Os quatro novos Nautilus da Patek Philippe

No âmbito do Watches and Wonders 2021, a Patek Philippe apresentou, entre outras novidades, quatro novas referências da coleção Nautilus. Duas com mostrador verde e duas em metais preciosos. E deram que falar, claro.

Com mostrador verde azeitona, o Nautilus 5711 / 1A-014 e a versão com luneta cravejada de diamantes 5711 / 1300A-001 deitadas num fundo escuro com o reflexo no chão.
Com mostrador verde azeitona, o Nautilus 5711 / 1A-014 e a versão com luneta cravejada de diamantes 5711 / 1300A-001 | © Patek Philippe

No passado dia 12 abril, nas vésperas de encerramento do Watchers and Wonders 2021, a Patek Philippe lançou mais cinco novas referências como novidades para este ano — entre elas a Ref. 5236P-001 In-line Perpetual Calendar, um completamente novo calendário perpétuo que se distingue pela original exibição em linha e do qual falaremos em breve com detalhe.

As quatro novidades Nautilus da Patek Philippe
As quatro novas referências na linhagem Nautilus | © Patek Philippe

Mas, antes, no arranque do grande evento online, a marca suíça tinha já agitado as águas ao apresentar quatro novas referências na linhagem Nautilus. Depois de ter sido confirmado no início do ano que a Ref. 5711 / 1A-010 de caixa em aço e mostrador azul iria ser descontinuada, os novos modelos representam os primeiros passos de uma nova era na coleção que passa a deixar de incluir um dos mais cobiçados relógios de pulso. Ao todo, o portefólio Nautilus contempla assim atualmente 30 referências.

Ref.5711 / 1A-014 e Ref. 5711 / 1300A-001

Uma das novidades é a resposta direta ao descontinuar da clássica versão de mostrador azul e caixa em aço que deixou de existir. Trata-se da Ref.5711 / 1A-014, o primeiro Nautilus a ostentar um mostrador verde azeitona. O portefólio da marca passa assim a contemplar três modelos de mostrador verde, incluindo o novíssimo Twenty~4 Automatic e o Aquanaut, lançado em 2019. Com caixa de 40mm em aço estanque até 120 metros, o novo relógio apresenta ponteiros luminescentes e indexes das horas em ouro branco. A luneta, caixa e bracelete são enriquecidas com acabamentos acetinados e polidos. No interior, vive o movimento de corda automática Calibre 26-330 S C, com 45 horas de reserva de corda máxima e que indica as horas, minutos, segundos e data, podendo ser apreciado através do vidro de safira do fundo. Preço recomendado anunciado no site: 31.110 euros.

Pormenores das caixas e lunetas das duas versões com mostrador verde, Nautilus 5711 / 1A-014 e a versão com luneta cravejada de diamantes 5711 / 1300A-001
Pormenores das caixas e lunetas das duas versões com mostrador verde | © Patek Philippe
Close-up do mostrador da versão Nautilus com luneta cravejada com 32 diamantes de corte baguete Top Wesselton.
A versão Nautilus com luneta cravejada com 32 diamantes de corte baguete Top Wesselton | © Patek Philippe

Como complemento ao novo modelo com mostrador verde, a Patek Philippe lança também uma elegante versão dotada de uma luneta cravejada com 32 diamantes de corte baguete Top Wesselton, oferecendo brilho extra ao já de si bem marcado mostrador verde. O preço recomendado no site é de 84.360 euros. 

Patek Philippe Nautilus 5711 / 1A-014 e a versão com luneta cravejada de diamantes 5711 / 1300A-001 em fundo branco.
Nautilus 5711 / 1A-014 e a versão com luneta cravejada de diamantes 5711 / 1300A-001 | © Patek Philippe
Calibre 26-330 S C de corda automática | © Patek Philippe

Ref.5990 / 1R-001

É uma das referências mais apreciadas por ser um Nautilus de elevada complexidade e porque no fundo, quando foi apresentado, representou uma espécie de junção do Nautilus Chronograph 5980/1A com o Aquanaut Travel Time 5164A. Essa união de forças foi materializada pelo calibre automático CH28-520 C FUS. Pois é nesta área das complicações úteis que a Patek joga cartas, apresentando um novo Travel Time Chronograph, agora com caixa de 40,5mm em ouro rosa e mostrador azul com a variação degradé associada aos primeiros modelos Nautilus, lançados em 1976.

Detalhe do mostrador do Patek Philippe Nautilus Ref.5990 / 1R-001
Detalhe do mostrador do Nautilus Ref.5990 / 1R-001 | © Patek Philippe

O relógio combina assim as funções de cronógrafo flyback, indicação de segundo fuso horário e data sincronizada com a hora local. O mostrador tem um único totalizador cronográfico às 6 horas (para os minutos; segundos do cronógrafo ao centro) e submostrador para data analógica às 12. Às 3 e 9 horas surgem janelas para indicação dia/noite, nos dois fusos horários escolhidos. Ao centro encontram-se os ponteiros das horas e minutos para a hora local, enquanto que o ponteiro central esqueletizado em ouro rosa indica a hora do segundo fuso horário.

Patek Philippe Nautilus Ref.5990 / 1R-001 vista oblíqua em fundo escuro
Os botões (+ e -) de controlo do segundo fuso horário surgem integrados na charneira da caixa, à esquerda | © Patek Philippe

Um detalhe arquitetónico especial: para manter a simetria e o paralelismo com os protetores da coroa no lado direito, os botões (+ e -) de controlo do segundo fuso horário surgem integrados na charneira da caixa, à esquerda.

Patek Philippe Nautilus Ref.5990 / 1R-001
Patek Philippe Nautilus Ref.5990 / 1R-001 | © Patek Philippe

A nova Ref.5990 / 1R-001 vem assim complementar o modelo em aço com mostrador preto degradé que estreou em 2014 esta complicação dupla e que continua a existir na coleção com a referência 5990/1A.

Ref. 7118 / 1450R-001

A exuberante nova Ref. 7118 / 1450R-001 em ouro rosa destaca-se por ser completamente cravejada de diamantes Top Wesselton, de corte brilhante: 2553 ao todo. Claro que tudo neste relógio salta à vista, mas é importante mencionar os 35,2 mm de diâmetro que dão espaço para o mostrador cravejado, seguindo as linhas ondeadas associadas aos Nautilus de senhora. Por outro lado, para garantir legibilidade das indicações horárias, a marca salienta que os ponteiros têm revestimento luminescente e que os indexes e numerais árabes são aplicados. No interior bate o Calibre 324 S de corda automática, para indicação das horas, minutos e segundos. O fundo em vidro de safira permite contemplar a mecânica em funcionamento. Preço recomendado anunciado no site: 326.900 euros.

Detalhes da caixa e bracelete da exuberante nova Ref. 7118 / 1450R-001 em ouro rosa completamente cravejada de diamantes Top Wesselton.
A Ref. 7118 / 1450R-001 em ouro rosa é completamente cravejada de diamantes Top Wesselton, de corte brilhante | © Patek Philippe
Patek Philippe Nautilus Ref. 7118 / 1450R-001 em fundo branco
Versão cintilante: o Nautilus Ref. 7118 / 1450R-001 | © Patek Philippe

Visite o site oficial da Patek Philippe para mais informações.

Outras leituras