fbpx
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Tudor Black Bay Chrono

A Tudor celebrou meio século de produção de modelos cronográficos em 2020, mas esperou mais um ano para lançar um novo exemplar inspirado nos seus cronógrafos dos anos 70: o Black Bay Chrono.


Artigo originalmente publicado no número 75 da Espiral do Tempo (verão 2021)


Tudor Black Bay Chrono de lado apoiado em livro| © Paulo Pires / Espiral do Tempo
O novo Black Bay Chrono reinterpreta o espírito de clássicos do passado com uma matriz moderna | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Este modelo em aço com submostradores contrastantes, que saltou imediatamente para a primeira linha da coleção, está disponível nas versões de mostrador branco opalino com totalizadores pretos (a configuração denominada Panda) e preto mate com totalizadores brancos (chamado de Reverse Panda). As duas variantes evocam especificamente os históricos cronógrafos Oysterdate associados aos desportos motorizados e reforçam a aura neovintage da gama Heritage – que inclui não só toda a linhagem Black Bay, caracterizada pelo ponteiro Snow Flake e com características de mergulho, mas também as reedições dos coloridos cronógrafos Homeplate e Monte-Carlo, que foram tão importantes no estabelecimento de uma nova era para a marca genebrina a partir de 2010.

Pormenor Tudor Black Bay Chrono | © Paulo Pires / Espiral do Tempo
Tudor Black Bay Chrono | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

O novo Black Bay Chrono reinterpreta o espírito de clássicos do passado com uma matriz moderna e é alimentado pelo movimento cronográfico automático MT5813, elaborado a partir de uma base Breitling 01 mas com múltiplas alterações suplementares. Apresenta, como valências, a arquitetura integrada, o rotor de tungsténio, 70 horas de reserva de corda, a roda de colunas, a embraiagem vertical e a espiral em silício. A precisão é certificada pelo COSC, após ter ultrapassado uma difícil bateria de testes que também lhe dá uma extensa garantia de cinco anos. 

Configuração clássica

O Black Bay Chrono apresenta uma disposição clássica bicompax com dois submostradores contrastantes (o totalizador de 45 minutos, às 3; e os pequenos segundos, às 9 horas) acompanhados de janela para a data, às 6 horas. A tonalidade dos submostradores combina com a luneta preta, em alumínio anodizado, com escala taquimétrica. Os ponteiros Snow Flake são emblemáticos da linha Black Bay.

Tudor Black Bay Chrono sobre fundo antracite e ladeado de uma fivela | © Paulo Pires / Espiral do Tempo
Disposição clássica bicompax com dois submostradores contrastantes e ponteiros Snowflake | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Elementos operativos

A tradicional tipologia de cronógrafo é complementada pela habitual colocação dos elementos operativos à direita: a coroa para ajuste do tempo, o manuseamento da data e da corda manual e os dois botões para a função cronográfica. Tanto a coroa como os botões são de rosca para garantirem um nível de estanqueidade de 200 metros (o que para um cronógrafo é excelente) que faz jus às origens da linha Black Bay.

Pormenor coroa Tudor Black Bay Chrono | © Paulo Pires / Espiral do Tempo
A coroa e os botoões, ambos de rosca para garantirem um nível de estanqueidade de 200 metros | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

→ Um modelo clássico de estilo moderno que está disponível em três opções de bracelete: aço com rebites, têxtil feita na tecelagem Julien Faure ou em couro envelhecido de estilo ‘Bund’ militar. 


Algumas características técnicas:

Tudor
Black Bay Chrono
Ano de lançamento | 2021

Soldad Tudor Black Bay Chrono | © Paulo Pires / Espiral do Tempo
Tudor Black Bay Chrono | © Paulo Pires / Espiral do Tempo

Referência | M79360N-0002
Movimento | Mecânico de corda automática, Calibre MT5813 (COSC), 70h de reserva de corda, 28.800 alt/h.
Funções | Horas, minutos, pequenos segundos, data e cronógrafo.
Caixa ø 41mm | Aço. Luneta fixa em aço 316L com disco de alumínio anodizado.
Bracelete | Aço 316L. Fecho de báscula e fecho de segurança.
Preço | 5.000 €

Visite o site oficial da Tudor para mais informações.

Outras leituras