHeuer_Modular41
TAG Heuer Connected Modular41. © TAG Heuer

Nesta linha de pensamento, a surfista Maya Gabeira (bem conhecida dos portugueses pelas suas proezas nas ondas gigantes da Nazaré) foi mesmo um dos rostos femininos associados ao novo TAG Heuer Connected Modular 41mm; afinal, o relógio recebeu uma atualização significativa que lhe permite ser agora usado dentro de água. Além disso, a corajosa brasileira representa na perfeição o espírito das novas gerações às quais a marca agora pretende chegar.

Visite o site oficial da TAG Heuer ou o site oficial da Torres Distribuição para mais informações.

Outras leituras